A Garota do Calendário: Janeiro - Audrey Carlan


CARLAN, Audrey. A Garota do Calendário: Janeiro. Tradução Andréia Barboza. Campinas, SP: Editora Verus, 2016. 144 páginas. (Garota do Calendário, v.1). Título original: Calendar Girl: January.

Sinopse
“Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.”

Olá Pessoal!! Quem ainda não ouviu ou viu passeando por aí o lançamento da Verus A Garota do Calendário??? O livro foi a aposta da editora para esse ano de 2016 e vem dando super certo, e por isso vim apresentar para vocês essa saga que durará 12 meses.

Mia Saunders é jovem, abandonada pela mãe quando ainda era muita pequena, ela mora sozinha com seu pai e sua irmã Maddy. Mas depois da partida da mãe seu pai caiu no vício do álcool e jogos e desde então Mia vem levando a família e ajudando como pode.
Mas acontece que dessa vez o pai de Mia ultrapassou os limites. Depois de pegar 1 milhão emprestado com o agiota e ex namorado de Mia, Blaine, ele levou uma surra e está à beira da morte na UTI, com a família sendo ameaçada caso a dívida não seja paga no prazo de 1 ano, Mia se vê obrigada a fazer o que for necessário para salvar seu pai e sua irmã, e é assim que ela vira acompanhante de luxo.

Ser acompanhante de luxo, não significa ser prostituta, como última saída Mia aceita a oferta de sua tia Millie dona da empresa, e a partir de agora, a cada mês Mia acompanhará um homem de poder e influência visando quitar sua dívida. Ir para cama com os clientes é uma escolha opcional dela, mas caso aconteça, ela recebe um bônus pelo "serviço".

"Mesmo vestida como uma Barbie, interpretando o papel de uma acompanhante-troféu, eu ainda sou Mia Saunders. A garota que criou a irmã desde que ela tinha cinco anos, que cuidou de si mesma e que iria salvar a vida do pai...mais uma vez. E eu esperava que fosse a última."

Seu primeiro cliente é Wes, um cineasta famoso de Hollywood que precisa de uma acompanhante para minimizar o assédio das fãs, mas o que Mia não esperava é que o cineasta fosse tamanho pedaço de mal caminho, um belo começo para uma saga tão longa.

Wes é apaixonante e Mia é hilária. Apesar de só ter 25 anos, ela é bem madura e sabe o que quer. Depois de tantos relacionamentos fracassados ela está decidida a se divertir e tentar aproveitar esses doze meses da melhor maneira possível, e começando com o Wes não podia ser melhor.

Audrey Carlan tem uma escrita leve e irreverente, desde a primeira página a leitura se torna viciante e apaixonante, não tem como não querer saber o que vai acontecer depois. O trabalho da Verus ficou bem legal, o livro é curto fazendo com que a leitura seja bem rápida, com páginas amareladas e uma letra em tamanho confortável, tudo colabora para que em algumas horas você já tenha devorado o volume.

Se você ainda não conhece a saga de Mia, dê uma oportunidade, o livro é curto, a leitura é gostosa e quem sabe você também não se vicia.

A Autora

Audrey Carlan escreve histórias de amor criadas para proporcionar aos leitores uma experiência sexy e romântica. Além de A garota do calendário, ela é autora das séries Falling e Trinity. Seus livros já figuraram nas listas de mais vendidos de jornais como New York Times, Washington Street Journal e USA Today.
Audrey mora na Califórnia com o marido e dois filhos. Quando não está escrevendo, ela gosta de praticar ioga, tomar uma taça de vinho com as amigas e ler romances picantes.

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Queria muito ler esse livro até descobrir que é série, então qdo eu tiver todos, eu leio
    Amei a resenha,
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu não curto muito esse tipo de leitura, mas confesso que tenho ficado bem curiosa para conferir essa série...parabéns pela resenha!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Não curto livros hot, e a premissa dessa série não me agrada, mesmo que ela seja uma acompanhante e não tenha obrigação de ir pra cama com os clientes pelo que acompanhei dos volumes seguintes ela faz isso em quase todos... Só espero que o pai dela mude no final e pare de fazer a filha passar por coisas assim. Que bom que achou a leitura viciante e apaixonante, mas não é pra mim.

    ResponderExcluir
  4. Eu achei meio exagerado lançar um livro para cada mês. Quando estive na Argentina, vi a edição deles, eles juntam 3 meses por livro, então tem um livro um pouco maior e obviamente menos livros para comprarmos. em compensação, as capas daqui são muito mais bonitas. Bom, independente disso, a trama, apesar de ter lá os seus atrativos, ainda não me fisgou por completo. Quem sabe se eu pegar emprestado e ler, emplaca. Só testando. Bj!

    ResponderExcluir
  5. Eu só tenho um medo maior só que odiar essa obra. Me apaixonar por ela. Pq 12 livros não dá gente. Não. Dá. Hahahaha. Scrr. Gostei muito da sinceridade e do teor da resenha. Sua sensibilidade pra atingir os que não curtem romance Hot foi linda, me atingiu como nenhuma outra resenha, antes eu dizia "não vou ler e acabou" e você me despertou a vontade. Parabéns.

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados