Magisterium: O Desafio de Ferro - Holly Black & Cassandra Clare

BLACK, Holly; CLARE, Cassandra. Magisterium: O Desafio de Ferro. Tradução: Adriana Orlando. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 2013. 381 páginas. Título original: The iron trial.

Sinopse:
“AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA.A maioria dos garotos faria qualquer coisa pra passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.Durante toda sua vida, Call foi alertado pelo pai para ficar longe da magia. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza que isso só irá lhe trazer coisas ruins.Assim, ele se esforça ao máximo para fazer seu pior… e falha em seu plano de falhar.Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até seu futuro.O Desafio de Fero é apenas o começo. A maior das provas ainda está por vir…”
Magisterium nasceu da mente criativa de duas amigas de longa data, que resolveram juntar todos seu talento para criar uma história que consegue emocionar e empolgar ao mesmo tempo. Estou falando de ninguém menos que Holly Black e Cassandra Clare. Cassandra já é mundialmente conhecida pela série Os Instrumentos Mortais  As Peças Infernais, enquanto Holly Black é a rainha do suspense e sobrenatural que apesar de menos conhecida em terras brasucas, merece todo reconhecimento. É dela o infanto juvenil Boneca de Ossos e o surpreendente A Menina Mais Fria de Coldtown.


Deixando os confetes um pouco de lado, vamos falar um pouquinho do livro. O Magisterium é uma escola de magia que todos os anos recebe crianças com talentos mágicos e as prepara para a vida adulta como magos. Os candidatos passam por uma série de provas, o Desafio de Ferro antes de serem aceitas na escola. O pai da Call, Alastair Hunt, foi um mago muito poderoso do Magisterium mas depois da Terceira Guerra dos Magos tudo mudou para ele. Depois do Massacre Gelado, quando sua esposa foi morta e Call, então recém nascido, teve a perna seriamente machucada, Alastair preferiu se afastar definitivamente da magia e impedir que seu filho tivesse qualquer conhecimento sobre o assunto.

Durante anos ele plantou em Call medo e ódio pela magia e fez de tudo para convencer o garoto a se afastar do Magisterium. Mas durante o Desafio de Ferro, os dons naturais do garoto afloram e, além de aceito, ele é escolhido pelo Mestre Rufus, um dos mais conceituados mestres da escola. Agora Call se vê diante de uma dificil realidade: afastado do pai, morando em um lugar que ele acredita ser maligno, negando toda a magia que existe nele e pior, atraindo o ódio e a inveja dos que acreditam que ele não merece estar onde está.

Com o passar dos dias, Call percebe que o Magisterium pode não ser tão ruim quanto o pai lhe dizia. Ele é realmente bom com a magia e pela primeira vez na vida ele tem amigos, Aaron e Tamara seus companheiros de treinamento, e é aceito. Pela primeira vez ele é capaz de fazer tudo o que todos fazem, mesmo com a deficiência na perna. Mas como contar isso para o pai? Pior, como enfrentar o perigo que se aproxima?


Acho que não é difícil perceber que fiquei rendida por Magisterium, e a primeira razão é totalmente óbvia: Cassandra Clare e Holly Black juntas! É claro que não sairia nada menos do que incrível. A narrativa flui e os fatos nos envolvem de tal maneira que é quase impossível deixar o livro. A cada capítulo temos uma novidade, uma aventura, que faz com que queiramos ler o próximo capítulo imediatamente.

Os personagens são críveis e apaixonantes. Call é o menino sofrido, criado sem mãe, manco de uma perna (o que fazia com que todos rissem dele na escola e o afastava das atividades físicas) e cheio de neuras implantadas pelo próprio pai. Pai que se mantém distante dele e que vive remoendo o ódio pelo passado. Com o avançar da leitura, conseguimos entender os motivos do pai, mas as marcas deixadas em Call são profundas e são elas que norteiam suas ações durante a história. E como todo bom protagonista, Call tem em seus melhores amigos fiéis escudeiros, mas que não deixam de ter sua própria história e seu destaque no enredo. Aaron e Tamara não são de forma alguma mero coadjuvantes e conseguem ser tão interessantes quanto Call.


E para encerrar com chave de ouro, temos o trabalho incrível que a Novo Conceito fez com a capa e a diagramação. O livro é lindo! Tem letras grandes, páginas amarelas e ilustrações de Scoth Fischer no início dos capítulos.

Enfim, recomendo muito Magisterium. É uma aventura empolgante e emocionante, o tipo de sobrenatural que o mercado literário já estava ficando carente.

As Autoras

Holly Black e Cassandra Clare se conheceram há dez anos, na sessão de autógrafos do primeiro livro de Holly. Desde então elas se tornaram boas amigas, e essa amizade se intensificou graças (entre outras coisas) ao amor de ambas pela fantasia. Magisterium surgiu do desejo de criarem juntas uma história sobre heróis e vilões, bem e o mal… e sobre ser escolhido para a glória, mesmo que você não goste disso. O Desafio de Ferro é o primeiro dos cinco livros dessa série incrível.

Holly Black é uma escritora norte-americana que mora em West Long Beach, New Jersey. Ela ficou mundialmente famosa após escrever a série de livros As Crônicas de Spiderwick. Holly Black é uma grande colecionadora de livros raros de folclore. Em seus primeiros anos de vida ela morou em uma mansão abandonada em estilo vitoriano com sua mãe, que contava a ela várias estórias de fantasmas e fadas.


Cassandra Clare é autora da série os Instrumentos Mortais. Todos seus livros frequentam as listas de mais vendidos nos Estados Unidos. Ela nasceu no Irã e passou grande parte da infância viajando com a família e uma mala cheia de livros. Atualmente, Cassandra vive em uma antiga casa vitoriana em Massachusetts, com o marido, seus gatos e mais livros ainda.

Avaliação (5-5)





B-jusssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Esse livro também foi lançado cá em Portugal com o nome A Prova do Ferro e é uma das minha sleituras do momento. Espero gostar também :)
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Oi Jéssica!
    Espero que goste da leitura tanto quanto eu. Vamos trocar figurinhas quando terminar de ler.
    B-jusss!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina, sabe que eu peguei esse livro um dia na mão e quando vi tinha lido 30 páginas em poucos minutinhos? rsrs A introdução já nos deixa curiosos. Pena que deixei ele na casa da minha mãe e acabei não continuando. Vou tentar ler em breve.

    Beijos
    http://conjuntodaobra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu já li esse livro e amei, é bem empolgante mesmo! Estou super curiosa para o segundo volume desta série, aposto que será ainda melhor que o primeiro!
    Concordo com você, a diagramação está incrível!
    Holly e Cassie tem que escrever mais livros juntas!
    Beijos... Samantha Culceag.
    http://sopramenores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O livro é realmente muito bonito. Já tinha ouvido falar dele, mas não sabia se era realmente bom. Sua opinião realmente foi importante.

    http://www.minhatavola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Criativa Re-leitura31 de janeiro de 2015 17:27

    O livro é muito muito bonito, a editora está tendo muito cuidado com as edições do selo, sou muito ansioso para ler o livro.

    http://criativosounao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados