Pecados no Inverno - Lisa Kleypas


KLEYPAS,Lisa. Pecados no inverno. Tradução Maria Clara de Biase. São Paulo: Editora Arqueiro, 2016. 256 p. (As Quatro Estações do Amor, v.3). Título original: Devil in winter. Skoob.

Sinopse
“Do quarteto de amigas, Evangeline Jenner é certamente a mais tímida. E se tornará a mais rica quando receber a herança de seu pai, acamado com tuberculose. Mas Evie não se importa com o dinheiro. Tudo o que deseja é estar ao lado do pai em seus últimos dias. 
Porém isso só será possível se ela puder escapar da casa dos tios que a criaram. E, para isso, sua única alternativa é casar-se – e rápido. Assim, ela foge no meio da noite para a casa do devasso lorde St. Vincent e lhe propõe casamento em troca de poder cuidar do pai. 
Para um aristocrata que precisa de dinheiro, essa é uma excelente proposta. Afinal, é difícil conquistar uma moça rica e solteira quando se tem a reputação de Sebastian – trinta segundos a sós com ele arruinariam o bom nome de qualquer donzela. 
Mas há uma condição na proposta de Evie: uma vez consumado o casamento, eles nunca mais dormirão juntos. Ela não será mais uma mulher descartada por ele com o coração partido. Se Sebastian realmente a deseja em sua cama, terá que se esforçar mais em sua sedução... ou entregar seu coração pela primeira vez na vida. 
Neste terceiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Lisa Kleypas nos apresenta o relacionamento de duas pessoas muito diferentes, mas igualmente obstinadas. E dessa relação tão peculiar pode nascer um desejo impossível de conter e um sentimento forte demais para esconder. Quem disse que os cafajestes não podem amar?”

Adoro ler Romances de Época e a Série As Quatro Estações do Amor tem sido uma das minhas preferidas no estilo, principalmente por causa de seu mote inovador. Quatro mocinhas que, por não serem consideradas a “mulher ideal para se casar” são deixadas de lado pelos pretendentes e passam, temporada após temporada, tomando chá de cadeira. Cansadas de sua situação humilhante, elas decidem unir forças para conseguir um marido. Duas delas, Anabelle e Lilian, já estão casadas, agora é a vez da doce Evie encontrar o amor.

Das quatro amigas, Evangeline Jenner é a que menos  chama a atenção. Ela é muito tímida e sofre de gagueira, o que faz com que ela tenha uma dificuldade enorme para se comunicar. Apesar de herdeira de uma grande fortuna, os rapazes respeitáveis a evitam pois todo seu dinheiro vem da casa de jogos que é mantida pelo seu pai. O engraçado é que a grande maioria deles frequenta a casa, mas mesmo assim, consideram sua herdeira indigna! Uma das muitas ironias que Lisa Kleypas trás nessa série.

A mãe de Evie faleceu quando era muito pequena, e seu pai a enviou para ser criada por seus tios, para que ela recebesse a educação de uma dama. Entretanto a crueldade dos tios e o peso do sobrenome Jenner faz com que ela seja rejeitada pelos pretendentes, e a moça começa a se desesperar pois o casamento seria a única chance de fuga da casa dos tios. A doença de seu pai e a iminência de sua morte, faz com que seus tios decidam força-la a se casar com seu primo e a permanecer vivendo na casa, assim eles poderiam controlar sua herança.

Desesperada para ter sua liberdade e poder cuidar do pai em seus últimos dias de vida, Evie decide fazer uma loucura. Ela reúne toda a sua coragem e procura o lorde Sebastian de St. Vincent no meio da noite para lhe propor casamento. Ela sabe que a situação financeira do devasso lorde não é das boas e que ele precisa de uma noiva rica com a máxima urgência para salvar o que resta da sua dignidade, portanto, a proposta é boa para ambos os lados.

Para St. Vincent, a proposta de Evie Jenner caiu do céu! O que ele não imaginava é que se interessaria tanto em cuidar dos negócios do pai dela, justo ele que sempre repeliu o trabalho. Mas o que mais o impressionou foi encontrar na tímida esposa uma amante tão fervorosa. Mas depois de consumado o casamento, ela não quer mais dividir a cama com ele, se recusa a ser mais uma de suas conquistas e a ser amante do próprio marido. Entretanto, ele está obstinado a quebrar a teimosia dela, até que Evie faz uma proposta surpreendente: se ele quiser ter um casamento de verdade com ela, terá que ser fiel, e ela só acreditará na palavra dele se Sebastian se abster de sexo por três meses. Justo ele, o devasso mais conhecido de toda Londres!

Com um enredo bem clichê, Lisa Kleypas conseguiu criar uma história que conseguiu me prender. As várias reviravoltas, o cenário instigante e, principalmente, poder rever personagens que me conquistaram nos livros anteriores foi um bônus e tanto para o livro. Entretanto, dos três livros da série lançados até agora, esse foi o mais fraco para mim, e já explico porque.

Evie é uma personagem bem fraca, ela tem graves problemas de auto estima que poderiam ter sido melhor aproveitados e dado uma ênfase mais interessante para a história ao mostrar a evolução e crescimento da personagem. Mas ao invés disso vemos os seus problemas desaparecem magicamente depois do casamento. Outro ponto que me incomodou muito foi a situação financeira de St. Vincent, pois ele só aceita a proposta de casamento por estar falido mas está sempre gastando com presentes, estalagens e refeições e eu não consegui entender de onde saiu tanto dinheiro.

Mas muitos elementos me agradaram no livro também, como o retrato cru e realista que Lisa Kleypas faz da submissão da mulher à sua família e marido, a ponto de Evie se entregar a um completo estranho de má fama reconhecida para poder ter sua liberdade. E depois do casamento, várias vezes Sebastian usa sua “autoridade de marido” para dar ordens à Evie e para decidir por ela, que demonstra uma complacência absurda! Acredito que é muito importante termos um contato consciente com esse tipo de história para que consigamos refletir sobre o papel da mulher na sociedade, as vitórias que conquistamos e o enorme caminho de luta que ainda temos pela frente.

Mas mesmo com esses pequenos incômodos que senti lendo, o livro é muito bom e me diverti bastante lendo. A narrativa é leve e o enredo se desenvolve bem, sem atropelar ou enrolar os fatos. Um Romance de Época que com certeza vai conquistar os amantes do gênero.

Série As Quatro Estações do Amor

  1. Segredos de uma Noite de Verão
  2. Era Uma Vez no Outono
  3. Pecados no Inverno
  4. Escândalos na Primavera

A Autora

Lisa Kleypas, vencedora do prêmio RITA, já escreveu 34 romances. Seus livros foram publicados em 28 idiomas, em diversos países. Ela mora em Washington com o marido e os dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

Avaliação (4/5)






B-jussssss! ♥
;-p

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Faz tempo que não leio romances assim "clichê" mas quando mais jovem lia um em dia rs
    Lendo sua resenha me deu saudade!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse tipo de romance, e adorei seu método de estrelas kkkkkk ❤❤❤

    ResponderExcluir
  3. Oi BFF!!!
    A Evie já está no meu Kindle e confesso que estou bem ansiosa para ler, desfrutar a história Dela e rever os personagens que tanto me encantaram nos outros volumes!!! Amei a resenha! Linda!!! Já disse que quando crescer quero escrever como vc né? Hahahhahah

    Beijocas

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados