Escândalos na Primavera - Lisa Kleypas


KLEYPAS, Lisa. Escândalos na Primavera. Tradução Maria Clara di Biasi. São Paulo: Editora Arqueiro, 2017. 224 p. (As Quatro Estações do Amor, v.4). Título original: Scandal in spring. Skoob. Comprar.

Sinopse
Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.
Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado?
Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos na primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.

Como é difícil se despedir de uma série que amamos! Desde o primeiro livro, as Quatro Estações do Amor foi uma das minhas séries de Romance de Época preferidas, e, ao contrário de outras séries que acompanho, não teve um único livro que me decepcionou. São todos incríveis.

E eu não sei se vocês também sentem isso, mas tenho a impressão de que as autoras deixam o melhor casal para o último livro. Daisy sempre foi a minha preferida entre as quatro, porque além de ser um docinho ela também é a louca dos livros, a que larga qualquer compromisso para ler. Então foi identificação total! 

Um livro sempre era uma porta para outro mundo mais interessante e fantástico que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor poderia encher o mundo real de magia.

Eu só ficava imaginando que tipo de homem apareceria para ela, porque até agora nenhuma das “Flores Secas” conseguiram se acertar com o tipo de pretendente que sonharam. Annabelle queria um nobre e se casou com um empresário burguês, filho de uma açougueiro. Lillian, que sempre foi a mais voluntariosa das quatro e preza pela liberdade acima de tudo, se casou com um nobre todo certinho e descendente de uma das famílias mais tradicionais da Inglaterra. E Evie, que é toda tímida e gaga, foge de casa e propõe casamento para um dos maiores libertinos ingleses e acaba administrando uma casa do jogos!

Agora falta a sonhadora Daisy. O problema é que o pai dela é um homem muito prático e depois de financiar três temporadas da filha sem nenhuma proposta de casamento ele decide lhe dar um ultimato: se Daisy não arrumar alguém até o final daquela temporada, ela se casaria com Matthew Swift, empregado dele em Nova York e o homem que mais conhecia seus negócios. 

A questão é que Daisy sempre considerou Matthew um puxa saco de seu pai e não consegue nem cogitar a ideia de se casar com ele. Tudo o que ela quer é um homem que a respeite e compreenda seu jeito de ver o mundo e que, acima de tudo, a ame como a irmã e as amigas são amadas. O que ela não quer é uma cópia do pai, alguém que só pense em negócios e propriedades.

Mas quando Matthew chega para passar uma temporada na Inglaterra, o homem que ela tem à sua frente não é o mesmo do qual ela se lembra. Aquele era sisudo e franzino enquanto este é forte, sexy e exala masculinidade! Ainda assim, ela não hesita em exigir que ele prometa nunca aceitar se casar com ela, e, mesmo demonstrando não conhecer os planos do patrão para ele, Matthew não consegue prometer. Pois o que Daisy não imagina é que ele é apaixonado por ela há anos, mas não pode assumir seus sentimentos. O problema é que ele tem um passado que deseja esquecer e não pode envolver Daisy nele. Por isso é melhor que eles fiquem o mais longe possível. O difícil vai ser resistir a atração que existe entre os dois.

Ele sabia o nome dela. Daisy estava cada vez mais confusa. Não entendia como podia ter se esquecido de um homem tão atraente. Ele tinha feições fortes e marcantes, era másculo demais para ser definido como bonito e impressionante demais para ser considerado comum. E seus olhos tinham o tom de azul de manhãs gloriosas, ainda mais intenso em contraste com a pele bronzeada. Havia algo de extraordinário nele, uma espécie de força vital tão grande que quase a fez dar um passo para trás. 

Viram só que fofura de enredo? Lisa Kleypas deu show para encerrar a série! Como eu disse antes, Daisy é doce e sonhadora, mas quando se vê acuada pelo pai, está disposta à tudo para evitar um casamento sem amor. Mas ela não esperava que o pretendente fosse tão sexy e tão disposto a ficar longe dela, e como tudo o que é proibido é melhor, ela não consegue se afastar dele. Matthew tem um passado misterioso, é louco por Daisy mas quer mantê-la longe do seus problemas, e por isso se vê forçado a recusar tudo o que sempre sonhou.

Como já é característico de Kleypas, o livro não tem enrolação como é comum na maioria dos Romances de Época, ela vai sempre direto ao ponto. As mocinhas sabem exatamente o que querem e brigam por isso. E como sempre, tem uma forte denúncia sobre o papel da mulher na sociedade o tamanho de sua submissão aos homens naquela época. Os personagens são encantadores e é uma delícia ver Daisy se rendendo aos poucos. Outro plus desse livro é poder ver como as outras meninas estão, eu estava morrendo de saudades dos personagens dos outros livros.

– Este é um brinde especial para você, querida – disse Lillian enquanto Annabelle despejava o líquido borbulhante nas taças.
– Ao seu final feliz. Como você teve de esperar por ele mais do que nós, eu diria que merece a garrafa inteira. – Ela sorriu. – Mas vamos dividi-la com você.
Daisy segurou sua taça de cristal.
– Deveria ser um brinde a todas nós. Afinal de contas, nossas perspectivas de casamento eram as piores possíveis três anos atrás. Nem mesmo recebíamos um convite para dançar. E vejam como as coisas mudaram.
– Tudo o que foi preciso foi uma conduta tortuosa e alguns escândalos aqui e ali – disse Evie com um sorriso.
– E amizade – acrescentou Annabelle.
– À amizade – disse Lillian, sua voz subitamente rouca.
E as quatro taças se tocaram naquele momento perfeito.

Enfim, quem ama Romance de Época não pode deixar de ler As Quatro Estações do Amor, especialmente Escândalos na Primavera. Lisa Kleypas encerrou a série com chave de ouro, com uma história que não fala só de amor, mas também de confiança e lealdade. E eu vou me lembrar para sempre da amizade de quatro “solteironas” que nasceu nos chás de cadeira que elas tomavam nos bailes, se transformou numa aliança para tirá-las daquela situação humilhante e terminou sendo uma celebração da união feminina!

Série As Quatro Estações do Amor


  1. Segredos de uma Noite de Verão
  2. Era Uma Vez no Outono
  3. Pecados no Inverno
  4. Escândalos na Primavera

A Autora

Lisa Kleypas, vencedora do prêmio RITA, já escreveu 34 romances. Seus livros foram publicados em 28 idiomas, em diversos países. Ela mora em Washington com o marido e os dois filhos.
Em sua página na web, a autora conta: "Comecei a escrever romances porque sempre amei lê-los. Indiscutivelmente, fui uma nerd durante toda a escola primária e, mesmo "florescendo" na secundária, acredite, a nerd interior ainda estava aqui. Nunca pude imaginar um tempo melhor aproveitado do que lendo um livro, e este amor pela leitura, com o tempo, se traduziu num profundo desejo de escrever um."

Avaliação (5/5)




B-jussssss! ♥
;-p

5 comentários:

  1. Oi!
    Eu gosto muito de romance de época. Ainda não li esses livros, mas estão todos na minha lista de desejados. Adorei saber mais sobre a sua opinião.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Sei bem como é dizer adeus a série que amamos, aconteceu comigo e fiquei na ressaca do século e assim como você também acho que o melhor fica sempre pro final. Realmente o enredo é uma fofura, quero ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ei BFF!
    Tem como não amar essa mulher??? Todos os livros da série são maravilhosos, e cada personagem tem sua característica muito distinta e pessoal, amo demais, e apesar de amar Dayse, confesso que o da Ivy foi o que mais me surpreendeu hahahahaha. Ela amadureceu demais e deu um baile no fanfarrão hahahahhaahah
    Amei a foto!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?!? A Lisa é uma verdadeira diva, não há o que se questionar sobre isso. E essa série é simplesmente adorável. Mesmo que esse não seja um dos meus livros favoritos da série, porque o meu amorzinho é o Inverno..
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ola Nina lindona eu amo essa série, todas protagonistas são hilárias, Daisy é a mais romântica e sensível, mas tem uma força enorme, guerreira vai batalhar por suas escolhas, a escrita da autora é viciante, adoro ver todas reunidas vira uma grande festa. Beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p