Beijada por um Anjo - Elizabeth Chandler


"Ela deu-lhe um abraço bem apertado - Te amo, Tristan Carruthers - sussurrou em seu ouvido. Ivy acreditava, e confiava nele como jamais havia confiado em alguém. Um dia, criaria coragem para dizer, como todas as letras, Eu te amo, Tristan. Colocaria a cabeça para fora da janela e gritaria. E até colocaria uma faixa bem no meio da piscina da escola." (p. 162)

Ivy Lyons era jovem, muito bonita e tinha suas amigas, mas ela era diferente das outras garotas do colégio. Ela vive num mundo só seu, povoado por anjos que a acompanham o tempo todo. Quando criança, ela quase se afogou numa piscina e um anjo da água - Tony - a salvou, e mesmo que ninguém acredite nela, Ivy sabe que os anjos sempre estão presentes em sua vida.

Suas amigas, Suzanne e Beth, estão sempre tentando trazer Ivy para a realidade, para que ele se interesse por algum garoto, mas ela está sempre no mundo da Lua (ou dos anjos). Nem percebe que o garoto mais popular da escola, o sonho de todas as meninas do colégio, não tira os olhos dela.

Tristan Carruters era o campeão de natação da escola Stonehill e está acostumado com a tietagem das meninas, só não entende porque Ivy não olha para ele. Ele tenta se aproximar, mas ela parece totalmente indiferente aos seus encantos.

O que não é para menos, a menina está enfrentando momentos muito difíceis. A mãe, que é viúva, decidiu casar-se novamente com um milionário da cidade, que é pai de Gregory Baines um garoto mal-humorado e que vive rodeado por más companhias. Eles terão que se mudar para a mansão do padrasto e Gregory parece estar bem animado com a nova "irmã". Mas quem está sofrendo mesmo com a situação é Philip, seu irmãozinho de  oito anos, ele não aceita o casamento de sua mãe e muito menos a mudança de casa.

Aos poucos, Tristan e Ivy se aproximam e dessa amizade, surge um grande amor... que é interrompido por um grave acidente. Ivy escapa por sorte, mas Tristan morre. Perder o namorado assim, de maneira tão trágica, faz com que Ivy entre em depressão e deixe de acreditar em anjos. Por mais que Philip e suas amigas tentem ajudá-la, ela se recusa a aceitar a perda.

O que ela não sabe, é que Tristan está muito perto. Ele se transformou num anjo e com a ajuda da anjinha Lacey Lovitt (que foi uma estrela adolescente de cinema) vai tentar ajudar seu grande amor a recuperar sua fé em anjos.

Eu li Beijada por um Anjo com muito cuidado. Já tinha lido tantas críticas negativas sobre a série que estava morrendo de medo de não gostar. Mas sabem que eu gostei!?! Achei a história leve, bem criativa e muito fofinha. Tanta coisa acontece nessas poucas páginas quem nem dá para acreditar. O interessante é que a própria sinopse do livro já nos entrega boa parte do enredo, tem um monte de spoillers, e o primeiro capítulo do livro já nos conta o que vai acontecer de mais dramático na história, mas nem assim eu perdi minha curiosidade pelo livro. 

É claro que tem seus defeitos, na verdade vários, senão não teria tantas críticas, não é mesmo? A narrativa é bastante corrida e os personagens secundários quase não são desenvolvidos, pois apesar do texto ser em terceira pessoa (o que eu adoro), o foco está sempre na Ivy. O livro também acaba de um jeito muito inesperado - porém previsível -, acredito que a autora poderia ter aprimorado um pouco mais o final, pois mesmo sabendo que é uma série, é bom esclarecer um pouco mais.

Enfim, é um bom livro, indicado para quem quer passar algumas horas descontraídas. Não leia esperando alguma lição de vida ou história chocante porque isso não vai acontecer. É um livro juvenil, e talvez muita gente o ache meio bobinho, mas como eu já disse antes, eu achei fofo!

E o melhor é que como eu demorei para começar a ler a série, eu já tenho os outros quatro volumes aqui em casa, portanto aguardem que logo sai resenha dos outros livros, ok?

B-jusssss! ♥
;-p


Nenhum comentário

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p