Meus Dias Com Você - Clare Swatman


SWATMAN, Clare. Meus dias com você. Tradução Simone Reisner. São Paulo: Editora Arqueiro, 2017. 288 p. Título original: Before you go. Skoob.

Sinopse
“Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta?
Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.
Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?
Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade.
A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.”
Já imaginou ter a chance de voltar ao passado e consertar tudo aquilo que você julga estar errado?

Essa oportunidade é dada à Zoe, a protagonista de Meus Dias com Você, depois que ela perde o marido de maneira trágica. Inconformada com a perda, o que mais a tortura é saber que nem pode se despedir direito de Ed, já que a última conversa dos dois foi uma briga. Mas depois de uma queda, algo muito estranho acontece: Zoe acorda no dia em que conheceu Ed na faculdade e tem a oportunidade mágica de reviver aquele dia. Depois disso, todos as manhã ela acorda em um dia diferente que foi marcante para o relacionamento deles e vai revivendo toda a trajetória de seu casamento: alegrias, frustrações, medos… E Zoe percebe que tem uma nova oportunidade para tentar mudar os eventos que transformaram sua vida.

Acho que todo mundo já sabe o quanto me abalo com livros que falam sobre viuvez, tanto que já é a segunda resenha do tema essa semana. Imagino que seja uma dor absurda perder quem amamos e sempre me solidarizo muito com os personagens - mas infelizmente não foi o caso com Zoe. Mesmo tendo gostado muito do enredo e da narrativa, achei o livro muito preso ao romance e à busca quase implacável de Zoe pelo marido, enquanto que outros temas importantes eram deixados de lado. Acredito que teria sido muito mais proveitoso se a autora tivesse explorado mais a relação dela com a família e com os amigos, levando-a a perceber tudo o que ainda tinha de bom em sua vida, mesmo sem ter Ed nela. Também me incomodou muito a falta de crescimento da personagem. Os mesmos problemas e preocupações que ela tinha no começo do livro permaneceram no final.

"Eu vou levar para sempre o desejo de ter dito a ele algumas coisas que não disse, sempre vou desejar a chance de mudar coisas que fiz no dia em que ele morreu e nos meses e anos antes desse dia. Mas não posso, então tentarei carregar comigo os momentos felizes e esquecer os ruins..."

Tirando esse pequeno detalhe, eu até gostei do livro. A narrativa é uma delícia, muito fluida e instigante, dá vontade de ler tudo em uma sentada. Além disso, o livro traz uma reflexão sobre como estamos tratando as pessoas que amamos, como estando cuidando do nosso relacionamento. Casamento não é fácil, não é o mar de rosas que vemos nos romances e filmes. Com o passar dos anos vem as brigas, as rotinas, as opiniões diferentes, as contas para pagar… É aí que o amor é posto à prova, é quando temos que aprender a tolerar aqueles pequenos defeitos, a tentar conciliar interesses diferentes, e principalmente, a não descontar nossas frustrações no outro. Afinal, nunca sabemos quando será o último momento juntos.

O livro é perfeito para quem procura uma leitura agradável e sem grande pretensões, mas que pode nos trazer boas reflexões. Fica a recomendação, com algumas ressalvas, para os que gostam de romances.

A Autora

Clare Swatman nasceu em 1975 no condado de Essex, Inglaterra. Estudou francês e espanhol na faculdade, mas, para sua vergonha, mal fala uma palavra dessas línguas hoje em dia. Ela é jornalista há tanto tempo que nem se lembra desde quando. Além de escrever para várias publicações femininas, edita uma revista em Hertfordshire, onde mora com o marido e os dois filhos. Meus dias com você, seu livro de estreia, já foi vendido para 18 países.

Avaliação (3/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados