Princesa Adormecida - Paula Pimenta


PIMENTA, Paula. Princesa Adormecida. Rio de Janeiro: Galera Record, 2014. 189 páginas.

Sinopse: 
"Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim... "

Terminei agorinha de ler esse livro enquanto escrevo essa resenha e só posso dizer: QUE FOFO! Apesar de não ser tão familiarizada com os livros da Paula Pimenta (Só li o conto dela de "O Livro das Princesas" e o "Apaixonada por Palavras") posso dizer que ela se superou! A leitura é muito rápida e fluída, devorei todas as páginas em um dia! Até interrompi uma leitura que estava fazendo para terminar logo ele, pois comecei na sala de espera do médico e não consegui desgrudar até saber o final.

Enfim, falando agora do enredo..Somos apresentados a Áurea ou Anna Rosa uma garota de 16 anos que viveu uma vida praticamente reclusa, sendo criada pelos três tios maternos pois foi levada a acreditar que seus pais estavam mortos durante muito tempo. Mas logo no primeiro capítulo sabemos a verdade, pois a autora trouxe o final do livro para o início, fazendo com que o leitor fique mais curioso ainda pra saber o desenrolar da história.

Por ser um recontagem do famoso conto infantil "A Bela Adormecida" o livro tem algumas obviedades, mas isso não prejudica em nada o valor da obra. Pelo contrário, a forma como a Paula Pimenta trouxe essa nova Bela Adormecida é incrível. Os personagens são extremamente cativantes também, os tios da Áurea são bem caricatos, como as fadas madrinhas do filme da Disney. Suas amigas do colégio interno são super divertidas também, e é claro a vilã da história é uma terrível mulher malvada que todos odiamos.

Porém, a forma como a história é contada, tirando um pouco a fantasia e trazendo a questão da vingança para um lado bem mais realista deu bastante credibilidade ao livro. Leva a gente a pensar que essa história poderia sim acontecer na vida real, porque não?

Afinal a Áurea, apesar de timidez por ter sido bem presa pelos tios, é uma menina comum de 16 anos.

E tal como uma boa história adolescente não poderia faltar o toque de romance, que na minha opinião é o tema central do livro, apesar de contar com um aspectos de mistério e suspense, a história é bem focada no romance entre a Áurea e um rapaz misterioso que ela conhece pelo celular. Logo de cara sabemos quem é ele, outra obviedade, mas nem por isso deixamos de torcer pelo casal, pois os dois são extremamente cuti-cuti juntos. E por ser o primeiro amor da Áurea tudo se torna muito mais lindo e intenso.

" - Rosa, como é estar apaixonada?[...]- Não sei. Mas isso que estou sentindo é uma euforia louca que me dá vontade de sair dançando pelo corredores da escola...Mas ao mesmo tempo esconde uma tristeza sutil, que parece morar no lugar mais fundo do coração. E isso tudo me faz sorrir e chorar, por ser tão bom e tão dolorido ao mesmo tempo. Dá pra entender?"

Agora, falando do aspecto físico do livro devo parabenizar a editora, a capa está belíssima, as folhas são de cor amarelada e mais grossas do que estou acostumada mas adorei isso porque percebi que elas não amassam com facilidade.

Recomendo a leitura desse livro pra qualquer idade, basta que você goste de contos de fadas e história de romances lindos, então ele vai te agradar com certeza! É claro, não é um livro denso que traz questionamentos filosóficos, é uma leitura leve que cumpre o que promete, uma distração pra quem quer passar uma tarde suspirando apaixonadamente.

Sobre a autora:

Paula Pimenta nasceu em Belo Horizonte – MG. Desde criança apresentou aptidão para a escrita e por esse motivo prestou vestibular para Jornalismo, embora tenha transferido para Publicidade, curso no qual se formou na PUC Minas. Estudou também Música na UEMG, deu aulas de violão e técnica vocal por vários anos, e é compositora.
Sua carreira de escritora começou em 2001, com o lançamento do livro de poemas “Confissão”, que foi relançado em 2013. Ficou realmente conhecida do grande público em 2008, quando lançou “Fazendo meu filme 1” pela editora Gutenberg. Publicou “Fazendo meu filme 2”, em 2009, “Fazendo meu filme 3”, em 2010, e “Fazendo meu filme 4”, em 2013, que - assim como o primeiro - são grandes sucessos juvenis. Em 2011 lançou uma nova série, “Minha vida fora de série”, que já conta com dois volumes. Em 2012 publicou também o livro "Apaixonada por palavras", uma coletânea de crônicas.

Avaliação (5/5)





Resenha da Alice

Comente com o Facebook:

Um comentário :

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados