Vida Após o Roubo - Aprilynne Pike


PIKE, Aprilynne. Vida Após o Roubo. Tradução Sibele Menegazzi. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015. 294 páginas. Título original: Life after theft. Skoob.

Sinopse:
“Kimberlee Schaffer talvez fosse linda de morrer... só que ela acabou morrendo mesmo, há mais de um ano. Agora, precisa da ajuda de Jeff para resolver alguns assuntos pendentes. E não vai aceitar um "não" como resposta.
Quando estava viva, Kimberlee não era apenas uma menina maldosa; era, também, cleptomaníaca. Portanto, se Jeff não quiser ser assombrado pelo fantasma dela até o dia de sua formatura, terá de ajudá-la a devolver tudo que roubou. Rapidamente, porém, ele descobre que é muito mais fácil roubar do que devolver.
Pagar pelos erros cometidos adquire um significado completamente novo nesta versão moderna e inteligente do clássico Pimpinela Escarlate, criada por Aprilynne Pike.”

O que você faria se um fantasma lhe pedisse ajuda para seguir em frente? Surreal não é? Eu não sei bem o que eu faria, provavelmente sairia correndo e gritando, mas para nossa sorte não foi o Jeff Clayson, protagonista de Vida Após o Roubo, fez.

Jeff acabou de se mudar para Los Angeles e logo no seu primeiro dia de aula na escola particular e super exclusiva de Whistestone, ele conhece Kimberlee Schaffer. Ela é linda e super descolada, o problema é que só ele pode vê-la pois a garota está morta. Isso mesmo, vocês não leram errado: Kimberlee morreu há mais de um ano e não consegue seguir em frente. Apesar dela ter sido a garota mais popular da escola, a verdade é que ninguém sentia sua falta, muito pelo contrário, tinha até quem se alegrasse por não precisar mais conviver com seu jeito arrogante e insolente.

Além disso, Kimberlee acredita que ainda está presa nesse mundo porque quando estava viva ela tinha uma doença, era cleptomaníaca, ou seja, tinha uma compulsão para roubar objetos independente do seu valor. Sua compulsão era tanta que ela tinha dezenas de objetos escondidos em uma caverna, e ela pensa que enquanto não devolvê-los aos seus verdadeiros donos não encontrará paz. É aí que entra Jeff, pois ele foi a primeira pessoa a viu e falou com ela depois de mais de um ano.

Kimberlee pede para que Jeff devolva esses objetos, o problema é que roubar é infinitamente mais fácil do que devolver, principalmente porque alguns objetos faziam parte de um conjunto de coisas que desapareceram em um grande roubo na escola. Enquanto tenta ajudar a menina fantasma, Jeff vai conhecendo melhor algumas vítimas e vai perceber que nem sempre é fácil fazer que é certo. E em meio a essas descobertas, Jeff também conhece e se apaixona por Sera, que foi vítima e inimiga de Kimberlee.

Quando peguei esse livro para ler eu esperava encontrar algo leve e descompromissado, divertido e com pouca ou nenhuma profundidade, e de certa forma, é o que ele é. Mas não tem uma escrita pobre ou personagens mal desenvolvidos, tão típicos dos livros desse estilo. Muito pelo contrário, o ponto forte desse livro está justamente na narrativa de Aprilynne Pike. Ágil, divertida e cheia de sacadas, ela me prendeu de tal forma que ainda estou com dificuldade para me despedir do livro.

Os personagens me conquistaram rapidamente. Jeff é doce, inteligente e foi muito fácil acompanhar essa história de dentro da cabeça dele, isso porque a narrativa é em primeira pessoa do ponto de vista dele - e é raro um livro nesse estilo com um narrador masculino. Ele também é responsável pelo despertar de Kimberlee, que no início do livro é extremamente antipática e arrogante, mas aos poucos ela vai percebendo seus erros e se esforça para se tornar uma pessoa/fantasma melhor. E esse é mais um ponto positivo do livro, ver o crescimento dos personagens durante o desenrolar da história.

Por fim, devo dizer que Vida Após o Roubo foi uma das leituras mais divertidas e ao mesmo tempo com uma mensagem profunda que tive o prazer de ter. Os problemas dos personagens (que não são poucos) são tratados com leveza e espirituosidade e, apesar de um pouco previsível, a história reserva muitas surpresas. A autora abordou vários dilemas típicos da adolescência, como a descoberta da sexualidade, o bullying, o uso de drogas e a dificuldade da adaptação a uma nova vida, mas o principalmente, o que me marcou foi a ideia de que para todas as nossas escolhas, há consequências. Mais do que isso, a ideia de que por mais que tenhamos errado, sempre podemos voltar atrás e tentar reparar o mal que porventura fizermos. Recomendo sem restrições!

A Autora

Aprilynne Pike vem criando histórias desde que era uma criança de imaginação fértil. Completou seu bacharelado em escrita criativa aos vinte anos, na Lewis-Clark State College, em Lewiston. Idaho. Tornou-se conheceida pela série Fadas, que vendeu mais de 25 mil exemplares no Brasil. Vive com o marido e os quatro filhos no Arizona.


Avaliação (4/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

17 comentários :

  1. ual! kk quando eu vi que ela já estava morta eu pensei como voce! mas ae com sua resenha, o fato de ser narrado por um homem, a abordagem da autora com esses temas e até o fato da doença da personagem gostei quero ver como qe isso vai se dessenrrolar e se a fantasma va deixar o pobe garoto ficar com a enina mesmo ela sendo sua inimiga! kk Meu Blog Palavra Sem Par

    ResponderExcluir
  2. Quando vi pela primeira vez a capa desse livro fiquei bem curiosa, confesso.
    Um livro que trata de uma doença série, achei interessante. Cleptomaníacos precisam de ajuda.
    E ainda autora usou uma menina morta para dar vida a personagem é curioso, me lembrou até de um filme.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar sobre o livro e confesso que ao ler a sinopse achei a história um tanto clichê. Mas aí fui lendo sua resenha e me surpreendi pelo fato de apesar de divertida, a história ainda passar uma mensagem profunda.
    Fiquei curiosa para conhecer.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Bem surreal isso de só ele ver a garota, queria ler pra ver como foi colocada no papel essa faceta da história.

    Parabéns pela resenha!

    www.misterbonder.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nina, gostei muito do desenho da capa do livro, cativa a gente. Mas a sinopse não me prendeu muito, espero um dia ter a oportunidade de lê-lo para tirar as minhas próprias conclusões.
    Bjs,

    Juliana Duvi
    claqueteliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nina, tudo bom?
    Gostei muito da sua resenha! Ainda não conhecia o livro, mas fiquei bem interessada. Realmente, parece mesmo ser um típico livro daqueles filmes de sessão da tarde, mas é bom saber que apesar dele ser bem divertido e despretensioso, ainda assim, consegue passar alguma mensagem.
    Beijos,
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu faria exatamente como você se um fantasma me pedisse ajuda! Que medo...!!!
    Esse livro me pareceu uma história gostosa e divertida de ler.
    Beijo
    camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Adorei o título do livro, chamo muito minha atenção! Mas a capa é muito brega!
    A trama parece ser bem envolvente, mas nada que me faça ter vontade de ler. Só fiquei curiosa para saber como vai ser essa devolução e se não vão achar que foi Jeff que roubou!

    http://aindamelivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Nina!
    Menina, se me aparece um fantasma pedindo ajuda certamente eu teria um piripaque ali na hora! hahahaha
    É a primeira resenha desse livro que leio e amei! Gosto de histórias assim, com uma trama diferente e mais inusitada, que fogem um pouco dos enredos mais tradicionais.
    Conheço a escrita da Aprilynne da série Asas e gosto bastante. É uma escrita gostosa, sem grandes rodeios e bem dinâmica.
    Já entrou para a lista dos desejados. :)
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Catharina Mattavelli27 de janeiro de 2016 19:04

    Oiiie
    tinha lido outro livro da autora e odiado, mas dar uma chance nova foi ótima escolha para mim, eu adorei o livro, é muito gostoso de ler, sua resenha está ótima, boa dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nina, que livro gostoso. Só pelo que você falou já fiquei morrendo de vontade de ler. Parece ser bem divertido e realmente com reflexões bacanas.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Oi Nina, eu já tinha ouvido falar desse livro antes e já estava bem curiosa, fico feliz em ver que você gostou bastante da obra, isso me anima a ir atrás dele o quanto antes. Parece ser uma leitura gostosa e proveitosa, já quero!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  13. Oie,

    Essa capa é muito linda, e é bem bizarro um fantasma ir atrás de alguém, acho que ninguém iria acreditar em mim hahaah me chamariam de louca, sabe eu me interessei pelo livro, mas como parece ser um livro leve, eu deixaria para mais tarde, não que eu amo histórias pesadas, longe disso. Porém eu tenho outros gêneros que com certeza pularia na frente, quando fosse escolher o livro.

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
  14. Já comecei adorando a sinopse do livro, somente pela capa nunca que eu iria imaginar que o livro se tratava do assunto que aborda. Adorei a sua resenha e fiquei super curiosa para ler esse livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem? Que história mais hilária! Com certeza pessoais normais sairiam correndo gritando morrendo de medo, semelhante no filme E se fosse verdade. Eu acredito que as pessoas ficam presas aqui se tem assuntos inacabados, e se precisam de ajuda, porque não? O livro me chamou bastante a atenção, sua resenha ficou ótima, com certeza está na minha lista para este ano. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  16. Hello! Tudo bem?
    Se um fantasma me pedisse ajuda espero que seja um super gato, ahaha... Mas provavelmente sairia correndo tb.
    Adorei saber mais da historia, nunca tinha lido uma resenha do livro e que bo que os personagens te conquistaram rapidamente, eu me animei mais de ler ao saber disso, pq personagens chatos ninguem merece.
    Varios assuntos abordados e super atuais, vou tentar ler sim.
    Beijos!

    LIVROS E SUSHI - https://livrosesushi.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Oiiie,

    Se um fantasma me pedisse ajuda, eu acho que eu cairia mortinha no chão de tanto medo. Adorei em saber um pouco da estória, gosto de livros que são voltados para jovem e que tratam de assuntos que sofremos, principalmente o bullying, pois tantos sofre. Os personagens me conquistaram e em saber que a leitura é fluída me animou ainda mais para ler. Sem falar na capa, que eu achei linda.

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados