Secos e Molhados

Vc aí!!!
Gosta de Secos e Molhados????
Eu amooooo, adoroooooo
acho que eles foram super e simbolizaram uma síntese de tudo o que aquela época representou: ousadia, coragem, inovação, contestação.
Uma vez, à algum tempo atrás, eu li algo que dizia que se um disco voador pousasse bem no centro do Rio de Janeiro não teria causado tanto impacto no país como foi com a banda Secos e Molhados. Pensa comigo: 1973, auge da ditadura militar, da censura aos meios de comunicação, e me aparece um maluco com a cara pintada, cantando canções com letras ultra inteligentes e rebolando como uma chacrete. É de assustar!
Foi mais ou menos isso que representou a banda Secos e Molhados. E eu adoroooo ver a bagunça que eles fizeram na época, mesmo que por pouco tempo. É por que a foramação classica da banda - João Ricardo (vocais, violão, harmônica), Gérson Conrad (vocais, violão), Ney Matogrosso (vocais), Marcelo Frias (bateria, percussão), Sergio Rosadas (flauta), John Flavin (guitarra), Willy Verdaguer (baixo) - , foi só nos anos de 1973 e 1974. Depois eles se separam por brigas internas.
Mas o que importa mesmo é a intensa produção que eles deixaram, uma herança incalculável, maravilhosa e que eu adora relembrar.
Taí um vídeo que eu achei no You Tube da música Assim Assado, que eu usei como inspiração para nomear o blog, espero que gostem:





; )

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados