Belas Mentiras - M. Leighton


LEIGHTON, M. Belas Mentiras. Tradução Alice França. Rio de Janeiro: Editora Record, 2015. 280 páginas. (Pretty Series, v. 01). Título original: All the pretty lies.

Sinopse
“Inocente, pura e doce, Sloane sempre foi superprotegida pela família, mas ela jurou a si mesma que, ao completar 21 anos, tudo seria diferente. E, quando o relógio bate meia-noite, Sloane está pronta para sair do casulo e quebrar algumas regras.
O jovem Hemi tem vários talentos, mas manter o controle, infelizmente, não é um deles. Acostumado a fazer o que sempre quis, nunca precisou se importar muito com as consequências de seus atos. Até que uma tragédia mudou para sempre sua vida. Agora ele tem apenas uma missão, e nada é capaz de afastá-lo de seu objetivo... Até conhecer Sloane.
Mas nada que Sloane e Hemi viveram até hoje foi capaz de prepará-los para o que está por vir. Quando essas duas almas problemáticas se encontram, a conexão é imediata, e eles não têm outra escolha a não ser mergulhar em um mundo de loucura, paixão e devassidão. Porém, os dois têm algo a esconder, e logo vão descobrir que a tentação está nos pequenos detalhes. E é nos pequenos detalhes também que se encontram as mais belas mentiras.”

Garota inocente com um passado complicado e confuso conhece um garoto bad boy com um passado mais complicado e confuso ainda. Quantos New Adults com esse enredo exato vocês conseguem se lembrar? Sem medo de errar, posso falar de uns seis ou sete - e nem li tantos assim do gênero. E foi com esse pensamento, de que não iria encontrar nada de novo nesse livro que mergulhei na leitura de Belas Mentiras, e fui muito bem surpreendida!

M. Leighton tem uma escrita ótima, muito ágil e fluída, e não tive problemas com a leitura, que foi super rápida e leve, e para falar bem a verdade, eu devorei o livro, principalmente a primeira metade do livro. Assim que comecei a ler, eu já sabia exatamente qual o segredo que cada um dos protagonistas escondiam, mas eu precisa saber como eles lidariam com isso e essa curiosidade aliada à narrativa habilidosa que me fizeram ler tão rápido.

Mas por outro lado, tenho que admitir que algumas coisas me incomodaram. Sloane é a mocinha superprotegida pela família, mas quando ela decide que quer viver sua vida, ninguém a impede, e eu achei isso muito incoerente. Ela sai e chega a hora que quer, dorme fora, faz tatuagem, e não leve nem um esporrinho sequer! Então eu não consegui ver como sua família a oprimia. Além disso, o livro tem aquele defeito pavoroso do “acabei de te conhecer e já morro de tesão por você”, daquele tipo em que eles mal se controlavam e pareciam que iam pular um em cima do outro a qualquer momento. Eu também esperava que a autora abordasse mais os segredos e mentiras deles, mas isso passou meio batido, e o foco ficou mais na sedução e na perda da virgindade da mocinha (porque obviamente ela é virgem, né!). E eu preciso dizer que Hemi foi um dos bad boys mais sexys que li, o que é tudo aquilo??? Com certeza ele vai estar no Top Piriguetagem Literária no fim do ano, rsrs.

Enfim, Belas Mentiras é um livro envolvente, de leitura fácil leve, mas que pode ser meio mais do mesmo para quem já leu muitos New Adults. A leitura vale a pena, para quem está procurando um romance bem escrito e com um mocinho tão “tudo de bom”.

Petty Series
  1. Belas Mentiras
  2. All The Pretty Poses (ainda não lançados no Brasil)
  3. All Things Pretty

A Autora

Natural de Ohio, M. Leighton encontrou uma válvula de escape para sua imaginação fantástica nos livros. É autora de inúmeros best-sellers do New York Times e dos USA Today. Dela, a Editora Record publicou a série Bad Boys: Louca por Você, Só Depende de Mim e Tudo Por Nós Dois. Belas Mentiras é o primeiro volume da Pretty Series. Atualmente vive nos Estados Unidos.

Avaliação (3/5)






B-jusssssss! ♥
;-p

35 comentários:

  1. Olá Nina, deu para ver pela sua resenha que esse livro é do tipo 'amo odia-lo', mas acho que para mim não vai ser muito bom, romance já não é muito a minha praia e os pontos baixos que você citou parece que vão me irritar muito

    www.poyozodance.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Cheiro de Livro Nacional8 de outubro de 2015 11:24

    Oie!

    Adoro romances, e como você disse, muitas vezes acabam sendo mais do mesmo. Adorei a sua resenha, e o modo como destacou o que sentiu durante a leitura. Entretanto, a premissa não me agrada muito.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  3. Caroline Pires Cadiz8 de outubro de 2015 11:47

    Esse é o meu tipo de livro. Apesar de já estarar acostumada com a premissa inicial acho que como você poderia me surpreender com o livro.
    beijos
    www.estudiodecriacaoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. esse definitivamente não é meu tipo de livro, a parte da opressão nao fica clara o que ao meu ver ja torna a leitura bem ruim porque fica mal feito e estruturado e isso de tesão do nada pra mim só funciona em erótico porque o intuito é esse, sinceramente não leria.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina, tudo bem?
    Comecei a embarcar nessa onda dos New adults agora! Estou lendo meu primeiro livro do gênero!
    A premissa dele é realmente parecida com a do livro que estou lendo...rsrs
    Que bom que o livro te surpreendeu e que pena que a história tenha tido essas falhas.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. João Henrique Arantes8 de outubro de 2015 14:36

    Já quero o livro, anotando na listinha para comprar, adorei sua resenha parabéns <3 Mais cadê a pressão dos pais, sumiu de um hora para outra?

    ResponderExcluir
  7. Pausa Para Pitacos8 de outubro de 2015 17:33

    "Top Piriguetagem" foi ótima! kkkkkkk

    Eu nunca tinha ouvido falar do livro, e adorei saber um pouco mais sobre ele! NA sem um casal previsível é tipo meu sonho de consumo! Todos que li até hoje trazem aquela mesma lenga lenga...

    Tá na lista!

    Beijos!

    º(^ . ^)º

    Fabi Carvalhais

    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina, já peguei a dica para ler esse livro, estou precisando de um New Adult assim, com esse mocinho "tudo de bom" hahah adorei sua resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida!

    Adorei sua apresentação da obra, mas confesso não ser uma entusiasta de New Adults. Dessa vez, vou deixar a dica passar.

    ResponderExcluir
  10. Oi Nina!
    Eu gostei tanto desse livro \o/

    Bjks!

    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  11. Ai Nina!
    Eca eca eca eca!! O tipo de livro que me irrita demais.

    Não sei onde as autoras enxergam famílias que oprimem se deixam o filho fazer tudo. Vou te falar. E essa coisa do mal te vi e já te quero, não me convence, então, vou passar BEEEMMM longe desse livro!
    Beijos

    PS: Quando crescer, quero ser sincera como você <3

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  12. Olá!


    Já saturei desse gênero. Sempre tem mais do mesmo, dificilmente eu o leria, mas, que bem que você do livro!


    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Nina, apesar de você ter sido surpreendida na leitura não fiquei muito empolgada com o enredo, como você mesmo disse existem vários com essa mesma formular e isso me desmotivou um bocada além de os demais livros da série ainda não terem sidos lançados, então acho que vou deixar essa dica passar...

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Eu não gosto muito desse tipo de livro. Mocinho tudo de bom não dá mais!!!
    Bju

    ResponderExcluir
  15. Olha eu não conhecia a obra, mas de fato eu pegaria para ler sim, até porque me parece ser um livro bom. Mas eu não sei o que esperar depois de alguns ponto de vista que você colocou sobre o livro. Mas como cada um tem uma opinião diferente, eu prefiro tentar dar uma chance. Amei a capa do livro. Achei linda xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/ebook-worlds-1.html

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-o-vilarejo-raphael-montes.html

    ResponderExcluir
  16. Miguel Prado Flores10 de outubro de 2015 16:05

    Já vi esse livro em vários lugares e até mexi nele na livraria mas não me chamou atenção, eu estou procurando new adults para ler mas acho esse meio sem pé nem cabeça, sei lá... Mas vai que um dia eu dê uma chance a ele...

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
  17. Parece ser um livro bom! E o melhor ainda, é que não é mais do mesmo! Adorei tudo, parabéns pela resenha!!

    Abraços e até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Nina, tudo bem?
    Estou apaixonada pelo gênero NA, então tenho certeza de que vou me envolver bastante na história, apesar dos seus clichês. Gostei bastante da capa, dá um ar de mistério, e espero ter a oportunidade de lê-lo logo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  19. Samara Rabelo Medeiros13 de outubro de 2015 16:24

    Nossa, eu já tou com um pouco de preguiça do gênero new adult. Sendo mais do mesmo então, vai sair da minha lista sem dúvidas! Mas ainda bem que você gostou o suficiente para não ser tempo perdido! Como sempre, adoro resenhas sinceras! <3

    ResponderExcluir
  20. eu gostei do livro mas de certa forma eu achei que faltou algo ha parte, não sei se leria de novo, mas adoraria conhcer outrras obras desse gênero.

    ResponderExcluir
  21. Olá! Nunca tinha ouvido falar sobre o livro adorei muito a história e apesar dos pontos ruins fiquei bem curiosa para lê-lo :)

    ResponderExcluir
  22. Nina, realmente é mais do mesmo essa história, mas é o tipo que eu adoro e já fiquei muito interessada em saber mais desse bad boy porque adoro!
    Quero ler apesar de ser batido.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  23. Então não curti muito, porque não gosto de nada relacionado a mentira então não.
    Mas não entendi bem, porque a capa é bem hot, mas o livro é mais pra new adult.
    E cara, mais do mesmo não rola

    ResponderExcluir
  24. Oi! Eu já vi essa premissa tantas vezes que chega a me desanimar, não consigo ver o gênero New Adult como um interesse, infelizmente. Eu queria que os autores deixassem mais desenvolvimento nas histórias mesmo que tenha sexo rolando a solta.



    aworldtoread.com

    ResponderExcluir
  25. Oie, tudo bom?

    Eu já li muitos NA e tenho uma ideia geral dos livros desse gênero. Apesar disso, não é a primeira vez que me interesso por Belas Mentiras depois de ler uma resenha. Tenho interesse em investir na série, apesar dos pontos negativos destacados na sua resenha.

    Beijos,

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi Nina,
    Achei que era só eu que tinha problemas com esses casos clichês da virgem com o bad boy kkkkkkkkkkkkk que bom que você gostou da leitura, mas não me encanto, podem mudar a narrativa e o enredo, mas o contexto sempre será o mesmo.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  27. Eu li apenas um livro da autora e realmente, a escrita dela é muito fluida e envolvente. Porém, não me senti muito empolgada pelo livro jutamente pela premissa parecer um pouco mais do mesmo para mim. Ainda assim eu faria a leitura se tivesse oportunidade, já que conheço a ecrita da autora e não me decepcionei em minha primeira experiência com sua obra.

    ResponderExcluir
  28. Eu leria esse livro, mas não sei se gostaria dele. Quando você diz que ela fala que a família oprimia ela mas quando ela decide dar a louca eles nem falam nada não é nada coerente - igual você disse-. Mas o pior seria o instalove EU ODEIO, não acredito que você se apaixone /tenha tesão absurdo assim do nada. Além da supervalorização da virgindade, amigas precisamos saber que você pode ter o melhor amor do mundo, mesmo sem ter perdido a virgindade com seu namorado. Obrigada pela resenha
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, acredita? Mas fiquei animada ao saber mais sobre ele e também ao saber que ele te surprendeu, é tão bom quando somos surpreendidos, né?

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Não lembro de ja ter visto esse livros em algum outro lugar, mas não fiquei animada a ler, mas porém, gostei de saber que é leitura leve e isso ganhou pontos, pode ser que leia algum dia.

    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Esse livro parecer ser muito bom, não gosto de ler resenhas que me deixam com vontade ler o livro, poxa eu to sem dinheiro kkkk
    Adorei a resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  32. Oi Nina!
    Eu gosto muito da escrita da autora e te digo que eu to com esse livro aqui loucaaaaa pra ler... assim que eu tiver um tempinho será a minha leitura :3

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  33. Olá, pela sinopse o livro me pareceu bastante envolvente, mas tem um defeitinho que eu abomino em livros, que foi exatamente o que você disse. Por esse motivo eu não leria o livro no momento, embora tenha uma temática por trás dos encontros bem interessante. Já havia lido outra resenha e me interessei, a capa está linda, quem sabe uma outra vez.

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Olá!

    Verdade, temos muito livros com esse enredo, mas eu não canso de ler e adoro quando o livro e os personagens me surpreendem. Não conhecia esse livro e não fiquei muito interessada, odeio esses livro que é amor a primeira vista, amizade a primeira vista, soa muito forçado. Acho que não leria esse livro. A capa é muito bonita e a sinopse chama bem a atenção.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oie, tudo bem? Ainda não conhecia esse livro, mas ele já conquista pela capa. Confesso que ainda não li nenhum nesse estilo porém tenho curiosidade. Sua resenha está excelente, pena que não ganhou 5 estrelas. Beijos, Érika


    ~www.queroseralice.com.br~

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p