Histórias Extraordinárias - Edgar Allan Poe


POE, Edgar Allan. Histórias Extraordinárias. Tradução e Organização: José Paulo Paes. São Paulo: Companhia das Letras, 2017. 448 p. Título original: Skoob. Comprar.

Sinopse

Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, “A carta roubada”, “O gato preto”, “O escaravelho de ouro”, “O poço e o pêndulo” e “O homem da multidão”.
O caráter macabro das histórias, dotadas de profundidade psicológica e imersas em uma atmosfera eletrizante, continua a conquistar novos leitores e a afirmar sua condição de clássico. Nas palavras de Paes, “Poe sempre consegue […] provocar-nos aquele arrepio de morte ou aquela impressão de vida que, em literatura, constituem o melhor, senão o único, passaporte para a imortalidade”.

Quando se fala em suspense e terror, Edgar Allan Poe é unanimidade: a pessoa pode até nunca ter lido nada dele, mas com certeza já ouviu falar, e muito! O escritor americano viveu entre 1809 e 1845 e ficou famoso por ser o primeiro autor a viver apenas da sua escrita, o que o levou a uma vida financeiramente complicada. Mas seu estilo gótico e macabro chamou a atenção e influenciou muitos autores posteriores, fazendo com que ele fosse imortalizado como um dos ícones da literatura de terror. Um bom exemplo disso é o seu famoso detetive, Auguste Dupin, que desvenda crimes usando apenas a dedução. Depois dele, outros autores também criaram detetives que usavam a mesma técnica como Arthur Conan Doyle (Sherlock Holmes) e Agatha Christie (Hercule Poirot).

Histórias Extraordinárias é uma coletânea com 18 contos de Poe, alguns bem famosos e outros nem tanto. Entre os melhores do livro estão O Gato Preto, que choca pela pela maldade do narrador, e O Retrato Ovalado, pela melancolia. Este último foi o que mais mexeu comigo, pois nele um jovem pintor está retratando sua amada mas está tão fascinado com o próprio talento que não percebe que a moça está definhando bem na sua frente. Além deles, Ligeia, Berenice e A Máscara da Morte Rubra também me agradaram pelas abordagens críticas e tenebrosas do sobrenatural e do cotidiano.

Quem acompanha o blog sabe do receio que tenho em ler terror e suspense, mas o Poe é caso antigo. Comecei a ler seus contos na biblioteca da escola e, por mais assustada que eles me deixassem, eu sempre lia o próximo. Isso porque ele tem um magnetismo que eu não sei explicar e que te prende na história mesmo que não tenha um fio de cabelo no seu corpo que não esteja em pé. Ele aborda o medo, o bizarro, o sinistro de uma maneira que nos deixa desconfortável e curioso ao mesmo tempo. Sua escrita é marcante e com certeza ele não é um autor fácil de ler, mas também não é aquela complicação toda.

Histórias Extraordinárias ganhou essa edição belíssima da Companhia das Letras com capa dura, ilustrações e textos de admiradores e estudiosos da carreira do autor. Um grande presente para os que já são fã do trabalho do autor e uma excelente porta de entrada para os que querem conhecer as assombrosas histórias de Edgar Allan Poe.

O Autor

Edgar Allan Poe nasceu em Boston nos Estados Unidos, em 1809. Abandonado pelo pai, perdeu a mãe dois anos depois, e foi criado por um próspero mercador da cidade, que lhe emprestou o sobrenome. Poeta, contista, editor e crítico literário, Poe é considerado um precursor da literatura policial, e suas histórias “O assassinato na rua Morgue” e “A carta roubada”, nas quais figura o detetive Dupin, são tidas como marcos do gênero. Poe morreu em Baltimore, em 1849, dias depois de ser encontrado na rua sofrendo de delírios. A causa de sua morte ainda é um mistério.

Avaliação (5/5)




B-jusssss! ♥
;-p


6 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Eu não sou fã do Poe. Conheço algumas de suas histórias, mas não me agradam a leitura. Um dia na faculdade precisei ler para fazer um trabalho e confesso que foi difícil. Não lembro exatamente qual história li, mas li com medo. E fiquei com medo de ir para casa depois. hahaha
    Essa edição tá muito linda, e para quem gosta ou para presentear é uma maravilha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ah eu não curto muito esse estilo de livro, mas que bom que você gosta e curte tanto as histórias
    A capa do livro é linda demaaaaaais!
    Amei o post <3
    https://porvarioslugares.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Essa edição é linda demais, meu sonho de consumo! Assim como voce, sou medrosa, mas creio que Poe tem alguma especie de encanto que envolve qualquer leitor, nao importa quem seja, suas histórias seguem conquistando a todos mesmo sendo escritas a tanto tempo.

    ResponderExcluir
  4. Ola Nina lindona esse serie o livro perfeito para conhecer a escrita do Poe, com contos reunidos e pelo visto foram bem escolhidos. Dica mais que anotada. Afinal assim saio de minha zona de conforto com estilo rss. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  5. Que capa linda!! Fiquei imaginando ele aqui na minha estante rs
    Adoro contos, e está tudo tão lindo que acho que leria sem medo. Apesar de filmes me darem medo de verdade hahaha
    E tradução do fofo Jose Paulo Paes, cresci lendo os poemas dele
    Bjos no coração

    ResponderExcluir
  6. Li alguns contos do Poe e fiquei admirada com q mente do homem kkkk. Infelizmente a edição que tenho das obras dele está com uma tradução tão arcaica, num português muito distante do que falamos hoje.
    Bjs

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p