Obsidiana - Jennifer L. Armentrout


ARMENTROUT, Jennifer L. Obsidiana. Tradução Camila Pohlmann. Rio de Janeiro: Valentina, 2015. 320 páginas. (Saga Lux, v.01). Título original: Obsidian. Skoob.

Sinopse:
“Começar de novo é uma porcaria. Quando nos mudamos para West Virginia antes do último ano de curso, eu tinha me resignado ao sotaque engraçado, ter conexão de internet ruim e me cansar da vida monótona como uma ostra... Até que eu vi meu vizinho sexy, tão alto e com esses impressionantes olhos verdes. As coisas pareciam estar melhorando. E então ele abriu a boca. Daemon é insuportável e arrogante. Nós não nos damos bem. Nada, nada bem mesmo. Mas quando um estranho me atacou e Daemon congelou o tempo, literalmente, com um movimento de sua mão... Bem, algo aconteceu... Inesperado. O sexy alienígena que vive do outro lado da rua. Sim, você ouviu direito. Alien. Acontece que Daemon e sua irmã têm uma galáxia cheia de inimigos que querem roubar suas habilidades, e o toque de Daemon fez com que eu parecesse um daqueles sinais luminosos em Las Vegas. A única maneira de sair dessa viva é ficar colada a Daemon até que minha "luz" extraterrestre se apague. Isso se eu não matar a Daemon antes, claro.”

Obsidiana é um livro que chegou no mercado nacional fazendo muito barulho e conquistando fãs fervorosos, e só isso já seria o suficiente para chamar minha atenção. Mas além disso o livro é um sobrenatural, gênero que amo e que já li vários no estilo. Já li com vampiros, anjos, lobisomens, imortais, elfos… mas aliens? É a primeira vez que vejo e não poderia perder essa oportunidade.

Assim que comecei a leitura foi impossível não compara com Crepúsculo, todos os clichês de um estão presentes no outro, até o brilho, é só trocar o vampiro pelo alien e tirar o lobisomem. Mas Crepúsculo é uma fórmula vitoriosa e não teria porque não dar certo, certo? Quase.

Katy é uma menina adorável, porém muito fechada e reflexiva. O bacana é ela ser blogueira literária e nesse ponto me identifiquei muito com a rotina dela de fazer resenhas, vídeos e receber pacotes. Logo no começo do livro ela está com uma camiseta com os dizeres: “O Meu Blog É Melhor Que Seu Vlog” e isso me fez rir alto. O problema são os momentos Bella Swan em que ela não reage, não responde, e fica olhando as coisas acontecerem como se não fosse com ela. Mas mesmo assim senti simpatia por ela.


O meu grande problema foi com Daemon. Ele é lindo, sarado, dono de incríveis olhos verdes, mas é um babaca. Ele maltrata Katy o tempo todo, fala absurdos para ela, e ela continua pagando um pau quilométrico por ele, e não há nada nesse mundo que me faça aceitar esse comportamento. Eu sei que ele queria proteger a irmã e guardar seu segredo afastando Katy, mas não entendo porque ela aceita isso e porque continuava falando com ele. Se fosse eu, na primeira má resposta tinha mandado ele à merda, pode ser gostoso que for.

Em algumas cenas ficava claro que Daemon praticava o gaslighting com Katy, que é uma forma de abuso psicológico no qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas para favorecer o abusador ou simplesmente inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória, percepção e sanidade. Ou seja, sempre que lago estranho acontecia, ele tentava convencê-la que ela era a louca, e garota caía como um patinho. E mesmo depois que ela descobre a verdade sobre eles, Daemon continua sendo um babaca e isso me irritou tanto que chegou a atrapalhar a leitura.

Para atestar minha impressão, vou deixar um quote para vocês. Aqui Katy acabou de quase ser atropelada pelo caminhão e Daemon para salvá-la teve que revelar seus poderes. Olhem só esse diálogo:

"- Não fiz de propósito.- Levei minha mão trêmula até a sua testa.
- Fez, sim. - Ele balançou a cabeça. - Por que você tinha que vir pra cá, Kat? Por quê? Eu… a gente estava indo muito bem e, de repente, você apareceu e tudo virou um inferno. Você não faz ideia. Merda. Pensei que a gente fosse dar sorte e você fosse embora logo.
- Desculpa ter ficado." (p.151)

Viram como ele claramente transfere a culpa de tudo o que aconteceu para ela? Ela só estava ali e quase foi atropelada porque ele a tirou de casa, a levou para caminhar e a maltratou tanto a ponto dela sair correndo feito uma louca e entrar na frente do caminhão. Acho que a autora precisaria ter escrito mais cenas mostrando um lado doce e apaixonado dele para tentar desfazer essa má impressão que fiquei, para redimí-lo das babaquices. Mas imagino que isso vá acontecer nos próximos livros.

No mais, o livro segue sem novidades. Os aliens pertencem a uma raça chamada Luxen, que são feitos de luz e são perseguidos pelos Aruns que, obviamente, são feitos de sombra. E os Aruns querem roubar a luz e os poderes dos Luxens. Só isso já dá um belo enredo. As cenas de luta são muito boas, e fiquei imaginando que um filme sobre isso seria incrível, cheio de efeitos especiais bacanas.

Dos personagens secundários, Dee foi minha preferida, ela é muito divertida e alto astral. Os outros Luxens pouco aparecem, mas se fazem de superiores, especialmente Ash. Enquanto Dee é como Alice, Ash é a encarnação de Rosalie Cullen, rsrs.

A narrativa de Jennifer L. Armentrout é ágil e fluída, o enredo se desenvolve bem e a trama criada para esse volume é encerrada sem deixar pontas. Só uma decisão importante de Katy fica para o próximo volume, mas devo dizer que isso foi o que mais gostei na história, pois esperei que ela fizesse isso o livro inteiro! (Se você já leu vai entender do que estou falando, rsrs).

Enfim, tirando a birra que fiquei de Daemon, é um livro bom, leve e divertido. Mas mesmo os defeitos detestáveis que vi nele, acredito que serão redimidos no segundo livro, assim espero. Recomendo para quem curte um sobrenatural, e se você gostou de Crepúsculo leia sabendo que poderá encontrar sua nova série amorzinho!

Saga Lux
  • Obsidiana 
  • Onyx
  • Opal
  • Origin
  • Opposition

A Autora

Best-seller internacional com mais de 1 milhão de livros vendidos e número 1 da lista do New York Times, Jennifer L. Armentrout vive em Martinsburg, West Virgínia. Quando não está concentrada escrevendo, ela passa o tempo lendo, assisitindo filmes B de zumbi e curtindo ao lado do marido e do seu jack russell, Loki.
O sonho de virar uma escritora começou na aula de álgebra. Ela passava a maior parte do tempo escrevendo contos - o que explica as péssimas notas em matemática. Jennifer é autora de paranormais para jovens, ficção científica, fantasia e romances contemporâneos. Obsidiana foi vendido para o cinema, enquanto Covenant será transformada em série de TV. Um de seus livros, Não Olhe Para Trás, foi escolhido em 2014 o melhor de ficção para jovens pela Young Adult Library Services Association (YALSA).
Jennifer também escreve romances adultos contemporâneos e paranormais, usando o pseudânimo de J. Lynn.

Avaliação (3/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

15 comentários :

  1. Oiii, tudo bem?

    Eu estou com vontade de ler esse livro, já faz um tempo, acredite apenas pela capa!!! Mas, como falou sobre crepúsculo quem sabe pode ter aumentado minha vontade, porque eu gosto. Acho legal.

    Beijoooos

    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!


    Já vi algumas resenhas dele e, definitivamente, não o leria, ainda mais porque você comparou a Crepúsculo, que é outra saga que não curti.


    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina, já tinha ouvido falar sobre essa obra em alguns blogs, a capa é bem interessante, só não sei se leria pela forma como você comparou-a com 'Crepúsculo', pois não curti muito esse último.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Olha, havia lido algumas resenhas e estava bem interessada em ler esse livro, mas agora que você destacou essa semelhança com Crepúsculo me desanimou totalmente e não sei se leria mais, acho que se for ler agora será bem mais para frente.


    Beijos e feliz ano novo,
    Andy!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina, desde que esse livro foi lançado eu tenho vontade de lê-lo, eu gosto bastante de um livro com essa pegada sobrenatural e pela trama parece ser muito bom mesmo, já está na minha lista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?

    Estou bem curiosa com esse livro, mesmo com os pontos citados na resenha. Parece ser uma história adolescente, e a maior parte dos adolescentes não raciocinam direito (eu fui assim), acho que por isso entendo algumas atitudes da protagonista. Espero gostar bastante do livro quando eu o pegar, vamos ver né.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Gostei muito da capa do livro, não só da capa como da sua resenha. Mesmo com alguns pontos citados, eu me interessei e leria esse livro tranquilo e calmo, vou anotar na listinha, antes que eu esqueça o nome.

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não senti vontade de ler esse livro e agora lendo sua resenha já perecebi que realmente não é o estilo de livro que quero ler no momento, quem sabe no futuro eu consiga me render a ele. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi. eu não curto os livros da Valentina, esse, apesar da ótima resenha que fez, não ficou atras.

    ResponderExcluir
  10. Ana Paula Lima Miranda26 de dezembro de 2015 22:00

    Oiii!!

    Acho que é normal quando lermos uma obra e comparar com outros livros né? Eu não li ainda e estou fugindo de novas séries, mas eu acho que a obra tem elementos bons que fazem valer a leitura.
    Gostei da sua resenha, foi bem direta e sincera!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Confesso que quando eu vi que a editora ia lançar esse livro e via essa capa eu não curti muito, achei essa capa meio estranha rs' não gosto muito de verde rs... e por isso nem li sinopse e tal,mas lendo a sua resenha fiquei curiosa, já que não sou muito de ler livros com alienígenas, seria uma nova experiencia. Gostei de saber mais sobre a história e que bom que as coias são bem amarradas, mesmo com continuação. Espero ler em breve!

    Beijos!

    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  12. Oi Nina, realmente, o lançamentno desse livro foi um burburinho só, mas não faz muito meu gênero, especialmente por ser uma saga, e pelo q vc conta, já ficaria chateada se o protagonista fosse tão irritante assim. Espero que melhores nos próximos livros. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Nina, essa fórmula meio semelhante a crepúsculo não conseguiu me animar, ainda mais por ser com alienígena. É muito bizarro! E esse Daemon é um babaca. Sem nenhuma vontade de ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Oiie Nina,

    Já vi várias resenhas desse livro, mas nunca me chamou atenção, acho que é por não gostar do gênero sobrenatural, então ele não me encantou. Apesar de ter amado Crepúsculo, esse não leria mesmo rs

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  15. NINA, NÃO!!!
    Mentira que é uma bella, não vou suportar isso T_T Como assim o Alien brilha, mano?! Cadê criatividade dessas autoras? Eles poderiam ter olhos de gatos, dedos enormes, testas pontudas, mas brilhar, pra que mano?!
    Gente, descobri que minha avó faz gaslighting com a minha mãe, vive distorcendo a verdade pra minha mãe ficar confusa, meo deos
    Ai Nina, o pior é que é uma série, não sei se aguento mais um monte de gente brilhosa de novo pela net T_T
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados