A Sereia - Kiera Cass


CASS, Kiera. A Sereia. Tradução Cristian Clemente. São Paulo: Editora Seguinte, 2016. 368 páginas. Título original: The siren. Skoob.

Sinopse:
“Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.”

Sempre tive muita vontade de conhecer melhor a escrita de Kiera Cass, porque sim, eu sou a única alien na blogosfera que ainda não leu A Seleção. Quando a editora me enviou a prova do livro, finalmente tive a oportunidade de matar minha curiosidade e agora trago minhas impressões para vocês.

Um primeiro ponto que precisa ser considerado é que esse foi o primeiro livro da Kiera Cass, lançado de maneira independente. Portanto, nada mais natural do que encontrarmos uma narrativa um pouco mais imatura. A escrita é ágil e envolvente, mas senti que falta algo e que pecou um pouco no desenvolvimento, trechos interessantes são corridos e várias partes desnecessárias demoram uma vida para acabar. Mas não posso negar que é bem instigante, já que não consegui largar o livro.

A mitologia criada é muito interessante. A Água é uma entidade capaz de falar e que tem fome de vidas humanas. Para conquistá-las, ela transforma belas jovens em sereias para que essas a sirvam por cem anos, cantando para atrair naufrágios e assassinar as pessoas; depois desse tempo elas são liberadas para viver suas vidas. Até aí tudo bem, o problema é que essas sereias não tem cauda! Como assim? Achei quase um crime contra as histórias de sereias, já que sua principal característica é ter rabo de peixe.

A personagem principal, Kahlen, também não me conquistou. Ela é insossa, retrógrada e depressiva, reclama o tempo todo e não tem nenhuma perspectiva de vida. Na verdade ela até tem, seu sonho é viver um grande amor e se casar, o que, convenhamos, na situação dela fica bem complicado. Acho super digno uma pessoa querer um grande amor, pois no fundo é o que todos querem, mas o que me incomoda é que o grande sonho da vida da garota seja esse. Como uma pessoa pode viver por 80 anos e não querer alçar voos maiores, não ter um arcabouço cultural que a possibilite ao menos sonhar com outras coisas?

Os outros personagens são o que salvam o livro, principalmente Miaka e Elisabeth, as irmãs sereias de Kahlen. Elas são impulsivas e criativas e as responsáveis por dar um movimento ao livro. Akinli também é um personagem bem interessante e divertido, sempre de bem com a vida, mas muito ingênuo.

Outra coisa que não me convenceu foi o amor exagerado de Kahlen e Akinli. Sei que é quase uma regra nos YAs esse amor instantâneo, mas no caso deles, senti que a dose foi demais. Eles se viram duas ou três vezes, mal tiveram chance de se falar direito e já estavam, literalmente, doentes de amor um pelo outro.

Enfim, A Sereia é um livro leve e instigante, capaz de proporcionar entretenimento para quem busca um romance bem adolescente e despretensioso, e que tenho certeza de que vai divertir muita gente. Por ser o primeiro romance da autora, não é livro ruim, mas espero mais de A Seleção.

A Autora

Kiera Cass nasceu em 1981, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Formou-se em história na Universidade de Radford, na Virginia, e atualmente mora em Christiansburg. Além da série A Seleção, também é autora de A Sereia. Beijou aproximadamente catorze garotos em sua vida, mas nenhum deles era um príncipe.

Avaliação (3/5)






B-jusssssss! ♥
;-p

17 comentários:

  1. Acho que estamos acostumados com a seleção e sempre esperamos por algo melhor! Mas é um livro bastante desejado por mim. Espero ler em breve! Beijos!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nina, é realmente de se levar em consideração que foi a primeira obra independente da autora. Ainda não posso falar nada sobre esse livro, mas sua maneira de escrever em A Seleção acho que convence mais. Pretendo ler esse livro e breve, e saber se crio ou não vínculos com os personagens.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  3. A Kiera escreve para jovens e muito me impressiona como gostam de seus livros. Não tenho vontade de ler nenhum deles.
    Este por falar de sereias até acho interessante, principalmente porque água meio que pega as moças e tudo mais..
    Me parece uma boa historia, pelo menos pra mim, mas leria apenas se ganhasse o livro.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina, eu li toda a série 'A Seleção', gosto do estilo de escrita da autora, mas essa obra não chamou muita a minha atenção.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu comecei a leitura desse livro e achei o início um tanto parado. Mas depois eu fui tão envolvida pela trama que não conseguia mais parar. Foi uma leitura gostosa e que me envolveu. Pena que não gostou tanto assim do livro.

    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, primeiramente posso dizer que a capa é bem bonita, demonstra fineza, segundo, eu não conheço a obra e a escritora, para te falar a verdade não me deu vontade de ler. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Nina, pois é também sou uma Alien, pois não conheço o trabalho da autora, mais por opção mesmo, já que não me identifico com suas histórias. Essa em especial me chamou atenção pelas sereias e tals, mas sem cauda não rola neh. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Menina, corre e vai ler A Seleção! A série, até onde li, é maravilhosa (falta eu ler o A Herdeira). Eu gostaria de ler esse porque, por ser o primeiro título dela, deve ser muito diferente a escrita dela. E essa capa é um amor, foi tirada na Bahia a foto, aliás.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oie! Eu li os três primeiros livros de A Seleção e fiquei com vontade de conhecer mais a escrita da autora, pois essa série é muito boa. Mas a mulher começou a escrever livros sem parar - mais dois para o que antes seria uma trilogia e vários contos - e eu perdi o interesse. Suas opinião a respeito de A Sereia tirou qualquer vontade que eu tinha de ler. Sem contar que o assunto não me encanta muito. Não posso julgar antes de ler, mas me parece que a Kiera só contou de um jeito um pouco diferente a história que todos já conhecemos. Não teve muita originalidade. Mas talvez, se me aparecer a oportunidade de ler, talvez eu mude de ideia. De qualquer forma, eu adorei as suas palavras e como você detalhou a história. Sua publicação ficou maravilhosa.

    Beijos,
    Fernanda Goulart
    imperioimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Livros & Tal...29 de janeiro de 2016 15:20

    Oi Nina!
    Conheci a Kiera pela Seleção e me apaixonei!!
    Morro de vontade de ler esse livro e pretendo fazer isso em breve. Pedi de presente de aniversário hahaha
    Uma pena que teve essa sensação com o livro, espero que pra mim seja diferente.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  11. QUE CRIME, como assim as sereias não tem cauda? MATOU MINHA INFÂNCIA!
    Então, li a seleção e a elite, gostei muito das duas tramas mas não ao ponto de querer continuar a série. Outra coisa é que ela prolongou muito essa série e sabe de uma coisa? ODEIO CONTINUAÇÕES SEM NECESSIDADE!
    Não tenho interesse em continuar lendo seus livros, por mais que tenha gostado da sua escrita!

    ResponderExcluir
  12. Ana Paula Lima Miranda30 de janeiro de 2016 18:49

    Oii!!

    eu não gosto das obras criadas pela autora, mas amo a escrita dela. Acho mega envolvente e viciante, mas é uma pena que ela não sabe desenvolver tão bem as obras. eu estava mega animada com esse lançamento, mas depois de diversas resenhas negativas, eu desisti.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Ain, Nina, morro de vontade de ler outras coisas da Kiera, mas já não fui com a cara da Seleção e depois de todos esses pontos que você falou da Sereia não sei se eu iria gostar, mas quem sabe dou uma chance mais pra frente.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Vou ler esse livro em fevereiro e espero que a leitura seja agradável. Já estou preparada para uma escrita mais crua da Kiera, mas gosto da agilidade que os textos dela tem.
    Não tenho problema com romances que começam rápido, mas em alguns casos fica estranho.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Apesar de ficar um pouco chocada com as sereias perdidas eu gostei da idéia, contos de fada de modificam todos os dias e no século XXI sereia sem partes íntimas não atrairia muita gente rs. Eu acho que vai ser decepcionante pq eu já ficava de saco cheio com as enrolacoes de América. Mas quem sabe eu leio e venho aqui compartilhar com vocês minha opinião?! Bjz

    ResponderExcluir
  16. Ei, tudo bem?
    Ainda não terminei de ler A Seleção, mas lembro de ter curtido bastante a escrita da autora. Adoro essas modificações nos contos de fadas, e fiquei curiosa para ler o livro.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  17. Faço parte do time 'sou alien, não li A Seleção ' hehehehe
    Estava um pouco empolgada e querendo ler esse para conhecer o trabalho da autora mas o fato da sereia não ter cauda me desanimou completamente. e olha que eu já nem estava esperando muito...
    Agora não sei mais se quero ou não ler.
    Beijinhos,
    Lica
    amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p