Doce Perdão - Lori Nelson Spielman


SPIELMAN, Lori Nelson. Doce Perdão. Tradução Cecília Camargo Bartalotti. Campinas, SP: Verus, 2015. 322 p. Título original: Sweet forgiveness. Skoob.

Sinopse:
“Hannah Farr é uma personalidade de New Orleans. Apresentadora de TV, seu programa diário é adorado por milhares de fãs, e há dois anos ela namora o prefeito da cidade, Michael Payne. Mas sua vida, que parece tão certa, está prestes a ser abalada por duas pequenas pedras... As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiro. O conceito é simples: envie duas pedras para alguém que você ofendeu ou maltratou. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Inofensivas no início, as Pedras do Perdão vão forçar Hannah a mergulhar de volta ao passado - o mesmo que ela cuidadosamente enterrou -, e todas as certezas de sua vida virão abaixo. Agora ela vai precisar ser forte para consertar os erros que cometeu, ou arriscar perder qualquer vislumbre de uma vida autêntica para sempre. Após o sucesso mundial de A lista de Brett, Lori Nelson Spielman retorna com este romance terno e esperto sobre nossas fraquezas tão humanas e a coragem necessária para perdoá-las - assim como para pedir perdão.”

Na minha opinião, perdoar é uma das coisas mais difíceis que uma pessoa pode fazer porque é necessário uma grande dose de auto conhecimento e de benevolência, o que poucas pessoas possuem. E não estou falando daquele perdoar só da boca para fora, em que ficamos remoendo o ocorrido e tentando fingir que nada aconteceu. Falo de perdoar mesmo, de esquecer o que te magoou e nunca mais pensar nisso, superar a dor e conseguir viver com a pessoa sem nenhum ressentimento. E é desse tipo de perdão que fala o novo livro de Lori Nelson Spielman, autora do aclamado A Lista de Bret.

Doce Perdão é um romance muito bem escrito e instigante onde a apresentadora de TV Hannah Farr é colocada na desconfortável posição de revisitar um momento muito doloroso de sua vida e rever sua percepção do evento. O que detona tudo isso são as chamadas Pedras do Perdão, uma mania que tomou o país. O sistema é muito simples: envie duas pedras a alguém de quem deseja o perdão, se receber uma de volta, é porque está perdoado. E essa brincadeira aparentemente boba, vai ter novos significados quando Hannah recebe duas pedras.

A partir daqui, somos levados por uma leitura rápida, fluída mas muito emocional, e confesso que fiquei surpreendida com a profundidade da história. Eu imaginei que se tratasse de um livro leve, um chick lit, mas o a história traz temas fortes como família, amizade, relacionamentos, engano, e deixar ir. Além de outros bem maires que não vou citar para não deixar spoilers na resenha.

A narrativa é feita em primeira pessoa e deixa pouco espaço para os personagens secundários. e isso acabou se tornando uma faca de dois gumes. Se por um lado, consegui mergulhar nos sentimentos de Hannah e sentir todo seu drama e me compadecer dela, por outro teve momentos em que eu quis matá-la. Para alguém que é jornalista a tantos anos, ela é muito ingênua e confiante, e por isso comete muitas asneiras. Mas mesmo com esse detalhe, eu me conectei muito com ela e quis muito vê-la encontrar seu final feliz.

Também preciso avisar vocês que Lori Nelson Spielman é a rainha dos cliffhangers e consegue nos manter sempre presos ao enredo, nos perguntando o que acontecerá a seguir. Assim, você sempre tem que "mais um capítulo" e em seguida, mais um capítulo, e quando vê acabou o dia e tudo que você fez foi ler este livro - mas garanto que você não estará nem um pouco arrependido sobre isso.

Enfim, Doce Perdão é livro surpreendente, que consegue lidar com temas difíceis com muita sensibilidade. Recomendo muito!

A Autora

Lori Nelson Spielman vive no East Lansing no Michigan com seu marido e um gato muito educado. Ela atualmente trabalha como professora particular para estudantes de baixa renda. Lori adora correr, viajar e ler, apesar de que sua verdadeira paixão é a escrita. Ela gasta seus invernos amaldiçoando os deuses do inverno no Michigan, e seus verões velejando as gloriosas margens do lago Michigan.

Avaliação (5/5)






B-jusssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

19 comentários :

  1. Olá, tudo bem?

    Gostei muito da resenha e não tive uma GRANDE curiosidade com a história, mas um ponto que me chamou a atenção doi retratar sobre o perdão. Como todos nós sabemos, um certo orgulho domina nossas atitudes e o nosso orgulho pode ser o que nos impede de perdoar as pessoas. Eu acho que por esse motivo de retratar um pouco sobre o perdão eu leria esse livro!

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá linda,

    Eu já estava encantada com as sinopses dos livros da autora e com sua resenha vou atrás das obras para ler logo. Sou apaixonada por livros com uma profundidade tocante e intensa.

    Não sei explicar, mas perdoar para mim sempre foi simples. Meu psicólogo diz que consigo separar os sentimentos dos acontecimentos e isso facilita o perdão. Entretanto, algumas vezes tem fatos ou palavras que demoram no meu coração e o perdão demora em chegar.

    Beijos!

    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que legal! Acho bacana quando um autor cria uma moda dentro da história. Eu sou uma pessoa que tenho muita dificuldade em perdoar, por mais que eu queira esquecer, uma parte de mim sempre fica remoendo rsrs.

    Beijos!
    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Acho essa capa maravilhosa, essa sinopse me despertou uma vontade incontrolável de ler, sua resenha está ótima, super explicada, parabéns!

    http://garotareading.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi! Nossa Doce Perdão parece ser muito intenso! E eu sou dessas que me envolvo tanto com o livro que sempre choro kkkkkk Mas com certeza quero ler! Parece incrível! Parabéns pela resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Não senti vontade de ler esse livro, mas quero muito ler A lista de Brett, se eu gostar aí posso pensar em ler esse. Pela sua animação parece ser ótimo também. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?

    A sinopse do livro não me chamou tanta atenção, mas a sua resenha me deixou bastante curiosa. Vou anotar a dica para quem sabe ler mais para frente.

    Beijos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu simplesmente amo livros que são sensíveis, que sabem lidar com coisas difíceis de uma forma que toque o leitor, e pela sua resenha pude perceber que esse livro é assim, estou com muita vontade de ler!
    Estou seguindo e adorando o conteúdo do blog <3
    Beijos.
    Criei, recentemente, um blog para falar sobre filmes, series, cultura e artes no geral. Se puder dá uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  9. Oi Nina, tudo bem?


    Gostei bastante da sua resenha, e tenho muita vontade de ler "A Lista de Bret". Essa história parece ser bastante sensível e emocionante, e realmente, toca em um ponto bastante difícil, o perdão verdadeiro.


    Fiquei curiosa para saber o que levou a Hannah a ter que perdoar alguém e como ela vai agir a partir do momento que recebe as pedras. Gosto dos temas que foram abordados no livro e é muito bom quando conseguimos nos conectar com os personagens, mesmo que não tenha tido muito espaço para os personagens secundários.


    Beijinhos,


    Rafaella Lima

    ResponderExcluir
  10. Olá, Nina. Nunca li nada da autora, mas sempre tive muita vontade de ler A Lista de Bret. A sua resenha me deixou com uma enorme vontade de conferir mais a respeito da história de Hannah. Creio que Doce Perdão será uma boa leitura para mim!


    Beijo,
    http://pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina!
    Eu adorei esse livro! Assim como o anterior, foi um livro que muito me conquistou, com uma história singela, mas que nos faz refletir! Os dois livros da autora são leituras obrigatórias!

    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  12. oiiii....
    bom parece um livro muito bom...e pra refletir sobre nossos atos...e concordo com vc ...perdoar e uma das coisas mais deficeis do mundo....e caomo vc se surpreebdeu com o livro...sera que enviou as pedras pra ela????#CURIOSA...louca pra ler....obg pela dica...bjs,,.....

    ResponderExcluir
  13. Olá!


    Perdoar é para os fortes e eu não tenho essa força. Quanto ao livro, não o conhecia, mas achei bem interessante. E tem uma jornalista como personagem principal, adoro.Vou anotar na minha lista, quero ler em 2016.


    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Isabela Pasqualini6 de dezembro de 2015 12:47

    Olá!
    Realmente o livro parece fluir muito rápido e fazer o leitor ficar refletindo, refletindo, até mesmo depois do final. Achei muito interessante o enredo, é o tipo de livro que eu leio uma vez por mês. Adorei!
    Bjssss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Nina, deve ser um livro muito instigante apesar de realmente ser uma faca de dois gumes. Escrever sobre o perdão não é fácil assim como colocar ele em prática. Fiquei com vontade de ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Parabéns pela resenha! Me despertou uma vontade enorme de ler esse livro. Parece ser o tipo de história que nos arranca lágrimas.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Nina, preciso dizer que amei sua resenha!
    Ja lia "A Listra de Brett" e amei. Queria muito ler esse e vi ele com um preço ótimo na black friday, mas não comprei. Fiquei na dúvida se a Lori conseguiria repetir o bom feito nesse livro, agora to mega curiosa! hahahaha
    Parabéns pela resenha e pelo blog. Bjos

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Não conheço a autora mais tenho uma enorme curiosidade em ler esse livro. Adorei a sua resenha, tão simples e sincera que me deixou reflexiva sobre o perdão. Eu guardo mágoas, sei que não é saudável, mas também seria hipócrita da minha parte dizer que esqueço. Perdão é uma dádiva que poucos possuem, eu não sou de perdoar. Quero muito ler esse livro e tirar minhas conclusões. Já está na lista de desejados!

    Beijos!

    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Nina!
    Não sou boa com perdões. Sou do tipo que finjo esquecer e finjo que ta tudo bem, mas tá ali, anotadinho no caderno mental pra eu nunca esquecer.. Sou péssima em perdoar e esquecer T_T
    Também achei que esse livro fosse um chick-lit, não achei que tinha toda essa carga emocional e só por isso já quero ler, a gente sempre aprende algo com livros desse tipo.
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados