FIV a baixo custo - onde encontrar


Hey peeps!
Hoje resolvi fazer um post especial, pra compartilhar com vocês tudo o que já consegui descobrir na minha peregrinação por consultórios médicos em busca do meu filho. Como todos já devem saber, eu tenho obstrução bilateral das trompas e minha única opção para ser mãe é um fertilização in vitro, o problema é que o procedimento não é nada barato, entre consultas e medicamentos, o tratamento pode ficar em torno de 15 mil reais.
Sei que o propósito do blog não é esse, mas eu tenho recebido muitos comentários de outras mulheres que buscam o mesmo sonho que eu, e não posso me omitir diante de tanta gente pedindo ajuda. Então vou listar aqui alguns hospitais e clinicas que descobri que fazem a FIV a baixo custo ou gratuitamente.

São Paulo

Hospital Pérola Byington

Como funciona: o tratamento é gratuito. Os interessados devem agendar uma consulta no hospital público de São Paulo. Para isso, basta ligar na terceira quarta-feira de cada mês a partir das 8 horas, para os seguintes números: (11) 3112-1210 (11) 3112-1210 ou (11) 3104-2785 (11) 3104-2785 . Entre 40 e 50 pacientes são atendidas mensalmente. Após os exames e a visita ao médico, é necessário aguardar o tratamento numa fila de espera de até três anos. O critério de seleção é a ordem de chegada – não há análise socioeconômica. O programa já tem medicamentos incluídos e é válido para pessoas de qualquer parte do país.

Endereço: Rua Santo Antônio, 630
Informações: hospitalperola@ig.com.br
Telefones: (11) 3248-8000 (11) 3248-8000 (PABX do hospital)

Hospital São Paulo

Como funciona: há desconto de até 60% no tratamento. No primeiro dia útil do mês, os interessados de todo o país podem ligar na Central de Reprodução Humana, no número 0800-7723322, das 10 às 17h30. São aceitos novos pacientes até completar o número de vagas mensais, que varia de 50 a 100, dependendo da disponibilidade do hospital no período. Quem conseguir um lugar assistirá à palestra sobre a reprodução humana, marcada para o primeiro sábado do mês seguinte. Depois do encontro explicativo, os casais passam pelos exames e pela consulta médica e partem para o tratamento com profissionais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Não há fila de espera nem análise de renda.

Projeto Beta

Como funciona:  clínica  fundada por iniciativa de especialistas da área e professores universitários. O casal deve participar de uma palestra gratuita, onde terão a oportunidade de tirar as suas dúvidas. Após a palestra os casais interessados podem marcar uma consulta com um médico para saber qual a causa da infertilidade e consequentemente o tratamento a ser feito,esta consulta tem um valor de 190,00 .Neste valor está incluído um retorno até 3 meses,um ultra som e um exame de espermograma .Para os casais que optarem por não passar na palestra o valor da consulta é de 250,00.
Só após estes procedimentos, o casal passará com a gerente administrativa do Projeto para saber o preço do tratamento de acordo com seu perfil sócio-econômico. O valor cobrado depende do tratamento que será realizado e da situação sócio econômica de cada casal.
As datas das próximas palestras são:
17/02 - 26/03 - 30/04 - 28/05 - 11/06 - 30/07 - 20/08 - 24/09 - 22/10 - 26/11 - 10/12
 
Endereço: Rua Cinsinato Braga, 37 Bela Vista
Telefone: (11) 3826-7017

Santo André

Faculdade de Medicina do ABC

Como funciona: há descontos de até 70% no tratamento. Professores e médicos residentes do hospital universitário atendem cerca de 100 mulheres por mês. O agendamento da consulta, gratuita, é feito no número (11) 4993-5401 (11) 4993-5401 , de segunda à sexta das 8 às 17 horas. Estima-se em dez dias o tempo de espera para a primeira visita ao médico, que inclui uma palestra sobre a reprodução humana. Depois dos exames, não é necessário aguardar em uma fila para fazer o procedimento recomendado. Não há a análise de renda. Os exames podem ser feitos pelo SUS ou pelo convênio médico e o programa atende casais de todo o país.

Ribeirão Preto

Hospital das Clínicas

Como funciona: o tratamento é gratuito e o serviço é exclusivo para pacientes do interior paulista. Os interessados devem ir a um posto de saúde em sua cidade, que encaminhará o pedido para a divisão regional até chegar ao hospital. Não há a análise socioeconômica e a fila de espera é de cerca de um ano. Os tratamentos são realizados pelos professores e médicos residentes da instituição universitária. Os custos com medicamentos devem ser pagos pelo casal.

Rio de Janeiro

Projeto Vida

Como funciona: há tratamentos gratuitos e com desconto de 50%, mas apenas casais com renda até R$ 2,3 mil podem se inscrever no site da clínica carioca Pró Nascer para uma palestra sobre a reprodução humana, que acontece a cada dois meses. No encontro, com 90 casais, são sorteados dez tratamentos gratuitos, a serem realizados pelos profissionais da instituição, para pessoas com renda até R$ 1,2 mil e dez descontos de 50% para quem ganha entre R$ 1,2 mil e R$ 2,3 mil. Os medicamentos não estão incluídos no valor.

Todo o país

Programa Acesso

Como funciona: para participar, é necessário que a renda do casal não ultrapasse R$ 3.850. Não existe seleção, fila de espera e vagas delimitadas, mas é preciso comprovar os rendimentos e preencher um questionário disponível nas 72 clínicas conveniadas em todo o país. Para saber se existe alguma na sua cidade, basta acessar o site clicando  AQUI  ou ligar no número 0800-113321. O programa foi criado pela Vidalink, uma empresa de gestão de benefícios de medicamentos, e tem o patrocínio do laboratório Merck Serono. O desconto é apenas para a fertilização in vitro.  Além do desconto, o programa permite o parcelamento no cartão de crédito em até 12 vezes.

É isso aí, chèries. Com certeza existem várias outras clínicas e programas espalhadas por aí, se alguém souber de mais alguma e quiser acrestar à lista, é deixar um comentário. Terei o maior prazer em aumentar a nossa listinha.
Espero que possa ajudar alguém.

B-jusssss!♥
;-p
 

Comente com o Facebook:

9 comentários :

  1. Olá, Nina!

    Eu já disse que sinto muito orgulho do que você faz? Ainda sou muito nova para pensar em gravidez, mas creio que, se um dia eu precisar, saberei com quem confabular!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, adorei seu blog!!

    Fiquei muito emocionada com sua história. Tenho certeza de que vai conseguir juntar o dinheiro e terá um filho maravilhoso.

    Eu só tenho 12 anos, mas meu maior sonho é com certeza ser mãe. Ficaria muito infeliz se não conseguisse, mas sempre há o método da adoção.

    De qualquer jeito, muita sorte nessa jornada.

    Beijinhos, Babi

    www.a-viajante-dos-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ei Nina!
    Eu não sabia da sua luta...
    Mas estou torcendo por você. Imagino que ser mãe deve ser lindo, e eu acho que vale tudo para realizar o sonho.
    Nos mantenha informada, ok?!
    Boa, ótima, espetacular sorte!!!
    Bjins querida...

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!
    Estou torcendo para que você consiga vencer essa luta ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. TUDO DE BOM PARA VC.E QUE TUDO DE CERTO.
    EU ESTOU PASSANDO POR ISSO VOU A UM ESPECIALISTA MES QUE VEM.

    ResponderExcluir
  6. Oi, me emocionei com ua história, pois é igual a minha... Tenho 30 anos e a 7 tento ter um filho, também tenho obstrução bilateral das trompas e eu e meu esposo não temos condições de custear uma Fiv, choro todos os dias com medo d não coseguir realizar meu sonho só Deus sabe como eu me sinto!... Torco por vc q assim como eu estou nessa busca incessante. Abraço e boa sorte!!

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bem eu tenho 30 anos e já estou tentando a 5 anos engravidar,eu já fiz uma fiv e foi negativo, o tratamento é muito caro e não é garantido engravidar, tem que tentar muitas vezes,o meu maior sonho é ser mãe penso todos os dias nisso....... só Deus sabe como sofremos, choro quase todas as noites pensando pq eu.. o problema e com o meu marido. No fundo eu sinto que um dia eu irei conseguir tenho fé,eu fico triste com o governo com o "mundo" não saber que doí tanto querer ser mãe e não conseguir ter medo do futuro,sozinho... sem ter uma família grande " eu acho que teria que ser mais divulgado a dificuldade de conseguir um tratamento gratuito, é uma vergonha!!!!!!!!!!
    tenha força e fé um dia a gente consegue se Deus quiser!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. oi amigas eu tbem estou entando angravidar a 9 anos estive no projeto beta achei que eles brincam com o sonho da gente

    ResponderExcluir
  9. Daiane Bernardes Dos Santos20 de setembro de 2015 19:11

    Gostaria de saber se tem algum desconto em medicamentos

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados