Favoritos: Isabel Allende #1

Hey peeps!

Hoje, começando sessão nova para falar daqueles que estão sempre em primeiro lugar na minha estante, quero escrever um pouco sobre uma das melhores autoras que já li: Isabel Allende. Li muito livro dela na época de faculdade e ainda hj, volta e meio, me vejo relendo as obras que me caem nas mãos. A Casa dos Espíritos eu já li quatro vezes, e só de pensar no enredo, me dá vontade de correr lá na estante e ler de novo.
E por que começar com Isabel Allende? Dois motivos, primeiro: a história de vida dela é impressionate; segundo: ela está lançando livro novo. Então vamos organizar a postagem? Vamos falar primeiro da autora depois do livro novo.



Isabel Allende nasceu em 1942, em Lima no Peru, mas sua família voltou para o Chile enquanto ela ainda era uma criança, então ela costuma dizer que é chilena de coração. Sua história de vida é cheia de percalços e grandes perdas. Quem gosta de história com certeza reconhece esse sobrenome, Isabel é sobrinha do ex presidente chileno Salvador Allende, morto durante o golpe militar liderado por Augusto Pinochet em 1973, que instaurou uma das mais cruéis ditaduras da América Latina. Talvez por isso, Isabel tem sempre focado política e as injustiças socias sociais em seus livros. Ela também teve grande influências de  ninguém menos do que o incrivelmente maravilhoso Pablo Neruda, que foi quem a aconselhou a ser escritora.

Em 1992, Isabel Allende perde sua filha Paula que era portadora de porfíria, doença hereditária que recebeu através do pai, Miguel Frías, o primeiro marido da escritora. Paula ficou em coma durante um ano, acabando por falecer na casa da mãe e do padrasto na Califórnia, a 6 de Dezembro de 1992, com apenas 29 anos de idade. Isabel transforma todo o sofrimento em um livro belíssimo, um testemunho onde ela não fala apenas de morte, mas também de toda sua tragetória de vida. É um dos meu livros preferidos...

Mas maravilhoso mesmo, como já falei, é A Casa dos Espíritos. Todo mundo deveria ler esse livro, porque é uma obra prima da literatura mundial, porque é sensível, marcante, é unico. O livro narra a história de três gerações de uma família, começando por Esteban Trueba, que era noivo da bela Rosa de cabelos verdes (por causa disso, na adolescência, eu vivia passando crepon verde no cabelo, rsrs), mas ele toma um decisão errada e ela morre. Ele então se casa com Clara, a clarividente, irmã mais nova de Rosa. Eles tem três filhos: os gêmeos, Jaime e Nicholas, de personalidades completamente diferentes, e Blanca.
Clara não foi uma dona-de-casa exemplar; estava sempre às voltas com seus espíritos, suas levitações, suas premonições, seus hóspedes e suas reformas. Vivia num mundo à parte, ajudava os necessitados, abrigava os desconhecidos, e conversava com os espíritos, estando sempre ausente, mas sempre presente naquela família. O jeito peculiar da mulher provocava fúria de Estaban, e ele nunca imaginou que seu mau gênio fosse provocar tantos dramas em sua família.
Blanca vive um amor de uma vida inteira com Pedro Terceiro, filho de um camponês da fazenda envolvido com ideais socialistas. Esteban é contra o relacionamento, o que provoca a separação do casal, porém Blanca já estava grávida. Ela tem uma menina chamada Alba.
Esteban se envolve então com política, defendendo os ideais conservadores.Ele é eleito senador, cargo que exerceu por vinte anos, sem imaginar que seu filho Jaime e sua neta Alba se envolviam com o socialismo. Na faculdade, Alba conhece Miguel, um jovem que acreditava que apenas através da luta armada o país poderia resolver o caos social.
Ocorrem então as eleições presidenciais e Jaime comunicou ao pai que desta vez ganharia o Candidato. O Candidato concorria pela esquerda ao cargo de Presidente havia muitos anos, sem se cansar ou desistir. E assim foi o início da decadência final da família Trueba. Às eleições seguiram-se intrigas, racionamentos, golpe militar. Ao golpe militar seguiram-se sangue, dor, fuga, desgraça, envolvendo todos os remanescentes membros dessa família, bem como todos os cidadãos chilenos. Mas de certa forma, tudo isso operou um renascimento em Esteban Trueba. Perrrrrrfeito!!!



E agora Isabel Allende está lançando livro novo: A Ilha Sob o Mar, com lançamento previsto para 09/08/2010. É um bélissimo romance que narra a história de Zarité, uma escrava na Saint-Domingue dos finais do século XVIII. Zarité foi vendida aos 9 anos de idade ao rico fazendeiro Toulouse Valmorain; entretanto teve boa estrela pois não conheceu o trabalho duro das plantações, tornou-se uma escrava doméstica; partilhando assim do dia-a-dia da familia do rico fazendeiro.
Muitas personagens fascinantes estão envolvidas neste romance, como a frágil esposa espanhola do fazendeiro Toulouse Valmorain, e o seu sensível filho Maurice. Zarité com sua bondade natural, força de espírito e noção de honra permitiram-lhe partilhar os segredos e a espiritualidade que ajudavam os seus, os escravos, a sobreviver, e a conhecer as misérias dos amos, os brancos. Quando foi levada pelo seu amo para Nova Orleães, Zarité iniciou uma nova etapa onde alcançaria a sua maior aspiração: a liberdade.(Fonte: Blog da Mulher)
O livro já está em pré-venda no Submarino e na Saraiva.
Também já está disponivel no Skoob.

Ficou enorme a postagem né??? É que sempre me empolgo pra falar do que gosto muito, me desculpem u_u. Mas por hoje é só pessoal!!!

B-jusssssssss!!!!
;-p




Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. eu vi o filme ontem A casa dos espirítos, e pelo filme é tudo diferente... tenho q ler esse livro!

    ResponderExcluir
  2. mas é sempre assim, né Lari.
    os filmes nunca fazem jus aos livros
    nesse caso, omitem personagens, mudam a história, eu não gosto muito do filme. Só da maravilhosa Meryl Streep, que ficou estupenda no papel da Clara.
    B-jusssss!!!!

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados