O Melhor de Mim - Nicholas Sparks

SPARKS, Nicholas. O Melhor de Mim. São Paulo: Arqueiro, 2012. Título Original: The Best of Me.
Avaliação (1 a 5) ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
"Sabia que Amanda sempre seria a melhor parte dele, o 'eu' que Dawson passaria a vida inteira desejando conhecer." (p. 24)
Quando comecei com o blog, eu notei que existem autores que são simplesmente idolatrados, e eu sempre olhei com desconfiança para eles. Eu tenho uma tendência a contrariar o que é da maioria, de querer ter uma opinião diferente. Sei que é infantilidade, mas é que meio que incontrolável para mim.

Assim foi com o Nicholas Sparks. O primeiro dele que eu li, A Última Música, achei legalzinho, não é aquela coisa toda, mas é bom. Tudo bem que eu chorei como um bebê no final, mas isso não prova muita coisa. O segundo, Um Homem de Sorte me decepcionou um pouco. Achei meio paradão no começo e corrido demais no fim, mas ainda sim não posso dizer que não foi uma leitura boa, mas ainda não achei que fosse algo para se "endeusar" o autor.

Mas o terceiro, A Escolha, me fez entender porque Nicholas Sparks é o cara! O drama mexeu muito comigo e eu quase desidratei de tanto chorar lendo o livro. Amei!!!

Mas, O Melhor de Mim com certeza vai ser minha experiência definitiva com Sparks, e depois desse livro, vou colar um pôster dele bem na frente da minha cama.

Dawson Cole e Amanda Collier moraram a vida toda na pequena cidade de Oriental, mas aos 17 anos é que eles se aproximaram e se apaixonaram. Isso porque eles pertencem a classes sociais diferentes. Ela é de uma família rica e tradicional da cidade. Ele, de uma família formada essencialmente por bandidos.

Mas Dawson luta para fugir do destino que cerca sua família. Ele arruma um emprego na oficina mecânica de Tuck Hostetler, sai de casa e começa a se virar sozinho. O namoro com Amanda é a melhor parte da vida dele, e o casal se entende como ninguém.

Mas quando Amanda propõe que eles fujam juntos, Dawson decide por fim no relacionamente. Ele não poderia admitir que sua amada abrisse mão de fazer uma faculdade e ter um futuro brilhante. Amanda vai estudar fora e o casal se separa.

Vinte e cinco anos depois, eles estão novamente frente a frente. A morte de Tuck, faz que eles voltem para a cidade e se encontrem.

Dawnson viveu todos esses anos sozinho, trabalhando em uma plataforma de petróleo. Nunca mais teve nenhuma outra mulher em sua vida.

Amanda se casou e teve quatro filhos. Mas depois da morte de uma de suas filhas, seu casamento desmoronou e ela tenta se equilibrar entre o cuidado com os filhos, o trabalho voluntário em um hospital e as crises do marido alcoólatra.
"Quaisquer que fossem as tristezas ou problemas que ela estivesse escndendo - e ele sabia que estava -, ainda havia conseguido construir a vida que sempre quisera. Tinha um marido, filhos e uma casa na cidade grande, e agora suas lembranças eram sobre todas essas coisas, exatamente como deveriam ser. Sentado sozinho na oficina de Tuck, ele sabia que vinha mentindo para sim mesmo ao pensar que também tocara a vida adiante. Não tinha feito isso." (p. 69)
Eles já não são mais os mesmos, mas Tuck planejou todo o fim de semana do seu funeral, para que eles tivesse um tempo perfeito juntos. Dawson e Amanda podem finalmente recuperar o tempo que passaram separados, mas existem muitas coisas em jogo, coisas que devem ser consideradas antes que eles se entreguem à paixão.

* * * *

O que mais posso dizer além de: é Nicholas Sparks! Todos os elementos que se esperam dele, e que o consagraram como um grande autor estão lá. Drama, suspense, ação e até mesmo uma pitada de sobrenatural fazem com que este seja um livro inesquecível.

O suspense e a ação ficam por conta da família de Dawson, que vão aprontar todas tentando vingar mágoas do passado. O drama está em todo lugar, afinal Amanda tem uma família e não pode simplesmente ignorá-la. Já o sobrenatural vou deixar que vocês descubram, pois é uma das partes mais emocionantes do livro!

Quanto aos personagens, é difícil dizer qual o melhor. Como sempre, Sparks criou personagens muito reais, muito cheias de defeitos e qualidades. Dawson é simplesmente apaixonante. Amanda é uma mulher forte e decidida. Mas Tuck foi o meu preferido, pelas cartas que ele deixou e pelo carinho que demonstrou ter pelo casal, por pensar neles até mesmo na hora de sua morte.

Mas o final foi ÉPICO! Me fez refletir muito, por muito tempo, e eu não consegui acreditar na perfeição de tudo aquilo. Ficou muito claro que que cada personagem deixou o melhor de si para o outro, principalmente Dawson.

Pena que eu não consegui deixar o melhor de mim para vocês ao escrever minha resenha...

B-jussss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados