O Último dos Canalhas - Loretta Chase


CHASE, Loretta. O Último dos Canalhas. Tradução Alves Calado. São Paulo: Arqueiro, 2015. 304 p. (Scoundrels, v.4). Título original: The last hellion. Skoob.

Sinopse:

O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

Loretta Chase foi uma das minhas melhores descobertas de 2015. O Príncipe dos Canalhas me surpreendeu tanto que fez com que me rendesse definitivamente ao Romance de Época e justamente por isso eu estava muito ansiosa para ler O Último dos Canalhas e tirar a prova dos nove sobre a autora. E sabem a qual conclusão cheguei? É muito melhor do que o primeiro!

Vere e Lydia protagonizam um dos romances mais sexy e divertido que já li. Ele é o duque de Ainswood, mas como recebeu o título depois da morte de vários parentes que amava, rejeita o título e não cumpre suas obrigações como nobre, nem mesmo com as primas órfãs que estão sob sua tutela. Ele leva uma vida desregrada com muitas bebedeiras e prostitutas e por isso sua fama da canalha, mas o que ninguém imagina é que por trás de tanta marra exista um homem solitário e atormentado pela perda da família.

Já Lydia tem origem humilde e precisou lutar muito para conquistar o que tem. Ela é jornalista na revista Argos e escreve artigos denunciando o abuso contra mulheres, especialmente contra as jovens garotas que são prostituídas por Coralie Brees, conhecida como a pior cafetina de Londres. Além de matérias feministas, ela também é autora de novela “A rosa de Tebas”, onde narra as aventuras de uma heroína em fascículos de dois capítulos na revista. Mas como se trata de uma obra romântica e comercial, Lydia assina com o nome de S. E. St. Bellair e ninguém sabe que ela é a responsável pelo estrondoso sucesso literário.

O caminho dos dois se cruza da pior maneira possível. Enquanto Lydia enfrentava Coralie para salvar um jovem de suas garras, Vere se mete tentando apartar o confronto e acaba possibilitando a fuga da cafetina. Os dois discutem e o duque finda nocauteado no chão com um soco no nariz dado pela jornalista. Agora ele quer se vingar a todo custo manchando a honra da moça, enquanto tudo o que ela quer é manter sua liberdade e seus princípios feministas bem longe do canalha.

Foi impossível para mim não me apaixonar por Lydia, além dela ser dessas mocinhas super independentes e que nunca precisam ser salvas, ela é inteligente e feminista. Isso mesmo, em pleno século XIX, ela defende com unhas e dentes o emponderamento feminino e luta por isso. Seus artigos denunciam a péssima situação das mulheres na sociedade, e além disso, ele se envolve em ações reais para mudar a situação. Me identifiquei muito com ela, com seu espirito libertário e seus ideais revolucionários.

Vere também é apaixonante. Depois que cai sua máscara de canalha, descobrimos um homem corajoso que só precisava de um bom motivo para enfrentar e exorcizar seus fantasmas. Sem contar que ele é muito sexy e um forte candidato ao Top Piriguetagem Literária 2016.

A narrativa de Loretta Chase é fluída e extremamente envolvente. O enredo se desenvolve rápido e tem muitas aventuras e reviravoltas. Além disso, de uma forma muito leve, trata de temas relevantes, principalmente pela conquista de direitos das mulheres.

Recomendo demais esse livro, principalmente se você gosta de dar boas risadas: as apostas que o casal faz são hilárias! E com certeza essa leitura vai estar entre as melhores do ano.
Ah, e o livro é o quarto volume da série Scoundrels (Canalhas), mas a Editora Arqueiro está lançando fora de ordem. Entretanto, isso não atrapalha a leitura já que as histórias são independentes e os personagens tem poucos vínculos - Vere é o melhor amigo de Dain, protagonista de O Príncipe dos Canalhas, inclusive ele aparece na história. Portanto pode se jogar na leitura sem medo que não há continuação para você passar meses aguardando, rsrs.

Série Scoundrels

  • The Lion’s Daughter (#1)
  • Captives of the Night (#2)
  • O Príncipe dos Canalhas (Lord of Scoundrels) (#3)
  • The Mad Earl’s Bride (#3.5)
  • Three Times a Bride (#3.5)
  • O Último dos Canalhas (The Last Hellion) (#4)

A Autora

Loretta Lynda Chekani nasceu em 1949 numa família albanesa. Assim que aprendeu a escrever, passou a pôr no papel as histórias que inventava. Formou-se em inglês pela Clark University, onde trabalhou meio período como professora, ao mesmo tempo que escrevia roteiros. Foi quando conheceu um produtor que a inspirou a publicar suas histórias. Os dois acabaram se casando. Com o sobrenome do marido, Loretta Chase vem publicando romances históricos desde 1987, pelos quais ganhou vários prêmios, inclusive o RITA, da Associação Americana de Escritores de Romances, por O príncipe dos canalhas.

Avaliação (5/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

17 comentários :

  1. Oiee,
    Esse gênero não me interessa muito, mas acho as capas lindas e vejo muitaaa gente falando desse livro, quem sabe um dia eu leia.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Os livros da Loretta me parece ótimos. Gosto de romances de época.Porém evito ler demais.
    Protagonistas feministas na época do livro são tão sensacionais, acho que isso é uma das coisas que me chama atenção.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Eu tenho tanta vontade de ler este livro, ou os livros desse gênero, ainda não parei pra realmente escolher alguma obra. Mas, gostei bastante e sempre ficou curiosa por este livro.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. eu já tô saturada de romance histórico, ultimamente houve um boom no gênero rsrs
    com relação ao último dos canalhas, eu achei interessante o lance da protagonista escrever denuncias sobre os abusos sofridos por mulheres, acredito que a personagem iria me conquistar só com isso, mas percebo que ela vai além disso... mas a trama em si não me chamou a atenção... se eu ler, não vai ser no momento...

    ResponderExcluir
  5. Nina, realmente é impossível não se apaixonar por um bom canalha ainda mais quando ele se mostra um homem que toda mulher quer na sua vida.
    Eu ainda prefiro o Dain, mas a Lydia é muito maravilhosa e adorei ela, mesmo ela tendo sido um porre algumas vezes.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho sérios problemas com livros de époc hots. Não consigo mergulhar de verdade nas estórias. Mas sem dúvidas elas são costumas ser muito divertidas, e ao que parece esse livro não foge dessa regra também. Agora, eu não tinha idéia que na verdade foram publicados os livros 3 e 4 pulando os 2 primeiros.

    Bjs.

    Ciadoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Menina essa série é um sucesso hein! Não teve uma resenha que li que fosse negativa. Mas confesso que de tanto falarem bem desses livros e de amigas já terem me indicado, estou pensando em conhecer esse casal, vou nem comentar sobre o fato da protagonista lutar pelo emponderamento das mulheres, pois só por saber disso mal conheço a moça e já a considero muito! kkkkkk

    Beijos.
    http://www.escritacolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, está todo mundo falando desse livro, acho que apesar de não curtir muito a temática vou ter que me render a essa série.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  9. Oii Nina, tudo bem?
    A cada resenha que leio sobre esses livros fico mais e mais interessada na leitura. O Ultimo dos Canalhas parece ótimo!! Quero ler o primeiro esse ano ainda, e quem sabe pego esse logo em seguida :D Adorei a resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    esse livro está sendo muito falado. É uma leitura romance de época, sinceramente não me atraiu muito, talvez eu deixe passar. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  11. Catharina Mattavelli25 de fevereiro de 2016 20:46

    Oie
    não imaginava que o livro tinha um toque de humor hahah acho bem legal o título mas não sou fã do gênero, nunca tive vontade de ler, mesmo assim, boa dica para quem curte

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Li resenhas que não foram tão positivas quanto a sua, flor, sobre essa obra, mas não me desanimei a conhecer o último dos canalhas (rs). Gostei muito da sua opinião e o fato de você mencionar que é um romance com comédia me deixou ainda mais inclinada a adicionar essa obra entre minhas prioridades (rs). Eu pretendo antes ler O Príncipe dos Canalhas, pois já o tenho por aqui, para depois ler essa obra. Acho que vou me encantar!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Nina...
    Sou completamente apaixonada por livros de época e estou louca para ler essa série!
    Adorei a sua resenha e a forma apaixonada que falou sobre o livro!

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  14. Oieee!
    Nunca tive curiosidade suficiente para ler este livro, mas também não sabia que nele também tinha humor!!! Parabéns, me convenceu a ler!! Ótima resenha!

    Bjss
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Nina, tudo bom?

    Confesso pra você que eu nunca me interessei por romances de época, mas, ao saber da força e independência da personagem e que há bastante humor, você me convenceu a tentar. Assim que a oportunidade surgir, lerei!

    Abraços,

    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi BFF!!!!
    Eu amei o príncipe dos canalhas e estou doida pra ler esse, além do que vc sabe bem que confundi tudo e li o errado! Amei a resenha, gosto muito da forma como você escreve!!!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Nossa, já li tantas resenhas desse livro (sério, muitas mesmo), mas nenhuma falou do livro como a sua (#diferentona rs). Não sabia que a protagonista, Lydia, era uma personagem tão interessante assim. Criticar a situação das mulheres e defender o empoderamento feminino nessa época era algo bem difícil. Creio que nunca li um livro onde demonstre como é a vida de uma feminista sem ser no século 21. Olha, esse livro passava bem longe da minha lista de leitura, mas agora pretendo lê-lo, creio que posso gostar bastante dele. Parabéns pela resenha e abordagem única.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados