A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff


FALKOFF, Michelle. A Playlist de Hayden. Tradução: Amanda Orlando. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 2015. 288 páginas. Título original: Playlist for the dead. Skoob.

Sinopse
"Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil."

Este é um livro que eu estava bastante ansiosa para ler por tratar de um tema tão polêmico quanto o bullying. Como eu disse no texto O Bullying na Literatura, realmente acredito que uma das funções básicas da literatura é suscitar discussões produtivas. Então vamos conhecer minhas opiniões sobre o livro?

Quando Sam encontrou Hayden morto em seu quarto, ele não imaginava que o amigo seria capaz de algo tão drástico. Ele sabia do bullying e das perseguições, lideradas pelo irmão de Hayden, Ryan e seus amigos Troy e Jason, a trifeta de bullying. Ele sabia o quanto isso dificultava a vida do amigo, mas nunca imaginou que ele daria cabo da própria vida. No quarto também havia um pen drive e um bilhete dizendo: “Para Sam. Ouça. Você vai entender”.

A partir desse momento, Sam escuta a playlist de Hayden sem parar e tenta entender o que aconteceu naquela noite, naquele festa fatídica que o amigo insistiu em ir. Ele se culpa pelo que aconteceu, por não ter sido capaz de proteger Hayden, e nessa busca pela verdade ele também tenta encontrar o perdão para si próprio. E é assim que Sam conhece Astrid, uma garota linda mas que tem um visual nada convencional e que se apresenta como amiga de Hayden. Ele estranha, pois jurava ser o único amigo dele, mas a garota sabia muito sobre ele para estar mentindo.


Nesse ínterim, os valentões que perseguiam Hayden começam a ser atacados e Sam se pergunta se há alguma relação entre os ataques e a morte do garoto ao mesmo tempo em que alguém se apresenta no chat do jogo preferido deles com o mesmo nickname de Hayden. Essa pessoa fala exatamente como ele, e Sam começa a ficar apavorado: estaria o amigo vivo ou ele ficando louco?

O grande trunfo desse livro é que ele consegue reunir duas coisas que eu realmente amo: a literatura e a música. A playlist é atemporal e de muito bom gosto, e me acompanhou durante toda a leitura. Cada capítulo cita uma das músicas que muitas vezes complementa a história, é bem difícil você conseguir ler sem querer ouvir.

A narrativa é incrível, ao mesmo tempo despretensiosa e envolvente. Acompanhamos Sam em sua busca pela verdade e torcemos para que ele fique bem, para que consiga superar a perda e o luto e recomeçar sua vida. Sofremos para entender o que levou Hayden a uma atitude tão trágica. Desejamos poder consolar os personagens, pois são todos tão reais, tão próximos, que a identificação é quase imediata.

A autora fala muito sobre os preconceitos e o quanto alguém sofre por estar fora do “padrão”, por ter uma aparência, classe social ou uma opção sexual diferente. O bullying é uma bandeira levantada na obra, mostra como desgasta a vida das pessoas de uma forma cruel, mas também mostra o outro lado da história, que o garoto que pratica também tem seus problemas. O que, claro, não justifica, mas é importante ver a coisa por todos os ângulos!

A única coisa que me incomodou no livro foi o final. É claro que para não ter spoilers não vou comentar, mas senti que faltou um desfecho satisfatório para a trama, algo que provasse que Sam ficou bem e que tudo foi resolvido. Eu realmente queria que ele tivesse tido um final mais feliz.

Fora isso, é um livro ótimo, com uma temática atual e que vai mexer muito com os leitores, principalmente adolescentes que vivem mais de perto essas questões e que com certeza vão se identificar. E se você ficou curioso com as músicas e quer ouvir a playlist completa, é só clicar na imagem abaixo.


A Autora

MICHELLE FALKOFF é graduada pela Iowa Writers’ Workshop e hoje é a Diretora de Comunicação e Lógica Jurídica da Northwestern University School of Law. A PLAYLIST DE HAYDEN é o seu primeiro livro. Siga a autora no Twitter @MichelleFalkoff.


Avaliação (4/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

10 comentários :

  1. Luciana Martinho9 de junho de 2015 09:26

    Oi Nina!
    Esse é um dos livros que mais estou esperando para ler e todo mundo tem comentado sobrr o final, li uma resenha que disse que Hayden não tinha morrido, qur estava bem vivo.... Fiquei ainda mais doida pelo livro, ainda mais com essa temática. Sofri muito bullying, mas na minha época o pessoal chamava de zoeira e a gente seguia em frente.
    Adorei a resenha e os pontos que você ressaltou sobre o livro!
    Beijos
    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Nina, eu já tinha visto comentários sobre o livro, mas não sabia que envolvia tanta coisa assim além de um drama causado pelo bullying. Acho que esses suspenses, junto à playlist que já foi tão elogiada, dão um quê a mais à trama, e estou bem curiosa para ler o livro.

    Beijos
    http://conjuntodaobra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina...
    Esse é um dos últimos lançamentos da NC que mais me deixou curiosa e querendo ler. Ainda não consegui, mas é uma das minhas próximas leituras... E 4 de 5 estrelas é pra me deixar ainda mais animada :)

    Beijinhos,
    Lica
    amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!
    Acredita que não gostei desse livro? Não consegui gostar dessa história ....

    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  5. Ai Nina, não vejo a hora de ler esse livro. Eu estava evitando ler algumas resenhas sobre ele, mas sabia que não haveria spoilers na sua, e estou muito feliz de saber que o livro tem vários elementos que eu gosto. Vou querer tirar minhas próprias conclusões do final. E agora vou ouvir a playlist. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  6. Nina, eu li só os primeiros capítulos, mas chegou o na íntegra essa semana.

    Estou com medo porque gostei muito do começo, mas todas as resenhas que leio dizem que decepcionaram com o final.

    Mas vamos ver...


    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. Oi oi

    Esse livro é um dos quais eu tenho que ler o mais logo!
    Gostei de uma postagem que você citou ele e a resenha completou, já te falei que gosto do seu blog? *---*
    A história que é passada nesse livro para eu que não o li já me envolve e comentários sobre o final, não vão fazer com que eu não o queira mais rsrs

    Beijoos
    blogmaiscafe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina!

    Você só conseguiu me deixar mais ansioso por esse livro.

    Além de ter uma capa magnifica, tem uma premissa que eu tenho certeza que iria amar, até porque gosto quando os autores abordam temas como o Bullying.

    Pena que o final não te agradou tanto.

    Beijos

    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/06/evento-segundo-encontro-de-booktubers.html

    ResponderExcluir
  9. Estou super querendo ler esse livro, mas ainda tenho alguns na frente antes dele chegar... E pelo que dei uma espiada, as músicas citadas são ótimas.
    Bom ver que o livro conta com os dois lados, acho que isso me deixou com ainda mais vontade de ler. Pena esse detalhe do final...


    Bjos,
    Lica

    ResponderExcluir
  10. Oi Nina
    Já vi algumas resenha desse livro e nem todas são positivas como a sua, acho o tema bullying bem complexo e com certeza deve ser discutido, portanto acho a premissa bem positiva e pode ser até que eu leia já que estou sem tempo até pra respirar kkkkk amei a resenha

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados