Outlander: a Libélula no Âmbar - Diana Gabaldon

GABALDON, Diana. Outlander, A Libélula no Âmbar. Tradução: Geni Hirata. Rio de Janeiro: Editora Saída de Emergência, 2014. 944 páginas. (Outlander, v.2). Título original: Dragon Fly in Amber. Skoob.

Sinopse:
“Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?”
A Libélula no Âmbar é o segundo volume da série Outlander, da Diana Gabaldon, que faz muito sucesso lá fora, foi adaptada para a TV e agora está sendo relançada pela editora Saída de Emergência. Todo mundo lembra do quanto eu fiquei entusiasmada com o primeiro livro A Viajante do Tempo, então minhas expectativas para o segundo livro estavam lá em cima e adoro dizer que não me decepcionei nem um pouquinho!

Neste livro estamos na Escócia em 1968, vinte anos depois da viagem de Claire e não sabemos como e nem porquê ela voltou para o presente. Ela está acompanhada filha Brianna e acabou de perder o marido, Frank Randall. Aproveitando a volta à Inverness, Claire procura Roger Wakefield, o filho adotivo do padre que no passado ajudava Frank em suas pesquisas. Ela traz uma lista com o nome de trinta homens de participaram da Batalha de Culloden e quer que Roger descubra o que aconteceu com eles.

Em suas pesquisas, Roger descobre que todos eles faziam parte do mesmo regimento comandado por James Fraser, porém o nome do capitão não consta na lista de Claire. O jovem leva mãe e filha para o campo onde aconteceu a trágica batalha e lá eles localizam os túmulos de Jonathan Randall e do próprio capitão James Fraser. Diante da lápide, Claire tem uma crise e resolve revelar à filha toda a verdade sobre seu nascimento.


A história então volta para 1744, Claire e Jamie estão na França vivendo na suntuosa e afetada corte do rei Louis e tentando impedir que Charles Stuart volte à Escócia para reclamar seu trono. O propósito é evitar que a massacrante Batalha de Culloden ocorra.

Se no primeiro livro a gente se rende a Jamie pela sua inocência, agora nos surpreendemos com um personagem conspirador e ardiloso. Agora ele vai lutar menos, apanhar menos ainda (graças a Deus porque eu não aguentava mais ver o pobre sofrendo!) e usar mais a inteligência para vencer suas batalhas. Isso faz com que ele fique ainda mais irresistível. Sem medo de bancar a piriguete literária, é de longe o mais apaixonante personagem masculino que conheço: lindo, forte, corajoso e com uma noção de honra e dever tão grande que acredito que o mundo seria um lugar bem melhor se houvessem mais pessoas assim. Infelizmente esse tipo de comportamento está cada vez mais raro nos dias de hoje...

Claire também não decepciona, continua a mesma mulher forte que não se assusta com pouca coisa. Ela luta muito para proteger Jamie, o bebê que está gerando e o povo escocês, que nem é o povo dela. Uma mulher inteligente, que teve a sorte de ter recebido uma criação nada convencional, e que por isso consegue se adaptar tão bem em um tempo que não é o dela. É claro que ser amparada por Jamie ajuda muito, mas eu tenho certeza que ela conseguiria sozinha e esse é o diferencial que me atrai tanto nesse livro: o de não retratar uma mocinha dócil e submissa. Claire passa longe disso e é o estereótipo de mulher que quero para mim, que quero apresentar aos meus filhos como exemplo.


Além do casal, o livro trás novos personagens incríveis, como Mary Hawkins, Fergus, o boticário Raymond, madre Hidelgard, Alex Randall entre muitos outros. Sem contar os personagens históricos que aparecem na história e são retratados de maneira muito vívida, como Charles Stuart e rei Louis.

Como no primeiro volume, esse livro é dividido em sete partes, cada uma correspondente a uma fase marcante da trajetória de Claire e Jamie. A narrativa é feita em primeira pessoa pela Claire, com exceção dos dois primeiros capítulos em que é feita em terceira pessoa, do ponto de vista de Roger, e é muito interessante ver Claire pelos olhos de outra pessoa.

O enredo é impressionante. Quando você pensa que nada pior pode acontecer, lá estão eles encrencados de novo. As reviravoltas são muitas e constantes e dificilmente alguém sentirá tédio lendo esse livro. As cenas de ação e as hot são menos intensas e em menor número, mas em compensação as de conspiração e as declarações de amor são mais frequentes, tanto que no final do livro eu chorava copiosamente!


O único defeito que encontrei foi o mesmo do primeiro livro, as descrições são detalhadas demais. Gabaldon descreve tudo minuciosamente e em vários momentos ficou desnecessário e até cansativo. Principalmente em relação às ações dos personagens. Por exemplo, em um diálogo o primeiro personagem diz algo de impacto e, antes de responder, o segundo personagem se senta, mexe em algo que está sobre a mesa, coça a cabeça, observa a janela, devaneia sobre o tempo, lembra de sua infância, sente saudades da mãe, observa uma formiga subir uma parede para só então responder. Isso foi me incomodando demais durante a leitura, e mesmo não tendo esse hábito, confesso que em alguns momentos eu pulava uns trechos. Também teve muita coisa que achei um pouco desnecessária, coisas que não pareciam fazer sentido, e por isso acredito que o livro não precisava ter tantas páginas assim.

Fora esse pequeno detalhe, o livro é simplesmente incrível! Consegue reunir tudo aquilo que amo ler: ficção científica, viagem no tempo, romance histórico, literatura histórica, guerras, mocinhas fortes e escoceses gostosos. É impossível não cair de amores pela história, e eu recomendo para qualquer um que goste de aventuras e não se assuste com o número de páginas, pois afinal vale muito a pena.

Como eu já disse na resenha do primeiro livro, Outlander foi adaptada para a TV e está fazendo um grande sucesso. Assisti aos primeiros episódios e gostei, é muito fiel ao livro.

Série Outlander
  1. A Viajante do Tempo
  2. A Libélula no Âmbar
  3. O Resgate no Mar (parte 1 e parte 2)
  4. Os Tambores de Outono (parte 1 e 2)
  5. A Cruz de Fogo (partes 1 e 2)
  6. Um Sopro de Neve e Cinzas (partes 1 e 2)
  7. Ecos do Futuro (partes 1 e 2)
  8. Written in My Own Heart’s Blood (ainda não lançado no Brasil)

A Autora

Diana Gabaldon cresceu no Arizona, EUA, e é de ascendência mexicana-americana e inglesa. Tem formação em Zoologia, Biologia Marinha e Ecologia. Foi professora universitária durante mais de doze anos antes de se dedicar à escrita em tempo integral. Sua série Outlander se transformou em um enorme sucesso mundial, tendo sido adaptada para a TV em 2014. Vive atualmente em Scottsdale, no Arizona.

Avaliação (5/5)





B-jussssss!♥
;-p

Comente com o Facebook:

17 comentários :

  1. Olha eu comprei o livro OUTLANDER na Bienal de SP, mas eu ainda não li. Só irei comprar o segundo livro se eu gostar do primeiro e antes disso quero até assistir a série para ver como é sabe? Até porque quando a gente assiste dá para ter uma ideia e fiz isso em THE 100 que adorei em falando nisso.


    E tipo, queria te dar os parabens pela sua resenha, porque além de ter sido muito bem elaborada, me chamou bastante atenção. Espero gostar tanto como você =]


    Se cuida linda


    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu não sabia desses livros, mas gostei do que você escreveu! Me encantou com as datas "1744 - França" ♥
    Muito bom você falar que tem em áudio e vídeo, vou assistir os episodios e para qualquer coisa, parto para o livro!


    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, estou lendo esse livro e concordo plenamente com você no que se diz em detalhes! Eu me apaixonei por esses livros, A VIAJANTE DO TEMPO é o meu queridinho da estante.

    Um abraço!

    http://terapianaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    MEU DEUS, por que tantas páginas gente?!
    Estou com o primeiro livro aqui em e-book, mas é muito grande e não tenho coragem de começar!!

    Adorei sua opinião sobre as descrições enormes feitas pelo autor, também não gosto de livros que descrevem muitas coisas que não tem necessidade, mas isso não me tira a vontade de ler essa série!
    Beijos!

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Linda eu voltei para ver se tinha atualização, mas como eu nao encontrei peço para que me chame quando tiver postagem nova tá? Eu voltarei aqui para comentar. Queria te convidar para dar uma olhadinha na resenha nova que minha colaboradora Agatha postou no Blog. Eh muito legal. venha conferir assim que puder =]]

    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu ia começar essa série, mas ela é tão extensa e tem um número de páginas grande, então eu meio que fiquei repensando, até porque tenho outros livros de parceria e esse em especial iria me tomar muito tempo. Então acabei nem solicitando.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Desbravadores de Livros14 de fevereiro de 2015 09:44

    Eu tenho vontade de ler essa série, mas o tamanho dela me desanima um pouco. Essa mistura de romance com ficção (viagem no tempo) me agrada bastante. E o fato de o segundo livro também ser bom, anima um pouco mais.

    ResponderExcluir
  8. Olá Nina! Adoro histórias de época e sua resenha me deixou com uma vontade imensa de ler!

    e a lista de 2015 já está imensa! Meu DEUS! kkkkkk

    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu li o primeiro livro da série, curti demais, mas não senti vontade em continuar. Até tinha, mas com passar dos dias de ter terminado a leitura, a vontade passou. Claire para mim foi a personagem feminina literária do ano passado, ganha de qualquer outra. hahaha

    A escrita da Diana é bem detalhista e se eu pudesse também retiraria algumas partes. Não sei ao certo se vou dar continuidade, apesar de sua resenha ter atiçado um pouco a vontade adormecida.

    Lucas - Carpe Liber

    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Sempre me interessei pela série, não sei pq ainda não li. hahaha

    Bjos,
    Rafa

    http://melivrandoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina!

    Eu vi esse livro há alguns dias atrás quando eu fui visitar a Livraria Cultura do Conjunto Nacional, e Meu Deus, esse livro é ENORME.

    A capa me chamou bastante a atenção, e eu estou louco pela saga desde o anuncio do lançamento do primeiro livro, pois ele me cativou bastante.

    Adorei sua resenha!

    Beijos

    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Vou te contar: Só li um pouco da resenha! Seu entusiasmo me animou e a capa também,quero ler! Vou comprar com certeza ^^

    http://younguai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olha tenho que confessar que eu ainda não li o primeiro livro por conta do tempo e também por causa de outros livros que ainda tenho que ler, mas assim que ler o primeiro eu penso em comprar o segundo, porque quero ver se vai me agradar sabe? Comprei o meu na Bienal de SP e espero no Rio comprar o segundo, mas até lá quem sabe né? Mas adorei a sua resenha, porque eu adoro essas coisas de viagem no tempo e sem contar que tem uma pitada de romance que adoro. PARABÉNS pelo seu cantinho. Eu não conhecia e por conta disso passarei sempre por aqui para ver suas resenhas viu?? Já estou te seguindo. Espero que venha conhecer o meu cantinho também =]

    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Depois de ter lido Labirinto da Kate Mosse, esse deve ser fichinha em descrições kkk. Mas o que me dá uma preguiça grande, é quando vejo a enorme séries de livros em sequência. Tenho problema com isso, porque gosto de variar as leituras e a gente acaba preso numa mesma história por muito tempo. Achei que a história é fantástica, sua resenha está incrível, bem instigante, mas acho que vou assistir a série kkkkkkkkkkkkkkkkkk Bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho uma amiga completamente apaixonada pelos livros da Diana. Ela vive dizendo que eu preciso ler, mas quem diz que consigo?
    Até tenho o primeiro aqui em casa e preciso mudar logo isso...
    (nem a série assisti ainda... que atrasada que eu estou!!!!)

    5/5 e um coração? Tão bom achar livros assim né?

    Beijinhos,
    Lica
    http://www.amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir
  16. Primeiro tenho que dizer que adorei a sua resenha, embora eu ainda não tenha lido nem o primeiro livro que comprei na Bienal de SP.

    Estou bastante curiosa, até porque todos tem falado muito bem e principalmente por conta da série que pretendo assistir antes de ler, porque deve ser realmente maravilhoso. Outra coisa, queria te dar os parabéns pela sua escrita, porque eu gostei da maneira que você escreve, principalmente do seu ponto de vista viu?! Continue assim, porque com certeza vc irá fazer muito sucesso =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Nina,
    Parabéns pela resenha! Ela ficou perfeita... Eu paquero essa série há muito tempo, mas confesso que não sabia que ela era desse tamanho, e como sempre claro que foram as capas que me encantaram!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Loucas por capas como eu sou, não podia não me apaixonar por essa! Pretendo incluí-la na minha lista de leituras, e espero sinceramente conseguir!!


    Beijokas


    www.paraisodasideas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p

Frase da Semana

"Ler é comer e beber. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come."

Victor Hugo

QUEM LÊ, SABE PORQUÊ - Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados