A Vida do Outro


Quem sou eu? O que significo num universo tão rico em regularidades quanto em irregularidades? Em que escala, sou um indivíduo? O voo da libélula, romance de Michel Bussi, no fundo, trata dessas perguntas tão recorrentes na literatura.

E 1882, por exemplo, Mark Twain publicou O príncipe e o mendigo. Neste clássico, as mesmas questões são colocadas à prova no encontro de um nobre, herdeiro do trono inglês, e um miserável. Parecidos fisicamente, um passa a viver a vida do outro.

O Voo da libélula também apresenta uma espécie de troca. Durante uma viagem aérea entre a França e a Suíça, ocorre um desastre e a única sobrevivente é uma menina de três meses. O problema é que, no voo, estavam duas crianças da mesma idade. A que família pertenceria a sobrevivente?

Em Twain, a troca é temporária e o leitor conhece a identidade de cada um deles. O conjunto das peripécias aponta para o momento em que a troca será desfeita e para a reação dos outros personagens; estes, sim, ignorantes em relação aos sósias.

O voo da libélula é um thriller e o acidente aéreo acontece em 1980 quando a determinação precisa de paternidade ou parentesco ainda era um tema de ficção científica. A identidade de Lylie permanece um mistério a despeito de uma decisão judicial concluída meses depois da tragédia. Sendo assim, o leitor fica completamente preso à narrativa policiesca de Bussi.

Ainda nesta semana, eu publicarei a resenha de O voo da libélula! Enquanto isso, você confere aqui a sinopse deste livro incrível.

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Muito intrigante essa estória. Fiquei muito curiosa para ver a resenha, pois tenho certeza que a leitura vale a pena. Bjs

    http://territorio6.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Intrigante a história, Nina.
    Ainda mais numa época que muita coisa era difícil.
    Fiquei curiosa pela resenha.



    Lisossomos

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina!

    Eu adoro livros policiais e a história do Voo da Libelula parece mais do que intrigante!! Vou ler sua resenha agora e ver o que você achou do livro!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!

    Adorei a ideia do post, já nos deixa ansioso pela resenha que virá logo logo, haha!

    Nunca li um livro policial, mas são tantos na lista que esse terá que ficar um pouquinho para trás, mas ainda sim pretendo lê-lo assim que tiver a oportunidade, pois adoro essa premissa de pessoas trocadas, haha!

    Beijos

    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/04/resenha-ligeiramente-maliciosos-por.html

    ResponderExcluir
  5. Ana Carolina Ribeiro27 de abril de 2015 17:33

    Olá
    Estou louca pra ler a resenha do livro.
    Fiquei muito curiosa pra saber mais sobre a menina

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados