Doce Relíquia Mortal - Nora Roberts & J. D. Robb


ROBERTS, Nora; ROBB, J. D. Doce Relíquia Mortal. Tradução: Renato Motta. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015. 532 páginas. (Série Mortal 17.5). Título original: Remember When. Skoob

Sinopse:
“Romance e emoção no novo livro de Nora Roberts, escrito em parceria com seu pseudônimo J.D. Robb.
Laine Tavish é a conhecida dona da Doce Relíquia, uma encantadora loja de antiguidades. Seus clientes, no entanto, nem imaginam que ela é filha de um trapaceiro conhecido pela polícia e que cresceu como uma fora da lei, sempre se mudando de cidade. Mas o passado de Laine acaba por alcançá-la. Seu tio há muitos anos desaparecido visita a Doce Relíquia e deixa um misterioso alerta antes de morrer atropelado por um carro. Logo em seguida, a casa de Laine é saqueada. Agora, as respostas sobre quem a persegue – e por quê – precisam ser encontradas por ela e pelo enigmático e atraente Max Gannon. E uma fortuna em diamantes roubados e desaparecidos faz parte desse mistério.
Décadas depois, na Nova York do ano 2059, uma boa parte do velho tesouro que Laine e Max tanto buscaram continua sumida. Mas agora há mais alguém à procura dos diamantes; uma pessoa disposta a matar por eles.

Doce Relíquia Mortal é uma jornada eletrizante onde se misturam o romance e a emoção nos dias de hoje com o suspense futurístico de várias décadas adiante. É uma história cheia de trapaças e segredos, de mulheres fortes e homens fascinantes – uma combinação incrível das duas facetas de Nora Roberts, autora amada por fãs de todo o mundo.”

Antes de começar essa resenha, tenho que admitir aqui que nunca li nem um único livro da Série Mortal. Sei dos elogios e que muito gente ama, mas são tantos livros que morro de preguiça em começar a série. Mas sempre quis conhecer a obra e, quando a Bertrand lançou Doce Relíquia Mortal, vi que essa seria minha grande chance.

Além disso, acho que todo mundo sabe que J. D. Robb é um pseudônimo da Nora Roberts, então eu imaginava como seria isso dela escrever um livro com ela mesma!

Antes de começar a leitura fiz uma pesquisa para saber se conseguiria acompanhar a história mesmo sem ter lido a série e descobri que na verdade, Doce Relíquia Mortal é um conto e que sua leitura não afeta a sequência da série. Então mergulhei de cabeça!

A primeira parte do livro, que é escrita por Nora Roberts, se passa em 2003 e conta a história de Laine, dona de uma loja de antiguidades chamada Doce Relíquia. Tudo estava muito bem até o dia em que uma homem entregou a ela uma cartão e ao sair foi atropelado. Antes de morrer, Laine reconheceu o homem como Willie, um amigo e comparsa de golpes de seu pai. A partir daí sua vida se transforma em uma confusão envolvendo uma caçada a diamantes preciosos e o irresistível investigador particular Max Gannon, que está disposto a tudo para encontrar a fortuna roubada. A atração entre os dois é imediata, mas o que Laine não imagina é que Max pensa que ele é uma criminosa!

Essa primeira parte da história, chamada de Doce Relíquia, foi escrita por Nora Roberts e tem todas as características dela. O casal é uma graça juntos, cheios de química e bom humor, e enfrentam suas dificuldades sem mimimis. Laine é o tipo de mocinha que gosto nos livros, independente e que não precisa ser salva. Mas Max é tão perfeito que até dá vontade de ser salva por ele, rsrsrs. Aliás, esse é um dos talentos indiscutíveis de Nora, criar mocinhos de arrancar suspiros. E a gente passa a primeira parte do livro assim, suspirando…

A segunda parte do livro, Relíquia Mortal, se passa cinquenta anos depois, quando a detetive Eve Dallas ao investigar um assassinato, percebe que o crime tem ramificações que o ligam ao roubo não solucionado décadas antes. Parece que alguém está atrás da parte dos diamantes que nunca foi encontrada, mas com os ladrões originais mortos, quem mais poderia estar por trás do crime?

Essa segunda parte é simplesmente incrível! A escrita de Nora Roberts muda completamente quando ela incorpora J. D. Robb e é como se fosse duas pessoas completamente diferentes. O livro passa a ter bem mais ação e cenas calientes. Adorei o mundo futurístico que ela descreve, as inovações tecnológicas e, principalmente, o Roarke, marido da tenente, kkkk.

Mesmo não tendo lido nada da série Mortal, não tive dificuldades em acompanhar a história. Percebi algumas lacunas, itens que devem ter sido abordados nos livros anteriores, mas nada que atrapalhou a leitura. Na verdade, ele só conseguiu acender ainda mais meu desejo de ler a série toda. Sabia que era incrível, mas não imaginava o quanto. A tenente Dallas tem uma língua afiada e uma coragem impressionante, e apesar da investigação ter alguns pontos óbvios, foi uma delícia acompanhar.

Eu adorei o livro que, mesmo sendo um pouco longo com mais de 500 páginas, não foi nem um pouco cansativo. Recomendo para todos que buscam uma boa leitura, já que tem de um tudo aqui: romance, erotismo, ação, suspense, aventura, tudo na medida certa para agradar!

