A Hospedeira - Stephenie Meyer

MEYER, Stephenie. A Hospedeira. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2009. 560 páginas. Título original: The host.
Avaliação (1 a 5): ♥ ♥ ♥ ♥

"Assassinato sancionado, ordenado e malevolamente eficaz. Aqueles que viviam nas nações pacíficas olhavam para o outro lado enquanto pessoas de sua própria espécie morriam de fome na soleira de sua porta."

Estou com esse livro na minha estante desde o final do ano passado, era para ter lido durante as férias de janeiro. Mas aí veio o Desafio Literário e o tema de abril era Ficção Científica, então guardei o livro para ler agora. Confesso que me peguei olhando comprido para ele várias vezes e morrendo de curiosidade, de vontade de ver Meyer escrevendo sobre outro tema. Mas valeu a pena, porque toda essa curiosidade e vontade deram um gosto especial em uma leitura que já é incrível por si só.

Acho que todo mundo aqui conhece a saga Crepúsculo e a maneira com Stephenie Meyer mudou o mundo dos vampiros. Se não conhece você não deve ser do mesmo planeta que eu. Provavelmente deve ser de algum planeta de águas profundas, um ser com centenas de braços e mil olhos em cada um deles.
Não gente, eu não enlouqueci. É só uma descrição de um dos sete planetas que Peregrina já viveu. Peg é uma alma errante que se hospeda nos corpos dos habitantes dos planetas em que vive.
E como Edward não é vampiro como os outros, é claro que Peg também não seria uma alienígena comum. Portanto para ler esse livro, esqueça tudo o que você já viu sobre o tema.

Neste livro a Terra foi dominada por um inimigo que, como um parasita, se hospeda no corpo dos humanos e assume sua vida. A pessoa perde totalmente suas características pessoais sendo apenas uma embalagem, um invólucro, que carrega o invasor. Um grupo de humanos, chamados de "selvagens", formam uma resistência para tentar impedir que a Terra seja totalmente dominada, porém eles são perseguidos pelos Buscadores, e precisam se refugiar.

Melanie Stryder é uma selvagem que faz parte da resistência, e quando ela é pega pelos buscadores, ela se recusa a desaparecer, mesmo tento sendo corpo dominado por Peregrina, a alma invasora. Peg vasculha a mente de Mel em busca de informações que possa levá-los ao esconderijo dos demais humanos, porém Mel fecha sua mente tentando proteger desesperadamente aqueles que ama. Mas mesmo assim, Peg tem visões de algumas localidade, de Jamie, irmão de Mel, e principalmente de Jared, o homem que Mel ama.

Bombardeada por essas visões, Peg começa a se sentir atraída por Jared e pela vida humana. Ela se reconhece entre os sentimentos de Mel e ambas partem numa jornada desesperada para tentar ajudar os humanos remanescentes. Peg/Mel vão passar por duras provas até serem aceitas entre os humanos, e poderem ajudar a salvar a vida de Jared.

Eu tive um pouco de dificuldade no começo do livro, que é meio parado confuso, mas tudo melhora quando o triângulo Peg/Mel/Jared se encontra. A partir daí, tudo se encaixa e o livro fica empolgante. 
Ele é bem diferente de Crepúsculo, é mais maduro e com uma qualidade literária superior.
Eu com certeza recomendo!


Essa resenha faz parte do Desafio Literário 2011.

Resenhas do DL:

Janeiro - Literatura Infanto-Juvenil: Lendas e Fábulas do Brasil
Fevereiro-Biografias e/ou Memórias: De Moto pela América do Sul
Março - Obras Épicas: Pássaros Ferido

B-jussssss! ♥

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Ótima resenha! Eu li o livro no ano passado e até fiz uma resenha dele no blog. Gostei muito de ler outra história da Steph que não envolvia vampiros, lobos e afins, pois é um mundo novo criado por ela e que mostra seu talento para a literatura.

    Bjusss
    http://viciadospelaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ei Nina!
    Tb sofri do msm mal que vc no início da leitura =P
    Só o romance para melhorar a história.
    Eu ainda prefiro Crepúsculo, acredita?
    BJins

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Tendo lido alguns dos livros da saga Crepúsculo, não fiquei com uma boa impressão da autora. Não sei se me arrisco...
    Ótima participação! =D

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!
    Eu gostei muito mais de A Hospedeira do que da saga Crepúsculo. Achei o livro lindo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. olá Nina,

    eu só comprei esse livro porque estava barato, mas nem li ainda.
    pela sua resenha o livro é bem diferente de crepúsculo e isso me deixou super curiosa.
    vou pegar para ler aqui na estante. ^^

    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Nina!

    Acredita que não li este livro ainda? kkkk

    Estou meio atrasada...

    Bjs

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados