As Cores da Vida - Kristin Hannah


HANNAH, Kristin. As cores da vida. Tradução Flávia Souto Maior. São Paulo: Editora Arqueiro, 2016. 352 p. Título original: True colors. Skoob.

Sinopse
“As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis.
Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza.
Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor.
Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas.
E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade…
Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.”

Minha paixão pela escrita de Kristin Hannah é recente, há poucos meses comecei a ler seus livros e ela conseguiu me cativar de um jeito que sinto que essa paixão será bem duradoura. Seus livros são sinceros, reais e repletos de emoção, portanto uma coisa é sempre certa, em algum momento da leitura você vai chorar, em outros vai gargalhar e com certeza, em vários você vai suspirar. E com As Cores da Vida não foi diferente.

Mais uma vez , Kristin Hannah nos conta de história de amor entre irmãs. Dessa vez elas são três: Winona, Aurora e Vivi An - mulheres que são muito diferentes mas que se completam e possuem um relacionamento baseado na fidelidade e no companheirismo. Elas perderam a mãe muito cedo, e mesmo o pai sendo um homem frio e distante, ele tem uma importância grande na vida das filhas, especialmente para Winona e Vivi An. Enquanto Win deseja desesperadamente a aprovação do pai e não consegue se relacionar com ele por mais que se esforce, para Vivi é tudo muito fácil, os dois são parecidos, amam as mesmas coisas e isso faz dela a filha preferida do pai.

A amizade das três parece inabalável, até que uma série de acontecimentos vão colocá-las de lados opostos. Verdades não ditas, sentimentos ocultos, inveja e ciúmes incontroláveis, um forasteiro muito sexy e até um crime misterioso. Será que o amor e a fidelidade das três irmãs é grande suficiente para sobreviver a tudo isso?

As Cores da Vida foi uma leitura surpreendente para mim. Quando eu pensava que tinha entendido qual o tema do livro, algo novo acontecia e um outro assunto começava a ser discutido. O livro acaba falando de vários tópicos polêmicos, como o preconceito racial, o descaso da justiça para os que são socialmente desprivilegiados, o ciúmes, a inveja - e tudo abordado de uma forma muito franca e realista, fazendo com que impossível não ser tocado pela história.

Os personagens são muito reais e bem construídos, todos com defeitos e qualidades, não há mocinhos e vilões, só seres humanos que erram e acertam, e principalmente, que se transformam e crescem com a história, especialmente Vivi An e Winona. Elas precisam lidar com tantos sentimentos duplos, que em vários momentos acreditei que elas não conseguiriam manter o companheirismo, mas o perdão e a fraternidade entre elas está sempre acima de tudo e de todos. É uma história linda de se ler, uma lição do sentido que família deveria ter.

Não vou falar mais porque não quero revelar demais do enredo, mas acreditem, muita coisa acontece que faz com que esse livro seja uma leitura imperdível. Mais uma vez Kristin Hannah conseguiu me encantar com sua capacidade de narrar sentimentos e situações complexas e de mostrar que, mesmo com tanta injustiça acontecendo por aí, o amor verdadeiro pode vencer as barreiras. Recomendo muito!

A Autora

Kristin Hannah é autora de mais de 20 livros, que já ultrapassaram 12 milhões de exemplares vendidos no mundo. Ela largou a advocacia para se dedicar à sua grande paixão: escrever. No Brasil, já publicou Jardim de Inverno, Por toda a eternidade e O lago místico (Novo Conceito) e, pela Editora Arqueiro, Quando você voltar, Amigas para sempre e O Rouxinol, que está sendo adaptado para o cinema pela TriStar Pictures.
Tem um filho e mora com o marido em Bainbridge Island, no noroeste dos Estados Unidos.

Avaliação (5/5)






B-jusssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Olá, tudo bem?

    Adorei sua resenha, me deu muita vontade de ler! Adoro esses livros que mostram como a família é importante e ao mesmo tempo como é difícil lidar com ela as vezes. Ainda não conhecia a escritora, com certeza vou procurar para ler.

    Beijos,
    Gaby

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Aiin, eu só tenho visto coisas boas a respeito deste livro. E dos outros da autora também *-* Mas não é bem uma leitura que eu considero prioridade no momento, estou curiosa para ler, mas tem outros livros que estão quase me tirando o sono...hehe' Saber que você considera a obra uma leitura imperdível me animou ainda mais!

    ResponderExcluir
  3. Cristiane Rodrigues10 de novembro de 2016 14:25

    Oiii!
    Já tinha lido sobre esse livro e gostado da história.
    Confesso que nunca li nada da autora, mas tenho vontade de conhecer o trabalho dela. Para quem tem irmãos sabe o quanto é dificil esse relacionamento. Eu ainda bem nunca tive mtos problemas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gosto de livros com várias experiências e histórias para contar dentro de um enredo único. E ainda ganha pontos por ser um romance que não trata exclusivamente de um casal, mas sim de um trio de irmãs. Gostei de saber que temas atuais foram bem trabalhados e parecem ter sido com parcimônia. Definitivamente foi pra lista de desejados!

    ResponderExcluir
  5. Oi BFF!
    Morro de curiosidade de ler algo da autora, tenho um livro Dela na estante, mas você sabe como está minha pilha por aqui hahhahah sendo assim ela está na espera! Amei a resenha e o livro realmente parece ser lindo, fiquei mega curiosa.

    Beijocas

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados