Nós Dois - Andy Jones


JONES, Andy. Nós Dois. Tradução Ângelo Lessa. Rio de Janeiro: Suma de Letras, 2016. 272 p. Título original: The two of us. Skoob.

Sinopse
“Se apaixonar é fácil. Difícil é o que vem depois.
Durante dezenove dias, Fisher e Ivy vivem uma relação idílica e são praticamente inseparáveis. É claro que os dois sabem que estão destinados a ficar juntos para sempre, e o fato de se conhecerem tão pouco é apenas um detalhe. Nos doze meses seguintes, período em que suas vidas mudam radicalmente, Fisher e Ivy percebem que se apaixonar é uma coisa, mas manter uma relação é algo completamente diferente.
Nós dois é um romance honesto e emocionante sobre a vida, o amor e a importância de dar valor a ambos.”

Quem nunca pensou no que acontece depois do Feliz para Sempre? Pois é... em Nós dois vamos enfim conhecer o pós felizes, mas aqui, o pós começa antes do era uma vez... ficou confuso? Vem que te explico.

William e Ivy se conhecem a pouco tempo, para ser mais exata algumas semanas. Viveram o momento incrível da paixão onde levantar da cama ou sair de casa parece um tormento, estar longe um do outro então... impossível. Mas quando enfim eles resolvem sair da bolha, parece que o encanto acaba e que aquele momento feliz foi há muito tempo atrás.

Depois de passarem duas semanas grudados e se amando, o casal volta pra realidade, e isso muda tudo, mas nem de longe Will está preparado para o que vem a seguir… para a razão da mudança repentina de sua namorada! Parece que nosso protagonista é bom de mira e agora Ivy está grávida!!!

Completamente apaixonado e sem ver outra solução a não ser continuar com Ivy, Will se vê preso num relacionamento com uma mulher que ao que tudo indica é uma estranha, mas o amor será mais forte e o senso de responsabilidade fará com que esses dois enfrentam barreiras gigantescas para se manterem juntos formando, da noite para o dia, uma família.

"Meu descreveu o amor como o sentimento de correr o mais rápido possível. Eu me senti assim com Ivy quando nos conhecemos e nas duas semanas seguintes."

Nessa obra a autora nos apresenta um mundo que ninguém pensa em apresentar. Quando lemos um romance esperamos pela paixão repentina, a crise e o final feliz, nunca pelo contrário, e talvez por isso Nós Dois tenha me surpreendido tanto.

Confesso que no começo da leitura me senti perdida e até entediada, a história é narrada em primeira pessoa e Will nos apresenta todo seu drama de uma forma excêntrica e confusa. Ao contrário da maioria dos livros narrados pelo personagem masculino, nesse os pensamentos são sinceros, às vezes confusos e estranhos, mas acima de tudo coerente com um homem de carne e osso.

Como se não bastasse tudo que lhe acontece, Will ainda tem que lidar com a grave doença degenerativa do melhor amigo El, que sofre do mal de Huntington e cada vez mais se parece com um bebê, quase não fala, não anda e definha na cadeira de rodas. El é casado e decidiu convencer seu marido Phill ( sim ele é gay) a arrumar um novo parceiro já que ele vai morrer, e toda a trama em volta de El é bem pesada e tocante.

Com momentos de comédia e drama, Nos dois é muito mais que um romance, é uma lição de vida em vários ângulos, com temas como gestação surpresa, doenças terminais e homossexualismo, o livro promete boas risadas e milhares de lágrimas.

Uma leitura que flui e te prende até o fim, um livro que parece muito mais a história de um amigo distante do que um enredo fictício, Nós Dois tem tudo para conquistar o coração de leitores que gostam de uma boa história.

A capa é simples, porém o material foi muito mal escolhido, de alguma forma maligna parece que a capa recolhe tudo que é sujeira ao seu redor, e com todo o cuidado que tenho terminei a leitura com a capa encardida. A revisão está regular já que localizei alguns erros espalhados pelo texto, mas a diagramação é confortável e Will vai te fazer passar batido por isso.

A escrita do autor é muito gostosa, e a forma doce e tocante com a qual ela toca em assuntos tão cruciais e pesados faz com que a ânsia pelo fim cresça a cada página.

Aqui você não encontrará um romance de suspiros, mas sim um romance real e vivido, daqueles que você admira e que por mais louco que seja deseja. Um livro lindo que merece ser lido e contemplado, uma das leituras mais tocantes que fiz esse ano. Uma bela lição de como ser um casal.



O Autor


Vive em Londres com a esposa e as duas filhas. Durante a semana ele trabalha em uma agência de publicidade e, nos fins de semana, e no tempinho que encontra antes do trabalho, escreve romances.



Avaliação (5/5)






B-jussssss! ♥
;-p

6 comentários:

  1. Oiê! Ter um filho no inicio do relacionamento não deve ser nada fácil. Esse livro realmente parece ser bastante real e intenso! Um alívio ao ver tantos romances clichês na literatura atual.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Thamires vasconcelos25 de dezembro de 2016 15:35

    Um livro que parece ser bem real, que foge complenamente do normal e nos mostra que o amor pode sobreviver as dificuldades encontrasas no caminho. A capa do livro é fantastica, fugindo do comum para os romances. Amei

    ResponderExcluir
  3. Olá... tudo bem??
    Bom eu não curti muito a premissa do livro não... eu até gosto de romances, mas neste acho que não iria me sentir presa... porém o enredo parece-me cativante para quem gosta dos assuntos abordados na história. Xero!

    ResponderExcluir
  4. É uma premissa até bacana, um romance que mostra o outro lado, o depois do amor. E a autora usou situações até simples, cotidianas, como a gravidez em início de relacionamento. Acontece. Mas eu sou um problema com romances... Não leio qq um. E puxa, pena que a capa fica suja a toa...

    ResponderExcluir
  5. Oi kelly, sua linda, tudo bem?
    Já fiquei emocionada com a trama do melhor amigo dele. Doenças degenerativas, para mim, são umas das piores que existem. Ver o amor da sua vida definhando assim, é crueldade. Parece ser uma história bem real, eu gosto disso, me permite um envolvimento bem maior. Não conhecia, mas vou colocar na lista. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  6. Oi Kely,
    Gostei de conferir sua resenha, ainda não conhecia esse livro, mas gosto dos temas abordados nele. Com certeza ela tem sua pitada de realidade que torna a obra ainda mais intensa e interessante. Uma pena que a capa tenha essa problema.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p