Um Mundo Melhor - Marcus Sakey


SAKEY, Marcus. Um mundo melhor. Tradução André Gordirro. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2016. 420p. (Brilhantes, v.2). Título original: A better world.

Sinopse
“Nick Cooper lutou para que os brilhantes, parcela da população dotada de habilidades incomuns, fossem aceitos e integrados na sociedade até uma rede terrorista, liderada por brilhantes, atingir três cidades e deixar o país à beira de uma guerra civil. Cooper é brilhante e agora também consultor do presidente dos Estados Unidos, e contra tudo o que os terroristas representam. Porém, conforme o país descamba para o caos, ele se vê forçado a participar de um jogo que não aceita perdedores, pois seus oponentes têm uma visão particular de um mundo melhor.”

Brilhantes foi um livro que me surpreendeu muito e por isso assim que terminei, já emendei com a leitura de Um Mundo Melhor. A trama envolve ficção científica, política, terrorismo e nos leva a reflexões sobre igualdade e tolerância.

Nick Cooper vive em um mundo dividido em entre os normais e os brilhantes. Desde a década de 1980 crianças superdotadas começaram a nascer, elas possuem diferentes talentos como inteligência acima da média, dons para música, matemática, informática, reconhecimento de padrões, etc. Aos poucos, essas pessoas começaram a ter alguns privilégios, ameaçando a tranquilidade e a paz do mundo. Aos poucos, o governo foi criando mecanismos para conter os brilhantes, que se defendiam por meio do terrorismo.

O próprio Cooper é um brilhante e por muito tempo trabalhou para o DAR, agência do governo que controlava os brilhantes, mas, para proteger sua filha, ele decidiu se passar por terrorista e se infiltrar em um grupo rebelde, na tentativa de prender seu líder John Smith. Mas no meio do caminho, ele vai descobrir que nem tudo é como ele imagina.

Ao final de sua missão, um novo governo foi implantado e agora Cooper trabalha como consultor para o atual presidente. Mas a paz não veio com esse novo governo e um atentado de proporções até então inimagináveis vai destruir três cidades e colocar Cooper em mais uma missão perigosa.

Mais uma vez Marcus Sakey me surpreendeu com um livro brilhante (com perdão do trocadilho, rsrs). Ele consegue desenvolver a história sem dualidade, sem certo e errado, mostrando que os dois lados tem suas razões e que elas não justificam a violência que ambos usam, e só isso já é razão para amar o livro. A narrativa é ótima mas, como no primeiro volume, ela demora um pouco para se desenvolver e isso atrapalhou minha leitura, só consegui me apegar ao livro depois de quase 200 páginas lidas. Mas depois disso, não conseguia mais parar. Muitas reviravoltas, muita ação e explicações para questões que ficaram do primeiro livro (como a origem dos brilhantes, por exemplo).

Quanto aos personagens, ainda acho Cooper antipático, mas agora um pouco menos do que no primeiro livro. Os outros brilhantes que aparacem salvam o enredo, como Shannon e Soren. John Smith é incrivelmente escorregadio e ainda não consegui sacar qual é a dele. Natalie, a ex-esposa de Cooper, aparece bem mais na história e contribui muito para o enredo, além disso, há novos personagens, como Ethan e sua família cercada por mistérios.

Gostei muito desse livro, até mais do que o primeiro, e recomendo para todo mundo que gosta de uma boa aventura política com ficção científica.

Série Brilhantes
  1. Brilhantes (Brilliance)
  2. Um mundo melhor (A better world)
  3. Written in fere (ainda não lançado no Brasil).

O Autor

Nascido em Michigan, Marcus Sakey trabalhou como publicitário por dez anos antes de se tornar escritor. Seu trabalho já foi indicado a diversas premiações, dentre elas a Strand Critics, a Reader’s Choice e a ITW Thriller Awards. Também é roteirista e apresentador de Hidden City, um programa de turismo do Travel Channel. Atualmente, vive em Chicago com a esposa e a filha.

Avaliação (4/5)






B-jussssss! ♥
;-p

6 comentários:

  1. Cristiane Rodrigues6 de setembro de 2016 17:35

    Oiii!!!
    Ainda não conhecia o livro e achei bem interessante o enredo.
    Eu com certeza leria, ainda mais pelo elogios que você fez a história.
    Vou procurar o livro na internet e ver se vale a pena a compra hehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Poxa vida, capa linda e ótima resenha! O que me deixa com o pezinho atrás é que não gosto desse tipo de livro. Na verdade, eu nunca li nenhum, mas pelas sinopses e filmes do gênero que já vi, nunca fico muito interessada. Você acha que eu deveria dar uma chance pra ver se eu gosto?

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina,
    Uma amiga vive me falando desse livro mas por algum motivo nunca quis muito ler. Pelo o que vi na sua resenha não ia gostar mesmo, essas conspirações não são meu ponto forte, sempre acabo totalmente perdida no enredo ou fico entediada com facilidade. Sobre a história ter ficado mais envolvente a partir da página 200 SOCORR já tinha abandonado hahahha
    Se bem que que já me esforcei para ler uma história que não estava gostando e acabei me surpreendendo no final.
    Protagonista antipático é UÓ
    Abraço e Bons Livros ❤

    ResponderExcluir
  4. Adoro distopias, especialmente as que nos fazem repensar aspectos políticos e éticos, além, é claro, de uma boa trama cheia de ação. Achei a premissa dessa coleção muito legal, envolvendo mentes superdotadas, e ao que parece o segundo volume é mais agitado que o primeiro. Tb sou insistente, leio até o final, mas se n gostar de um 1º livro nem pego o segundo... ;)

    ResponderExcluir
  5. Nina, não li o primeiro livro e confesso que a premissa não me agrada.
    Não consigo gostar de ficção científica por isso ele não consegue me chamar atenção.
    Que bom que apesar do Cooper ser antipático você continua gostando dos livros.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Que chato ter que ler 200 páginas pra se apegar ao livro. Eu desistiria antes disso. Kkkkk O enredo não me atraiu muito, mas achei interessante o autor colocar que não existem os "mocinhos" e os "vilões", que é tudo apenas um jogo de opiniões.

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p