Série Mortal

  1. Nudez Mortal (Naked in Death)
  2. Glória Mortal (Glory in Death)
  3. Eternidade Mortal (Immortal in Death)
  4. Êxtase Mortal (Rapture in Death)
  5. Cerimônia Mortal (Ceremony in Death)
  6. Vingança Mortal (Vengeance in Death)
  7. Natal Mortal (Holiday in Death)
  8. Conspiração Mortal (Conspiracy in Death)
  9. Lealdade Mortal (Loyalty in Death)
  10. Testemunha Mortal (Witness in Death)
  11. Julgamento Mortal (Judgment in Death)
  12. Traição Mortal (Betrayal in Death)
  13. Sedução Mortal (Seduction in Death)
  14. Reencontro Mortal (Reunion in Death)
  15. Pureza Mortal ( Purity in Death)
  16. Retrato Mortal ( Portrait in Death)
  17. Imitação Mortal ( Imitation in Death)
  18. Dilema Mortal
  19. Visão Mortal
  20. Sobrevivência Mortal
  21. Origem Mortal
  22. Recordação Mortal
  23. Doce relíquia Mortal ( Nora Roberts & JD Robb)
  24. Nascimento Mortal ( previsão – segundo semestre 2015)

A Autora

Nora Roberts começou a escreve em 1979. Depois de várias rejeições, seu primeiro livro, Almas em Chamas, foi publicado em 1981. Desde então ela não parou mais.
Sucesso e todo o mundo, Nora já escreveu mais de 200 livros, publicados em mais de 35 países e traduzidos para 25 idiomas. Seus títulos são presença constante na lista de mais vendidos do The New York Times.
Nora tem mais de 500 milhões de livros vendidos e foi a primeira mulher a figurar no Romance Writers of America Hall of Fame. Também recebeu diversos prêmios, entre eles o Goden Medallion, da Romance Writers of America, o RITA e o Quill. A revista The New Yorker já a chamou de “a romancista favorita dos Estados Unidos”.

J. D. Robb é o pseudônimo que Nora Roberts usa para escrever os livros da Série Mortal, que possa em uma Nova York futurista e acompanha as investigações da tenente Eve Dallas. A série já possui 51 livros publicados, dos quais 23 já foram lançados pela Bertrand Brasil.

Avaliação (5/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

9 comentários :

  1. Só eu sou desligada ao ponto de não saber que essa série tem tantos livros?! Vou morrer e não leio metade deles ç.ç
    Estou muito curiosa com Doce Relíquia Mortal e apesar de não ter lido nenhum livro da série, fiquei aliviada ao saber que este é um conto e que apesar das pequenas lacunas posso ler tranquila - até porque se fosse pra ler todos iria mumificar pois tenho diversos outros na lista.
    Gostei muito da resenha e espero gostar do livro tanto quanto você, caso comece a ler a série, espero resenhas.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Déborah Araújo3 de julho de 2015 22:46

    Minha nossa que série gigante! :o
    Eu não li nada da Nora Roberts sem serromance de banca.
    E por essa série ter um tom meio investigativo é bem provável que eu não vá curtir, mas tenho uma amiga que é surtada nessa série que se não leu todos tá perto.
    Que bom que por ser um conto não influencia na leitura da série.


    Lisossomos

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina, que interessante a Nora escrever o mesmo livro usando seu nome original e o pseudônimo... fiquei imaginando se havia diferenças na forma da escrita. E realmente, a série é muito grande, eu jamais leria kkkk. Mas foi legal ter esse livro "extra", a premissa e o enredo muito bons! Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  4. Oi oi
    Eu também escuto varios pontos positivos desta série, mas diferente de você eu ainda não li nenhum :/
    O nome já esta na minha lista espero que logo eu consiga ler, mas a lista é enorme!!!
    Essa Nora "nem gosta" de uma série que tenha de tudo né rsrs

    Beijoos
    www.blogmaiscafe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina!
    Eu adorei ler essa história, e dá para notar perfeitamente a diferença da narrativa da autora \o/

    Muito bom!!

    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nina!!!
    Amo os livros da Nora e já li quase todos, menos os que ela escreveu com o pseudônimo J.D.Robb. Fico feliz que o livro possa ser lido independentemente da Série Mortal, porque vou aproveitar para matar minha curiosidade e conhecer esse "outro lado" da minha escritora favorita.
    Beijos... Elis Culceag * www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Nina!!
    Primeiro preciso dizer que Aaaamo a escrita da Nora, e assim como você só não comecei a série mortal por possuir muuuitos livros.
    Como você disse que ela muda completamente sob o pseudônimo, fiquei curiosa para ver esse outro lado da diva Nora.
    Amei sua resenha e estou realmente muito tentada a furar a fila e colocar esse livro na frente de outros, quem sabe assim me animo a ler a série toda.
    Bjos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina!
    Eu acho linda essa capa e todas as outras!
    Mas acho que não me encarnaria a ler, muitos livros gente! KKKKK.
    Mas para quem gosta de muitos livros, é uma boa pedida com certeza.
    Beijoos.

    ResponderExcluir
  9. Luciana Martinho7 de julho de 2015 12:49

    Nina!
    Como assim 51 livros?! Para!!
    Eu tô aqui me matando pra terminar um, imagina 51!!
    Nunca li nada dessa série, acho que por não me interessar nunca por nada dela, mas ao saber que são 51 livros, já me deixa um pouco curiosa, como a autora consegue se prolongar tanto?!
    Acho que vou pegar o primeiro pra ler em breve, não li nada da Nora, mas quero conhecer em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados