Para Onde Ela Foi - Gayle Forman

FORMAN, Gayle. Para Onde Ela Foi. Tradução: Santiago Nazarian. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 242 páginas. Título original: Where she went.

Sinopse
“Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor... Você aceitaria?Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade.Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite.Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.”

Quando terminei de ler Se Eu Ficar estava tão apaixonada pela história, que não via a hora de ter a continuação nas mãos. Mesmo com o meu já conhecido receio de continuações (acho que todo mundo concorda que elas dificilmente são tão boas quanto suas antecessoras), eu queria mais, muito mais de Adam. E foi o que eu encontrei em Para Onde Ela foi.


Para Onde Ela Foi é narrado em primeira pessoa pelo Adam e por isso temos a chance de conhecer e nos apaixonar ainda mais por esse roqueiro romântico (#suspiros). A história se passa três anos depois que Mia sobreviveu ao acidente que matou sua família e nos mostra que, infelizmente, o relacionamento dos dois não conseguiu superar os traumas do acidente.

Mia foi para Juilliard, e hoje é uma conceituada violoncelista em acensão e desde que se matriculou na universidade, nunca mais falou com Adam. Não houve uma explicação, uma despedida, nem mesmo um telefone. Ela simplesmente se afastou e Adam entendeu que era o fim.

Depois de viver um período bem sombrio trancado na casa dos pais, Adam expõe toda sua frustração por meio da música, e escreve o Collateral Damage, um dos mais incríveis discos de rock de todos os tempos, com letras repletas de angústia, frustração e incertezas. A Shooting Star, banda de Adam, estoura nas paradas, ganha diversos prêmios e tem um agenda de shows lotada. O sonho de qualquer músico.


Mas não é assim que Adam se sente. Ele fica cada vez mais depressivo, e está sempre sob o efeito de pílulas para a ansiedade. Sempre agitado, ele se desentendeu com os membros da banda, e agora só ficam em hotéis separados. Prestes a sair em uma nova turnê, Adam não sabe como vai enfrentar essa situação.

E é nesse clima que ele vai reencontrar Mia por uma única noite e eles terão a chance de reviver o primeiro amor ou de se despedirem para sempre.

Que livro lindo! Emocionante, tocante, romântico, poético, inspirador… apaixonante! E com certeza, muito melhor do que o primeiro.

Muitos elementos são iguais nos dois livros, a narrativa forte de Gayle Forman, os personagens carismáticos, a tensão dramática pairando durante toda a leitura, mas o resto todo é bem diferente. Isso porque a personalidade de Mia é bem insossa, chatinha mesmo. Ela não tem as características marcantes de Adam e está sempre insegura e indecisa. Já Adam não, ele se joga em seus sentimentos e vive tudo com tanta profundidade que faz com o livro fique quase angustiante, mesmo não tendo a mesma carga dramática de Se Eu Ficar.

Como sempre, a Novo Conceito deu show na diagramação.
Além disso, tem toda a questão do tempo, pois na manhã seguinte eles irão embarcar para lados opostos do mundo e é muita coisa para ser dita em muito pouco tempo. Me lembrou daquele filme, Antes do Amanhecer, lembram? Adam e Mia caminham pela cidade durante a noite, conversando até chegar ao assunto inevitável: o acidente que os separou.

Todo o livro gira em torno desse reencontro. Não só o reencontro de Adam com Mia, mas também o reencontro dos personagens consigo mesmo. Como o garoto vai deixar de ser o Wilde Man para voltar a ser o sensível músico apaixonado do primeiro livro. Como Mia vai deixar de lado os traumas e saber trabalhar com lembranças. E será que os dois conseguirão deixar os fantasmas de lado e continuar suas vidas, juntos ou separados?

Recomento muito o livro, principalmente para quem gosta de uma bom romance, daqueles que a gente lê com um lencinho na mão. Para Onde Ela Foi consegue representar uma história sobre reencontro, sobre lembranças, sobre luto e sobre maturidade.

Sobre a autora

Gayle Forman é uma autora premiada e uma jornalista cujos artigos foram já publicados na Cosmopolitan, Seventeen e Elle, entre outras revistas. Além de Seu Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, escreveu também Apenas um Dia e Apenas um Ano, que em breve serão lançados pela Novo Conceito. Ela mora no Brooklyn, em Nova York, com o marido e as filhas.


Avaliação (5/5)





B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Olá, tudo bem?

    Ainda não li nem um dos livros, mas pretendo fazer isso em breve. Já vi resenhas e a maioria é positiva, gostei bastante da resenha e do blog :)

    http://www.magisbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Interessante sua resenha, me deu uma animada para ler os dois livros. Li algumas resenhas nem tão positivas de Se eu ficar, então acabei postergando ainda mais a leitura. Acabei também não conferindo o filme, apesar de querer (dei uma bobeada mesmo, e aí saiu de cartaz). Bom, ainda lerei os livros e verei o filme quando der.

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  3. Li o livro e amei, me surpreendeu porque na maioria das vezes as continuações são bem decepcionantes. A narrativa do autor continua na mesma linha, trazendo todas as emoções do personagem para o leitor. Porém, acho que deveria ia além desse último dia, mostrar pelo menos o mínimo de como a vida dos dois segui depois do show, mas mesmo assim, amei mesmo ♥

    ResponderExcluir
  4. O livro nunca chamou minha atenção.. mas confesso que sua resenha me interessou!

    http://livrosecafeporfavor1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina,
    O primeiro livro gerou opiniões bem divergentes e, por isso, acabei enrolando e não li até agora. No entanto, fiquei curiosa especialmente depois das opiniões do segundo livro que, em quase todos os casos, sempre disseram que foi muito melhor que o primeiro. Acho que, pelo menos, se não gostar de Se eu ficar, as chances são maiores com Para onde ela foi.

    Beijos
    http://conjuntodaobra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Primeira participação, quero escrever que amei o blog para começar e vou acompanhar sempre. Agora quanto ao livro, amei de paixão, e tenho a opinião de Nina, o ponto de vista de Adam é muito mais interessante, e apaixonante. Achei a Mia meio chatinha por muitas vezes, e portanto o livro Se eu ficar em alguns trechos se tornou enfadonho...Mas Para onde ela foi, foi uma grata surpresa, muito mais dinâmico, envolvente, enfim se acharem Se eu ficar um pouco chato, não desistam e deem uma chance Para onde ela foi, irão se surpreender.

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente preciso lhe dizer que adorei a sua resenha, porque ficou absolutamente perfeita. Eu amei ambos os livros da autora e tenho certeza que você também irá gostar de ler o livro APENAS UM DIA, porque ele é muito bom também. Adorei tudo que você desenvolveu sobre o livro e sinceramente tenho que confessar que esse foi um dos mais perfeitos que já li. Amei. Parabéns pela sua resenha, porque ficou ótima =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-diario-de-um-adolescente.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina, sempre leio comentários positivos sobre esse livros, especialmente em comparação ao primeiro, que parece ter deixado a desejar.
    Eu tenho os dois em casa, mas ainda não me animei de ler.

    Beijos
    http://conjuntodaobra.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados