A Guardiã de Histórias - Victoria Schwab


SCHWAB, Victoria. A Guardiã de Histórias. Tradução Daniel Estill.Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2016. 322 páginas. (The archived, v.01). Título original: The archived. Skoob.

Sinopse:
“Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras.
Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.”

Comecei a ler esse livro completamente no escuro. Como dá para perceber, a sinopse não entrega muito do que se trata, só que é um YA sobrenatural, o que já é o suficiente para me interessar. Mas li pensando se tratar de um livro mais leve, mais juvenil, e não foi isso que encontrei, o que foi uma surpresa tão boa que praticamente devorei o livro.

Mackenzie Bishop tem dezesseis anos e já tem uma carga emocional terrivelmente pesada para carregar. Ela cresceu muito próxima ao avô, e o perdeu há três anos para o câncer. E há quase um ano, seu irmãozinho Ben morreu atropelado enquanto ia para a escola. Como se tudo isso fosse pouco, Mac não é um adolescente normal, ela é uma Guardiã. E o que seria uma Guardiã?

De acordo com o enredo, o mundo é dividido em três territórios: o mundo Exterior, onde todos nós estamos hoje; o Estreito, um local que serve como um espaço transitório; e o Arquivo, local onde são guardadas as histórias. Como o avô, Mac tem o dom de acessar o Arquivo, um local para onde as pessoas vão depois de mortas. Lá elas se transformam em Histórias e são guardadas em estantes como livros. Mas às vezes, essas Histórias acordam e tentam voltar ao mundo dos vivos, e como estão sempre muito confusas elas se desgarram, ficam sem saber onde estão e o que aconteceu, confundem a realidade atual com a que viveram e as pessoas que as cercam agora com as que vivam com elas antes da morte. Em geral, somente crianças e adolescentes se desgarram e para guiá-las de volta ao seu descanso que existem os Guardiões.

Depois da morte de Ben, a família de Mac se destabilizou, mas tenta disfarçar isso sob uma fachada de normalidade. O pai se esconde atrás dos livros, enquanto a mãe vive a mil por hora, cheia de projetos mirabolantes. E é por causa dessa energia excessiva da mãe que a família toda se muda para o Coronado, um antigo hotel que se converteu em um prédio residencial no início do século passado, onde planejam abrir um café, e essa mudança altera tudo na vida de Mac. O Coronado é um prédio muito antigo, e um dos dons dos Guardiões é conseguir ler objetos e pessoas com o toque, e a garota não consegue conter a curiosidade sobre o novo apartamento e descobre que seu quarto foi palco de um assassinato. É aí que as coisas começam a ficar muito estranhas, o número de Histórias desgarradas triplica e elas aparecem cada vez mais velhas, e os Bibliotecários do Arquivo parecem estar enfrentando problemas sérios para manter a ordem.

Para complicar ainda mais a situação, aparecem dois personagens muito estranhos. O primeiro é Wesley, um adolescente com um visual meio emo, meio rock’roll, que é primo de uma das moradoras do prédio e está sempre por perto. O outro é Owen, um Guardião que surge nos Estreitos e salva a vida de Mac durante uma luta com uma História de desgarrada.

Mais do que isso não dá para revelar sem spoilers, e já adianto que aqui não falei nem 10% de tudo que tem no enredo. O livro tem um quê meio gótico, principalmente por ter como cenário um hotel antigo, sem contar com esse tema, né? A morte é tema constante e a autora conseguiu mostrar como cada personagem lida com ela. Outro assunto abordado é a solidão, Mac é muito sozinha e só tem consciência disso quando conhece outro Guardião e passa ter alguém com quem dividir sua vida dupla. O avô a ensinou a construir um muro em torno de si, a viver no silêncio e a se proteger do contato com as pessoas e até poder contar com outra pessoa, ela vivia achando que isso era normal.

Eu fiquei encantada com o universo criado pela autora e amei sua narrativa. Ela é ágil, fluída e envolvente e fica quase impossível largar o livro, é uma aventura em cima da outra. Os personagens são ótimos e todos muito bem explorados, e sabemos pormenores até dos personagens pequenos, e isso me fez querer logo o segundo livro, porque tenho certeza que muitos desses personagens são muito mais do demonstram. Mac é uma garota incrível, muito corajosa e altruísta, que apesar de ter uma carga enorme sobre os ombros, sempre põe a família em primeiro lugar, e eu amei isso nela. Ela é tão atormentada por seu dom e ao mesmo tempo é tão agradecida por ele, porque sabe que é sua única ligação com o avô morto.

Enfim, o livro é incrível e eu recomendo demais! Tem ação, tem suspense e ainda um pouquinho romance, uma história intrigante que vai encantar você.

Série The Archived
  1. A Guardiã de Histórias (The Archived)
  2. The Unbound - ainda não lançado no Brasil

A Autora

Victoria Schwab é autora de The Near Witch, elogiado pelo Kirkus por seu “sabor arrepiante”, além de diversos outros romances, inclusive com o pseudônimo V.E. Schwab, com o qual lançou Um tom mais escuro de magia. Victoria sofre de um sério desejo de viajar, mas, quando não está perambulando pelas ruas de Paris ou vagando pelas encostas britânicas, ela pode ser encontrada em um canto de uma cafeteria em Nashville, bebericando uma xícara de chá e sonhando com monstros.

Avaliação (5/5)






B-jusssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Oi Nina!
    Menina adoro livros que tenham uma pegada gótica com sobrenatural e que tema seja morte!
    Prato cheio para a morticia que habita em mim! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Só que por se tratar de uma série e ainda não estar completa me deixou um pouco desanimada, gosto de ler na seguirmos Sequência, não curto esperar muito, sou ansiosa nível hard!
    Então vou aguardar suas resenhas para decidir se coloco na lista!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nina!
    Caraca! Que premissa maravilhosa! É uma ideia muito legal ver a vida como uma história e a morte como um 'arquivo'... nunca pensei nisso! Faz o lado sobrenatural do livro ter um prato cheio de emoções e enredo! Guardiã e sensitiva.. eu preciso desse livro!... Mas, terei de aguardar os lançamentos das continuações, n to podendo me corroer de espera...! rsrs... beijo e obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Muito bom quando a história surpreende e o autor conquista o leitor.
    Melhor ainda quando a história é bem construída, bem escrita.
    Não conhecia a história, mas fiquei bastante interessada. Apesar que certo receio de histórias que abordam esse tipo de tema: sobrenatural.
    Mesmo assim,morbidade pela dica e aguardo as resenhas dos próximos livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá... tudo bem??
    Não conhecia essa história e nossa fiquei impressionada... pela capa... não dava muita coisa, mesmo a achando bem bonita, mas lendo a sua resenha a curiosidade foi despertada. Achei fascinante... adoro muito o sobrenatural e se tem algo mais gótico, me chama mais atenção ainda... irei colocá-lo na minha listinha... porque quero ler logo assim que eu tiver a oportunidade... fiquei encantada com o assunto abordado e sobre os mundos paralelos... achei a ideia super original... ainda não tinha visto nada parecido... Xero!

    ResponderExcluir
  5. Oi BFF!!!
    Nem sabia que estava lendo esse livro! Aliás, não conhecia o livro. Já fiquei mega curiosa com o enredo e todo o desenrolar, quero ler, mas agora não posso e vc bem sabe hahahhahahahha
    Amei a resenha e vou deixar a dica anotada, quem sabe ano que vem? Hahahhahaha

    Beijokas

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados