Rangers - Ordem dos Arqueiros: As Ruínas de Gorlan - John Flanagan


FLANAGAN, John. Rangers - A Ordem dos Arqueiros: Ruínas de Gorlan. São Paulo: Editora Fundamento, 2010. 240 páginas. (Rangers v.1). Título original: Rangers apprentice: the ruins of gorlan.

Avaliação (1 a 5) ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

"Ele se deu conta de que o barão o observava ansioso. Halt, como sempre, parecia uma estátua imperturbável. Will desdobrou a folha de papel e leu o que Halt tinha escrito nela.
O garoto Will tem potencial para ser treinado como arqueiro.
Vou aceitá-lo como meu aprendiz." (p.40)

Esse é um daqueles livros que quando você acaba de ler se pergunta: por que eu não li antes? Faz meses que uma amiga se oferece para me emprestar a série, diz que é ótima, e eu sempre protelando. Dizia que a fila de espera é muito grande, que tenho que ler as parcerias, etc. Mas nas férias eu não tive escapatória, ela enfiou o livro na minha mão, eu li, e fiquei com vontade de enfiar a cabeça na parede. POR QUE EU NÃO LI ANTES?


Will sem sobrenome e órfão de pais desconhecidos, foi criado como protegido na castelo do barão Arald, prática comum naquele feudo, já que o barão era um homem de bom coração. Ao completar 15 anos, os protegidos passariam pelo Dia da Escolha, um dia em que os diferentes mestres de ofício escolheriam os meninos para serem seus aprendizes.

Will e seus amigos já tinham suas escolhas prontas e torciam para que os mestres desejados por eles os escolhessem. Horace queria a Escola de Guerra. Jenny queria a cozinha do mestre Chubb. Alyss sonhava com o serviço diplomático. E o inteligente George queria a Escola dos Escribas. E para a alegria de todos, eles foram escolhidos pelos mestres que desejavam.

Sobrava Will. Ele sempre sonhou em ser um guerreiro como Horace, mas por ser pequeno e franzino foi recusado para a Escola de Guerra. E para sua surpresa, ele foi escolhido por Halt, o mestre dos Arqueiros. A primeira reação do garoto é de negação. Primeiro porque os arqueiros não tinham boa fama, viviam se esgueirando pelos lugares, escondidos ou disfarçados, alguns até desconfiavam de seu envolvimento com magia, e ar ranzinza de Halt não ajuda muito. Segundo porque Will acredita que seu pai tinha sido um grande guerreiro e ele queria seguir seus passos.

"Ele fora encontrado embrulhado em um pequeno cobertor, dentro de um cesto, nas escadas do prédio dos protegidos há quinze anos. Um bilhete estava preso ao cobertor e dizia apenas:
A sua mãe morreu no parto.
O pai morreu como herói.
Por favor cuidem dele. Seu nome é Will." (p. 10)

Will aceita seu destino e parte com Halt para seu treinamento como arqueiro. Ele vai conhecer as armas usadas - o arco e flecha, as facas e a capa - as maneiras de se movimentar sem fazer barulho e chamar atenção, entre tantas outras coisas. Vão começar também as muitas aventuras que Will vai viver ao lado de seu mestre Halt.

* * * * * 

Não vou revelar mais da trama porque quero deixar para vocês a surpresa de descobrir a delícia que é ler esse livro. Uma história cheia de aventuras, emoções e fantasia. O tipo de livro que você lê o primeiro e já quer logo a série inteira!

Will é um personagem com muito talento e coragem, mas que sofreu muito entre seus amigos por não ser alto e forte. Aliás, o livro fala bastante sobre o bullying com Will e Horace. Mas o mais interessante é que John Flanagan escreveu esse livro para estimular seu filho de 12 anos a apreciar a leitura. O garoto era pequeno e todos os amigos dele eram maiores e mais fortes do que ele. Ao criar Will, John queria mostrar que heróis não eram necessariamente grandes e musculosos. Não é a coisa mais fofa que um pai pode fazer por um filho?

O livro é uma grande lição de coragem, amizade, companheirismo, lealdade, superação... tudo escrito em uma linguagem infantojuvenil, dá para acreditar? Todo adolescente deveria ler, e não só eles como adultos também. E se por acaso, vocês tiverem a oportunidade de vê-lo em uma livraria, aproveitam para folheá-lo, o livro é todo decorado por dentro, lindo!


Agora quero muito ler a série toda, mesmo ela sendo enorme. Mas não se assustem com isso, o primeiro livro acaba bem amarradinho e não fica muito coisa a se resolver. Dá vontade de ler os demais só para ter um pouco mais de Will, Halt e sua turma. Recomendo muito!

Série Rangers

  1. Ruínas de Gorlan
  2. Ponte em Chamas
  3. Terra do Gelo
  4. Folha de Carvalho
  5. Feiticeiro do Norte
  6. Cerco à Macindaw
  7. Resgate de Erak
  8. Reis Clonmel
  9. Halt em Perigo
  10. Imperador de Nihon-Ja
B-jusssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Oi Nina,
    Por acaso você conhece algum livro do mesmo estilo de Rangers?? Sem ser Brotherband( também e de Jonh Flanagan, só que sobre a parte da Escandia(sim, os personagens da escandia que aparecem no Rangers são os mesmos do Brotherband)) .

    ResponderExcluir
  2. oi nina

    eu estou lendo a coleção Rangers Ordem dos Arqueriros, e estou amando.Mas a coleção dos Rangers não vai ate o 12??

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados