Quase um Romance - Megan Maxwell


MAXWELL, Megan. Quase um Romance. Tradução Lígia Azevedo. Rio de Janeiro: Suma de Letras, 2016. 232 p. Título original: Casi una novela. Skoob.

Sinopse
“Desde a perda dos pais e o fim de um relacionamento complicado, Rebecca tem levado uma vida solitária. No entanto, quando esbarra em Pizza – uma cachorrinha abandonada que parece precisar tanto de afeto quanto ela –, a jovem pressente que sua vida está prestes a mudar.
Paul Stone é campeão de Moto GP, e pai de Lorena, uma menina encantadora que ele cria sozinho. Administrar a carreira e a família não é um trabalho fácil, ainda mais quando as mulheres em seu redor parecem interessadas apenas no piloto famoso, e não no homem real.
Quando os dois se esbarram – com uma ajudinha de Pizza e Lorena –, Paul tem certeza de que encontrou o que vinha procurando há muito tempo. Já Rebecca não está assim tão disposta a abrir espaço em sua vida para uma nova relação, mas como resistir à amizade, aos sorrisos e aos olhares de Paul?”

Sempre quis muito ler Megan Maxwell, a rainha dos eróticos. Nunca escondi que esse estilo não é o meu preferido, tenho uma preguiça sem fim desses livros em que o casal se atraca a cada 50 páginas, prefiro as histórias mais românticas, mais centradas no relacionamento e com algum drama bem interessante. E Quase um Romance é bem nesse estilo e vi nele uma excelente oportunidade de, enfim, conhecer a famosa narrativa de Megan Maxwell.

Rebecca é uma mulher solitária, marcada pela perda dos pais e pelos sacrifícios de ter que enfrentar a vida sozinha desde muito cedo. Ela é focada no trabalho e não tem interesse em nada que esteja fora disso. Até que um dia ela se depara com Pizza, uma pequena cachorrinha abandonada que consegue amolecer seu coração.

Depois desse encontro, a vida de Rebecca não será mais a mesma, pois além de de Pizza, sua vida também será atravessada pela pequena Lorena, uma criança adorável que derruba todas as resistência dela. Mas quem vai realmente bagunçar sua vida é o pai da menina, Paul Stone, um piloto de MotoGP que vive cercado de fãs. É claro que a atração entre os dois é quase instantânea, mas Paul percebe que Rebecca não está pronta para se entregar e prefere investir na amizade, e aos poucos eles constroem uma relação linda!

O livro é muito fofo! Fiquei realmente surpreendida com a leitura principalmente depois que percebi que o enredo não ficaria preso apenas ao casal protagonista, que teria muito mais nas entrelinhas desse romance. Temos a luta de Rebecca para se estabelecer e ser respeitada no escritório que trabalha, já que seu chefe a diminui por ser mulher. Temos um piloto mega famoso que só quer fugir dos flashes e criar sua filha em paz. E principalmente, temos um história de amor que, antes de mais nada, é uma história de amizade.

Mas confesso que a narrativa de Megan Maxwell não foi tão incrível quanto eu imaginava. Apesar de ter realmente gostado do enredo, senti que faltou um pouco de emoção nas falas e ações, como se ela estivesse fazendo uma lista de compras e não falando dos sentimentos das personagens. Mas não sei se isso foi só uma impressão que eu tive, um caso único com esse livro, ou se a forma como ela escreve é essa mesmo. Se alguém já leu outros livros da autora e puder me esclarecer, eu adoraria tirar essa dúvida.

Por outro lado, gostei como a história se desenvolve. Ela vai direto ao ponto, sem enrolação, e o enredo flui super bem. Além disso, ficou claro que o enfoque dela não era só romance e sim em como lidamos com certas situações e em como as relações interpessoais interferem na nossa vida. E, por ser uma autora conhecida por seus romances eróticos, ressalto que Megan Maxwell foi bem sutil nesse ponto e que o livro tem erotismo da medida exata, nem demais e nem de menos.

Enfim, é o típico romance delicinha, daqueles que a gente lê em uma sentada e perfeito para nos distrair por algumas horas. Mas nada muito profundo ou complexo.

A autora

Megan Maxwell é uma reconhecida escritora do gênero romântico na Espanha. De mãe espanhola e pai americano, publicou vários romances, além de contos e relatos em antologias coletivas. Em 2010 ganhou o Prêmio Internacional de Novela Romántica Villa de Seseña e em 2010 e 2011 recebeu o Premio Dama de Clubromantica.com. Vive num vilarejo perto de Madri na companhia do marido, de seus filhos, seu cachorro, Drako, e seu gato, Romeo.

Avaliação (3/5)






B-jusssssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados