A Mulher Que Roubou a Minha Vida - Marian Keys


KEYS, Marian. A mulher que roubou a minha vida. Tradução Renato Motta. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015. Título original: The woman who stole my life. Skoob.

Sinopse:
“Um dia, andando de carro em meio ao tráfego pesado de Dublin, Stella Sweeney, mãe e esposa dedicada, resolve fazer uma boa ação. O acidente de carro que resulta disso muda sua vida. Porque ela conhece um homem que lhe pede o número do seu celular para o seguro, plantando a semente de algo que levará Stella muitos quilômetros para longe de sua antiga rotina, transformando-a em uma superestrela e também, nesse processo, virando a sua vida e a de sua família de cabeça para baixo. Em seu novo e divertido romance, Marian Keyes narra a história de uma mudança de vida. É tudo muito bom quando se passa de um cotidiano banal para dias cheios de eventos glamorosos — mas, quando essa vida de sonhos é ameaçada, pode-se (ou deve-se) voltar a ser a pessoa que se costumava ser?”

Marian Keys é rainha absoluta do chick-lit e uma das autoras que mais gosto de ler, então imaginem o quanto eu estava ansiosa para ter nas mãos seu novo livro, A mulher que roubou a minha vida. E mais uma vez minha ansiedade foi compensada com um livro fofo, com um enredo incrível e um dos finais mais graciosos que já li.

Stella Sweeney é mãe e esposa e dedicada, que tenta dar o melhor a sua família mesmo que eles não mereçam muito. Ela se casou ainda muito jovem com Ryan, um artista com muito talento e pouco dinheiro, e tem dois filhos: Jeffrey de 18 anos e Betsy de 19. Hoje ela etá divorciada mas o ex marido ainda consegue ser um fardo na sua vida, egoísta e narcisista, sua única preocupação é ter o maior nível de atenção possível. Os filhos agem como se Stella fosse apenas um acessório doméstico, especialmente Jeffrey, que está sempre raivoso e mal humorado.

Um dia, há dois anos atrás, pensando em fazer uma boa ação e atrair um bom carma, Stella sem querer provoca um acidente, conhece Mannix Taylor e tem sua vida totalmente revirada. Após superar alguns obstáculos, ela escreve um livro de auto ajuda e vira uma celebridade instantânea. Agora que caiu no esquecimento, ela tenta escrever um segundo livro e reconectar-se ao que ela pensa que perdeu com a fama.

Mais uma vez Marian Keys elaborou um enredo incrível, muito bem elaborado e fundamentado. A maneira como a história se desenvolve aliada à narrativa leve e descontraída, me prendeu muito, conforme fui entendo a história e os sentimentos nela envolvidos.

Mas mesmo tendo amado o livro, esse não foi um dos melhores da autora que li, pelo contrário, e o que me decepcionou foram os personagens, especialmente Stella. Ela é submissa demais, boazinha demais e muito condescendente com todos. Ela tolera coisas dos filhos, do marido e da irmã que para mim são inimagináveis e o tempo todo eu esperava que ela desse um basta nisso de uma maneira apoteótica, mas não é bem assim que acontece. Com exceção do pai, toda a família de Stella abusa dela e isso me irritou muito.

Mas o que compensa tudo isso é o romance. Para mim foi um dos melhores criados por Keys, e um dos mais hots também. O casal tem muito química e esse foi um dos melhores finais que já li, passei dias suspirando, rsrs.

Concluindo, não é um livro ruim, muito pelo contrário - é Marian Keys! Como disse antes, não é melhor dela, nem o pior, mas é uma história que merece ser lida com muito carinho.

A Autora

Marian Keyes é uma das escritoras irlandesas mais bem-sucedidas de todos os tempos. Embora tenha sido criada em um lar onde escutava muitas histórias, nunca lhe ocorreu que ela mesma pudesse, um dia, se tornar escritora. Tanto que se formou em direito e contabilidade antes de escrever seu primeiro romance, Melancia, um best-seller mundial. Marian mora em Dublin com o marido.

Avaliação (4/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

10 comentários :

  1. Concordo com você ela é rainha dos chick-lit, não li esse livro dela. E te confesso que o último que li dela não terminei.
    Gostei da história da Stella, parece bem coisa da Marian mesmo hehehehe, vou tentar ler este livro.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi Nina, sua linda, tudo bem
    Essa é uma das autoras que pretendo conhecer em breve, confesso que até hoje não li nenhum dos seus livros, nem sabia desse lançamento. Acho que terei o mesmo sentimento que você em relação a ela, nossa, essa família é muito cruel e abusiva, ela merecia uma reviravolta. Ainda bem que o romance é lindo. Embora não seja o melhor, parece ser uma ótima história. Gostei muito da sua resenha, não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hmmm, sei não, esse lance dela aceitar coisas inimagináveis vindas do marido, ser submissa e boazinha demais, me irritaria.
    Nem o "romance" compensaria.
    Em geral, não gosto do gênero, então não tenho interesse.
    Mas que bom que gostou!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina, acredita que eu nunca li nada da autora? gostei muito da tramam mas confesso que para o primeiro livro que lerei dela, eu iria começar por outro, talvez um mais conhecido para depois ler todos os outros. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina, ainda não conheço a escrita da autora. Não sou muito fã de mulheres que aceitam tudo , que são boazinhas demais. Uma hora, tem que fazer acontecer. Apesar de todo o romance, e esse ser o ponto alto do livro pelo que entendi, não sei se leria, não sei se aguentaria a Stella por muito tempo.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  6. Catharina Mattavelli4 de fevereiro de 2016 22:08

    Oie
    eu adorei o livro apesar de não ser o melhor dela, ri muito e me diverti como sempre mas sou suspeita pq amo a autora ahaha sua resenha está ótima e saiu lá no blog também

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gostari de tentar a leitura, parece ser dos livros que amo ler e quem sabe descubro o final dele.

    Beijos
    http://devoreumlivrooufilme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nina

    Nunca li nada da autora. Chick-lit não é bem o gênero que eu mais leio, mas esse parece ser legal, até porque vi uma moça outro dia lendo ele no ônibus e ela tentava ao máximo ser discreta, mas percebi que ela não aguentava segurar o riso kk

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All pop Stuff

    ResponderExcluir
  9. eu não gosto da autora, já tentei ler Melancia mas o livro não saiu de poucas páginas, a escrita dela não funcionou comigo... que familia fdp a dessa protagonista, hein??? Eu não aguento passividade demais...

    ResponderExcluir
  10. Nina, eu nunca li nada da autora.
    Não amo chick-lit, mas gosto.
    Que pena que os personagens não te agradaram tanto, mas pelo menos o romance valeu a pena.
    Quero muito ler algo da autora.

    Lisossomos

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados