À Procura de Audrey - Sophie Kinsella


KINSELLA, Sophie. À procura de Audrey. Tradução Glenda D’Oliveira. Rio de Janeiro: Galera Record, 2015. 336 páginas. Título original: Finding Audrey. Skoob.

Sinopse
“Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.”

Que Sophie Kinsella é a rainha do chick lit não é segredo para ninguém. Autora da divertidíssima série Beck Bloom e de títulos como Menina de Vinte e Fiquei com Seu Número, ela é unanimidade entre os amantes do estilo e considerada como referência quando se fala de chick lit. Mas como ela se sairia se mudasse o estilo que a consagrou e passasse a escrever Young Adult? Será que seu talento é tanto que conseguiria agradar um outro público? Foi com essas perguntas em mente que comecei a leitura de À Procura de Audrey, o primeiro YA de Kinsella.

Audrey é uma adolescente de 14 que tem uma vida absolutamente comum. Mora com os pais, que tem um casamento sólido e feliz, e com os irmão Frank, de 15 anos, e Félix, de 4. Ela vai ao colégio, tem amigas e é uma boa aluna. Mas tudo começa a mudar quando ela passa ser vítima de bullying de um grupo de garotas populares. No começa, ela pensou que tudo não passaria de uma implicância passageira, mas a perseguição piorou a ponto de ela ter um surto e não conseguir mais sair de casa ou tirar os óculos escuros.

Submetida à um longo e lento tratameto, Audrey tem pequenas tarefas a cumprir para conseguir retomar sua vida, sair na rua, ir ao Starbucks e fazer um documentário com sua família. Mas até mesmo as coisas mais simples são muito difíceis para ela, que tem medo do contato com outras pessoas. Até que Linus, parceiro de video game de Frank, começa a se aproximar e aos poucos vai conquistando sua confiança. Ao seu lado, Audrey vai preceber que pode voltar a viver a amar.

Sensível como poucos livros que tratam do tema conseguem ser, À Procura de Audrey foi uma leitura deliciosa para mim. A história começa depois dos eventos de bullying contra a garota e achei que Kinsella foi muito feliz quando fez a abordagem do tema sem focar na agressão em si e sim nas consequências que ela trouxe. Desta maneira, ela conseguiu ressaltar os perigos do bullying sem fazer apologia à ele.

A narrativa de Kinsella continua brilhante, mesmo em outro estilo literário. Ela ágil, fluída e engraçada, mesmo tratando de um tema tão pesado. Sem perder relevância e ainda assim mostrando a gravidade do assunto, ela conseguiu me fazer várias vezes.

Os personagens são ótimos, mas o que mais me chamou a atenção foi a mãe de Audrey, Anne. No começo da leitura, eu a achei fria com a filha e mais preocupada com Frank, o filho mais velho. Audrey teve um surto de ansiedade, ficou internada por quase um mês, não sai de casa e não tira os óculo escuros, mas a única preocupação da mãe parece ser o vício de Frank em jogar vídeo games. Mas aos poucos, como o desenrolar da história, todas as nuances da personalidade da mãe vão aparecendo e fui entendendo o que motivava suas ações tão malucas. Sem contar que ela foi a responsável pela maioria das gargalhadas que dei.

Enfim, se você procura um livro leve, sensível e poética, tem aqui uma excelente dica. Mesmo voltado para um público mais adolescente, o livro não é infantilizado e trata do tema com uma maturidade ímpar sem deixar de ser adequado ao público a que se destina. Tenho certeza que vai agradar a todos, de mamando a caducando, rsrs.

A Autora

Sophie Kinsella é uma escritora best-seller internacional e ex-jornalista financeira. É autora de sucessos como O Segredo de Emma Corrigan, Samantha Sweet, executiva do lar, Lembra de Mim?, Menina de Vinte e a popular série sobre a irresistível consumista Becky Bloom, que tem todos os volumes dos romances publicado pela Record. Ela mora em Londres com o marido e os filhos.

Avaliação (5/5)






B-jusssss! ♥
;-p

Gostou da postagem? Vai comentar? Então clique no banner e participe do nosso Top Comentarista Especial de Aniversário, onde você escolhe qual livro quer ganhar!



48 comentários:

  1. Oi Nina, parece a autora acertou ao mudar o estilo, que prefiro ao chick-lits, na verdade. Pelo seu entusiasmo a história me parece fascinante e com certeza fiquei curiosa em ler, pois nunca li nada da autora. Ótima dica! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, como vai?
    Gostei do fato da Sophie ter mudado de ares um pouco. Acho que vai ser bom pra carreira dela.
    Gostei bastante da resenha e do fato de não ter dado spoiler.
    Ainda não tinha ouvido falar nesse livro mais fiquei interessada. Acho importante termos visões diferentes dos autores que gostamos.
    Beijo
    www.livricios.com

    ResponderExcluir
  3. Oieee, gente esse livro da Kinsella parece interessante, estou tentando imaginar como não ser legal ler um livro de uma autora de chick-lit tratando sobre bullying, e a protagonista ainda tem uma caraterística interessante que são os óculos escuros. Gostei, preciso procurar ele e ler.

    Beijinhos, Helana ♥

    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. oie como vai?
    nunca li nada da sophie mas por incrível que pareça ele me desperta uma curiosidade muito boa.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Nina.

    Como não se apaixonar pela Sophie, gosto de todos os livros dela que li até hoje, estou me correndo para ler À procura de Audrey, mas infelizmente acho que só sera possível o ano que vem, a lista desse ano está enorme rsrs. Parabéns pela resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi! Bem eu não li nada da autora ainda, simplesmente não me atrai.

    Mesmo tendo a temática bastante complexa do bullying, mas não consigo ler nada assim por agora.

    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/

    Xoxo

    ResponderExcluir
  7. Olá

    Sophie é minha autora favorita, adoro os livros dela,já li praticamente todos, esse ainda não,mas gostei bastante da premissa mesmo sendo diferente dos livros que geralmente leio da autora,gostei da sabe que ela trata o tema com maturidade,não é qualquer autor,que escreve bem livros sobre temas polêmicos,gostei bastante da resenha.


    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina, já conhecia esse livro sempre vejo falando bem sobre o mesmo e sua resenha me deixou bastante intrigada com o livro mais ainda.

    http://www.euemeuviciochamadoleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Já li algumas coisas sobre esse livro, e sempre fiquei interessada, mas nunca fui atrás para comprar, porém pretendo mudar isso. Gostei da sua resenha!

    Luxuoso

    http://luxuosoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!


    Adoro a Sophie! Esse está na minha lista há tempos, só não comprei porque os livros dela são absurdamente caros! Tirando isso, a trama é linda e superdelicada e estou in love com essa capa!


    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olha eu ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura, por isso eu espero poder gostar bastante da leitura, porque até hoje eu ainda não li nada da Sophie. Estou tentando completar a minha coleção sabe? Apesar de tudo, já tenho quase todos, mas agora vou ver se começo a ler, mas começando por Emma Corrigan, porque todos falam maravilhas desse livro e depois ai sim vou ler esse. Me parece ser um livro muito bom, até porque já vi várias resenhas positivas e estou bem curiosa. Gostei do seu ponto de vista sobre o livro. Mas vamos ver né? hehehehe


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-em-busca-do-amuleto-de-aloni.html

    ResponderExcluir
  12. Estava curiosa pra saber se esse livro é bom e poxa, pela sua resenha, é maravilhoso! Vou colocar na lista!

    http://thunderwave.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi. No geral, não gosto de chick lit e muito menos de Young Adult, que para mim não passa de uma síndrome do Peter Pan... a capa do livro é muito bonita, mas o enredo, pela resenha, não me cativou. Já a resenha, ficou encantadora!

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu já conhecia o livro mais ainda não li, eu gosto muito da premissa dele e estou com um vontadinha de ler =D acho que deve ser uma leitura rápida e agradável

    ResponderExcluir
  15. Amanda Larissa Vieira5 de novembro de 2015 14:05

    Oi Nina. Eu não curto muito y.a. Embora, tenho que admitir, sua resenha quase fez com que eu considerasse ler o livro, não adianta eu insistir, esse tipo de literatura quase sempre me frustra.

    ResponderExcluir
  16. Oi. :)

    É muito bom encontrar livros (ou resenhas) assim. Muitas vezes pensamos que autores que escrevem comédia, livros mais leves, etc. não conseguem abordar um tema mais delicado, o que não é verdade. Já ouvi muitos elogios dessa autora, e acho que com esse livro não é diferente. Ainda pretendo lê-lo, mesmo não sendo meu gênero favorito.

    Beijos! *--*

    http://coisinhasaleatorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Esse livro está na minha lista de leitura para ler em breve! Já ouvi falar muito bem dele e agora com sua resenha só me confirmou mais ainda!

    Beijinhos :)
    Bru Santos ♥
    www.queseame.com

    ResponderExcluir
  18. João Henrique Arantes5 de novembro de 2015 18:53

    Acho que esse livro é mais para mim, ou para todos mesmo, por tratar de um assunto que infelizmente ainda temos que conviver!

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu gostei bastante da leitura de A Procura de Audrey! Achei a leitura leve e muito gostosa.
    Gostei muito dos personagens também e foi bacana conferir a evolução da Audrey!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  20. eu não curto Kinsella, nem escrevendo Chick-lit, nem YA... esse livro não me atraiu com sua premissa, nem com essa capa... =T
    Mesmo sendo uma leitura fluída, eu não conseguiria me concectar com a trama...

    ResponderExcluir
  21. Oi Nina!

    Sou fã da Sophie e acho seus livros maravilhosos! Confesso que, quando vi esse livro fiquei um pouco com o pé atrás. Assim como muitas pessoas, ficava imaginando se ela iria "acertar o tom" da personagem, se a história seria bacana... acho que estava tão acostumada com a Sophie escrevendo chick-lits que a hipótese de vê-la fazendo algo diferente me deixou temerosa.

    Fico feliz em perceber que meus medos foram infundados. A história parece ser ótima e, mesmo com um tema mais forte, parece ser tratado com muita delicadeza.

    Já na ansiedade pra começar a leitura! o/

    Beijos

    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  22. Oi, flor!

    Que delícia saber que a Sophie conseguiu trazer uma obra tão relevante, suave e ao mesmo tempo densa, para um público mais juvenil… Adoro a escrita dela! Eu confesso que estava temerosa quanto a sua resenha, porque li outra um tanto negativa sobre a obra. Agora percebo que a pessoa em questão apenas não esteve atenta a esses pormenores. É como você disse… A autora não se focou na agressão em si, mas nas suas consequências e no seu processo de superação. Eu gostei disso e pretendo ler!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Nina,

    Adorei a premissa do livro desde que vi que a Galera iria lançar. Comprei um exemplar quando fui pegar o autografo da Sophie aqui em SP. Ela além de fofa é muito talentosa. Você sabe que um autor de verdade quando ele consegue escrever bem em qualquer gênero. Ainda não li esse livro mas minhas expectativas são altas. Adorei sua resenha e já estou vendo que vou querer dar na cara dessa mãe hahaha. Já li algumas resenhas negativas sobre o livro, sobre a cura da protagonista ser rápida demais e logo irreal, mas ainda estou ansiosa.

    Abraço e Bons Livros,

    Biblioteca
    do Coração❤

    ResponderExcluir
  24. Olá! :D


    Aaaamo os livros desta autora, sempre me encanto com a escrita dela.
    Ainda não conhecia este em específico, mas fiquei com muita vontade de ler e voltar a ficar pertinho da Sophie Kinsella hehehe

    ResponderExcluir
  25. Mas uma resenha linda desse livro eu nunca li nada da autora mas vcs sua leitoras lindas tão querendo fazer com que eu quebre esse tabu ainda esse ano né?

    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Alessandra Fernandes6 de novembro de 2015 23:47

    Nina, isso chega a ser vergonhoso, mas ainda não li nada da Sophie. Sei o quanto as pessoas a amam, mas ainda não tive a oportunidade. Adorei a sua resenha e gostei de saber que, mesmo abordando temas complicados, a autora consegue fazer isso com maestria, de uma forma mais divertida e leve.
    Adoraria lê-lo e já o adicionei em minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  27. Oi Nina, tudo bem?


    Eu só li um livro da autora que foi "Fiquei com o seu número" e amei... a escrita da autora é fluída e o humor britânico escorre pelas páginas. Quando saiu esse eu fiquei bem curiosa e pelas resenhas que eu li, fiquei bastante interessada.


    Gosto de livros sobre bullying, acho que é um assunto que sempre devemos comentar e falar sobre. Mas achei bem interessante essa abordagem, pois foca nas consequências e não na violência, o que é muito importante, pois mostra como o bullying pode afetar a vida de uma pessoa, de sua família e o que fazer para lidar com essas consequências.


    Parece ser um livro sensível, e gostei de saber que mesmo destinado para um público mais jovem, consegue ser maduro.


    Beijinhos,


    Rafaella Lima

    ResponderExcluir
  28. Amo Sophie Kinsella e ela facilmente está entre as minhas 10 autoras favoritas, mas confesso que tenho um pouco de medo dessa virada drástica de gênero e pra completar não curto histórias nas quais adolescentes sejam os personagens principais... ando um pouco saturada dessa avalanche de NA e YA.
    Pretendo ler somente por ser um livro da Sophie e espero gostar.

    ResponderExcluir
  29. Eu amo todos os livros da autora, e agora estou doida pra ler esse livro dela. A história dele parece ser ótima, e trata de um assunto bem delicado, e acho que também vou gostar bastante. E gostei de saber que os personagens são ótimos e que a narrativa da Sophie Kinsella continua brilhante! Tenho certeza que também vou amar o livro :D


    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Nina, eu nunca li nada da Sophie Kinsella e gostei muito da história desse livro, principalmente pela maneira totalmente diferente de abordar o bullying.
    Espero ter a oportunidade de ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  31. Ana Paula Lima Miranda8 de novembro de 2015 20:49

    Olá!!!

    Gente, eu sempre quis conhecer a escrita dessa autora, mas VC já parou pra ver como é caro os livros dela :(
    Daí eu meio que acabo desistindo. Achei legal ela ter mudado um pouco o gênero dela e não ter deixado o livro infantil. Espero uma promoção para ler em.breve!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  32. Não tem como não amar esse livro. Eu realmente fiquei completamente apaixonada pelos personagens, pelo enredo, por tudo que a autora criou pra essa história. Tomara que a Sophie escreva mais YA.

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  33. Olá, confesso que achei estranho a personagem ser adolescente nos livros da Kinsella! E parece ser um livro menos engraçado do que ela costuma escrever.

    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  34. Ainda não li nem um livro da Sophie Kinsella, mas já li muitos comentários positivos referentes aos livros dela, e por esse motivo tenho diversos em minha lista de leituras, inclusive A Procura de Audrey.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  35. Oii Nina

    Acredita que eu não li nada da Sophia até agora.. a premissa edesse livro me encantou e eu espero em breve poder conhecer essa históra.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  36. Olá!
    Adoro os livros da Diva Kinsella, e já tem um tempinho que não leio nada da autora. Esse livro é bem diferente do que já estamos acostumados a ler da autora e isso já me chamou a atenção. Aborda um assunto que já é batido, mas as pessoas ainda não estão totalmente conscientizadas sobre o mal que isso pode gerar em uma pessoa. Espero poder ler em breve!


    beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. Oi, Nina. Eu, particularmente, estou bastante curioso para ler algo da Sophie Kinsella devido ao seu gênero mais voltado para o humor, resultando numa leitura mais leve. Mas, parece que esta história está um pouco sem sentido devido as atitudes da mãe. Lerei e verei o que acho.

    ResponderExcluir
  38. Eu pulei para o fim da resenha pois ainda vou ler o livro, gosto de livros mais leves e é bom saber que não é infantilizado

    ResponderExcluir
  39. sophie abalando com outro genero....e muito polemico por sinal....como a garota irar li dar com essas coisas gente...parece emocionante....gostei da capa...obg pela dica...bjs..

    ResponderExcluir
  40. Eu ainda não li nada da Sophie Kinsella. Tenho vontade de ler O segredo de Emma Corrigan porque só vejo resenhas positivas sobre ele. Eu já tinha visto a resenha do À procura de Audrey no canal da Tatiana Feltrin e me interessei mais ainda agora com sua resenha.
    É difícil encontrar um livro que trate sobre o processo de superação do bullying, normalmente eles se focam na violência apenas.
    Beijos.



    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  41. OI Nina!
    Ainda não li nada da autora e acho que eu gostaria muito de ler esse livro, gosto muito de livros que abordam o bulliyng e pelo que vi, ela não fica só na agressão, mostra as consequências também e isso é bem legal... Mais um para a lista de desejados!

    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  42. Já conhecia a autora, mesmo ainda não conhecendo suas obras, sempre fico na vontade quando leio alguma resenha. Gostei do tema abordado no livro, é algo bem delicado de se tratar e fico feliz quando alguém consegue falar disso com sutileza, assim como aconteceu em Extraordinário.

    ResponderExcluir
  43. já li alguns livros da Sophie kinsella e amei sua escrita, já A procura de Audrey eu não li ainda mais to bem curiosa para iniciar a leitura, gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  44. Oie, tudo bom?

    Amo a Sophie e estou bastante curiosa para conhecer esse lado YA dela. O tema da história é interessante e gosto dela mostrar isso com uma trama adolescente. A escrita dela é incrível de todas as formas.

    Beijos,

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  45. Oie
    Que bom que a leitura foi prazerosa pra você.Esse é um livro que eu não pretendo ler mas é bom saber que a escritora conseguiu se dar tão bem fora da sua zona de conforto e ainda abordar um tema complexo de uma maneira leve.E acho que eu iria sentir um pouco de falta de saber como realmente foi o bullying que a personagem sofreu e não só o que lhe causou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  46. eu ainda não li nada da Kinsella, mas admiro muito um autor (a) que tem coragem de tentar gêneros diferentes no caso dela sair dos chick-lit e escrever um YA com um tema tão pesado como o bullying e as consequências disso na vida de uma garota, agora eu fiquei curiosa p saber como ela pegou um tema pesado e conseguiu fazer um livro leve

    ResponderExcluir
  47. rudynalvacorreiasoares28 de novembro de 2015 18:36

    Nina!
    Adoro livros chick lir porque são descontraídos e nos fazem rir demais.
    Adoro a Sophie porque a meu ver ela é uma das melhores escritoras do gênero.
    Não li ainda esse mas quero em breve.

    “Sem a música, a vida seria um erro.”(Friedrich Nietzsche)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  48. Ei mana que bom que curtiu o livro, deu pra ver na resenha que você aproveitou bem a leitura, eu ainda não li nada dessa autora mas parece que não vai começar agora porque mesmo falando bem na sua resenha eu não senti atração pelo enredo do livro e por isso vou dispensar a leitura.

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p