Top 10 2017


Oi gente!
Sei que andei sumida por esses dias, mas com as festas de fim de ano e a movimentação aqui em casa, eu me vi obrigada a dar um recesso de fim de ano para o Quem Lê. Precisei me dedicar mais à minha família, então resolvi deixar aqueles posts especiais que sempre faço nessa época para Janeiro. E assim estou voltando às atividades com o Top 10 2017.


Esse ano eu li bem menos do que ano passado. De acordo com o Skoob foram 58 livros (em 2016 foram 84!), mas a diminuição da quantidade trouxe um aumento na qualidade. Diminui bastante o ritmo e o número de parcerias e isso me deu a oportunidade de ler mais o que me interessa. Isso significa que sofri muito para fazer meu Top 10 pois o número de 5 estrelas cresceu muito.

Agora vamos conhecer o 10 eleitos de 2017:

10- Ligeiramente Perigosos - Mary Balogh



Eu estava muito ansiosa por este livro e muito curiosa para saber que tipo de mulher conseguiria derreter o coração de gelo do conde de Bewcastle, o mais velho dos Bedwyns,  e acredito que Christine foi perfeita para isso! Eu amei toda a série, mas este livro foi o meu preferido porque o relacionamento dos dois demora a acontecer, afinal o conde não poderia ser tornar um amante apaixonado do dia para noite, isso faria o livro perder credibilidade. Então Wulfric teve que trabalhar muito para provar que por baixo de toda aquela frieza havia um coração. Além disso, a escrita de Mary Balogh é incrível, muito elegante e cheia de bom humor. Ela conseguiu encerrar a série brilhantemente, dando a Wulfric a história de amor que ele merece. Das séries de Romance de Época que acompanho essa é, de longe, a minha preferida, e agora só preciso encontrar um jeito para superar minha tristeza pelo seu fim e me conformar a viver em um mundo sem os Bedwyns!

9- A Traidora do Trono - Alwyn Hamilton


Eu não esperava gostar tanto desse livro. Ele ficou meses parado na estante mas quando comecei a ler, não consegui mais parar! O enredo é uma montanha russa de emoções: é um plot twist atrás do outro. São reencontros inesperados, traições, conspirações e intrigas, personagens queridos morrendo, personagens voltando do reino dos mortos, e mais um tanto de traição. Eu amei como Alwyn Hamilton consegue mudar tudo em poucas linhas mas haja coração para acompanhar esse história!
Além disso, as cenas de aventura e ação são muito presentes e injetam altas doses de adrenalina na leitura.

8- O Jogo - Elle Kennedy


Eu amo New Adults e é claro que a minha lista tinha que ter um, né? E tinha que ser da série Amores Improváveis, uma das melhores do estilo. Mas vamos combinar: fica difícil não amar já que a história acompanha as aventuras de quatro jogadores de hóquei da universidade de Briar - Garret, Logan, Dean e Tucker, que dividem uma república. Em O Jogo, o boa vida Dean vai encontrar o amor ao lado de Allie e juntos os dois nos proporcionam uma boa dose de suspiros e risadas.

7- O Sol Também é Uma Estrela - Nicola Yon


A narrativa de Nicola Yoon é fantástica! Foi sensacional a maneira como ela conseguiu conduzir a história de amor de Natasha e Daniel (dois adolescentes que acabaram de se conhecer e que estão prestes a se separar) de uma maneira romântica e doce, mas sem ser piegas e previsível. Eu adorei como o livro aborda as consequências dos nossos atos, como tudo o que fazemos afeta o outro de alguma maneira, como um gesto de bondade e agradecimento pode mudar a vida de alguém. Assim, os personagens do livro não são só mocinhos e bandidos e todos tem um lado bom e um ruim, e a autora consegue mostrar o porquê de cada um ser como é, os desejos, sonhos, medos e frustrações que levaram a cada escolha. Ademais, o livro traz um casal inter-racial e mostra, de uma maneira bem leve, o preconceitos e as dificuldades que o imigrante encontra para viver em país diferente do seu.

6- Meio Mundo - Joe Abercrombie


Eu amoooooooo essa série!
E amei este muito mais do que o primeiro livro por causa de Thorn Batu, ela é uma personagem que não se encaixa em padrões e que surpreende com sua personalidade forte. Ela é forte e lutadora, não tem um pingo de medo de lutar pelo o que quer e não aceita que o fato de ser mulher a impeça de nada. Ela é dura e decidida, mas não é cruel e fria, e isso é muito importante para que tenhamos empatia com a protagonista.
Aliás, Abercrombie se mostrou mestre em criar personagens fora dos padrões. Enquanto Yarvi (protagonista de Meio Rei) é um rei incapaz de manejar uma espada, Thorn é uma mulher que luta melhor do que qualquer homem, sem perder suas características femininas, sem ser masculinizada ou sexualizada - e isso foi o que mais me agradou na leitura, morri de medo que Thorn fosse uma espécie de Xena, vestida com trajes mínimos e sensuais. Nada contra, eu amava Xena, mas acho que já é mais do que hora de vermos uma mulher guerreira ser retratada por sua habilidade de guerrear e não por seus atributos físicos.

5- Só Escute - Sarah Dessen


Há muito tempo eu queria ler esse livro, desde que comecei com o blog e via as resenhas dele por aí. E quando a Editora Seguinte o relançou eu corri aproveitar a oportunidade e não me decepcionei em nada. Sensível, emocionante e surpreendente, Só Escute conseguiu mexer comigo muito mais do que eu imaginava. Ele aborda temas difíceis mas que infelizmente, são constantes entre os adolescentes e que a sociedade tem muito melindre em discutir. Depressão, distúrbios alimentares e estupro são alguns dos assuntos que são lançados à tona para reflexão, com a toda a empatia e sensibilidade de Sarah Dessen. É impossível sair imune desse livro.

4- As Coisas que Fazemos por Amor - Kristin Hannah


Kristin Hannah é rainha! Ela consegue pegar um enredo que parece super simples e transformar em algo arrebatador e único, algo que vai marcar você e te fazer lembrar dos personagens por muito tempo, e foi isso o que aconteceu com esse livro. Além disso os personagens vivem um dilema que conheço muito e por isso fiquei muito abalada com o livro, pois ele mexeu com questões muito pessoais.
Quando comecei a leitura, eu já sabia exatamente o que iria acontecer e não me enganei, o desfecho da história é até bastante óbvio. Mas a maneira delicada e profunda com que Kristin descreve seus personagens faz com que o óbvio fique surpreendente. Ela narra cada nuance dos sentimentos deles com tanta empatia e ternura que eu sentia qualquer traço de dor deles em mim. Por outro lado, fica evidente que todos os personagens já sabiam como tudo iria terminar, mas havia tanto amor entre eles que não havia como evitar.

3- O Caminho para Casa - Kristin Hannah


Já deu para perceber que Kristin Hannah é minha autora favorita, né? Então temos ela de novo! E nesse livro ela trata de um tema muito difícil, o perdão. Como perdoar uma pessoa que você acredita ter destruído sua vida e família? Como perdoar a si mesmo? Lexi e Jude, as duas personagens principais do livro, precisam conseguir enfrentar seus seus medos e se perdoarem pela tragédia que abalou suas vidas em nome de um amor maior. Os personagens são profundos e cativantes, e me aqueceu o coração ver a trajetória que eles percorreram para perdoarem e reencontrarem o caminho para casa. Leiam com uma caixa de lenço de lado.

2- O Ódio que Você Semeia - Angie Thomas


O que eu mais amo na leitura é o poder que um livro tem em mudar vidas e conscientizar pessoas, e é isso que O Ódio que Você Semeia faz. Uma narrativa forte sobre o racismo e suas consequências. Personagens poderosos que não aceitam se colocar no lugar de vítimas e lutam, mantendo a voz ativa e a cabeça erguida, por um mundo mais justo. Assim é Starr, uma adolescente que presencia o assassinato do melhor amigo por um policial e precisa decidir entre se proteger e lutar por justiça. É incrível e todo mundo no mundo deveria ler esse livro.
Resenha aqui.

1- As Cordas Mágicas - Mitch Albom


Essa foi uma das primeiras resenhas do ano e esse livro me marcou tanto que nenhum outro tomou seu lugar de favorito do ano! A fantástica história de Frank Presto, o seu talento para tocar violão, sua carreira e um dom mágico. 
A narrativa é fenomenal! Para começar, ela não é linear e vai e volta na história, nos levando a montar o quebra-cabeças da vida de Frankie. Outro ponto é que a narrativa se divide entre terceira e primeira pessoa, e do ponto de vista de Frankie, seus amigos e da Música. Isso mesmo, boa parte da história é contada pela Música, assim como a Morte conta a história de Liesel  em A Menina Que Roubava Livros. A história começa a ser contada no velório de Frankie, que morre durante um show de maneira misteriosa, depois de ter passado anos desaparecido, e muitos de seus companheiros estão dando depoimento, como se estivessem fazendo um documentário da vida dele.
Só tenho uma coisa a dizer sobre esse livro: leiam! Leiam! Leiam!

Então é isso readers, depois de muito sofrimento e reflexão essa é minha listinha dos melhores do ano. E vocês, fizeram? Qual foi o eleito de 2017?

B-jussssss! 
;-p

6 comentários:

  1. Pera, para tudo... não tem Outlander nessa lista? Babadooo kkkkkkkk Oi BFF!!! Da sua lista alguns estão no meu desejados, outros já li, a traidora do trono e o sol também é uma estrela são realmente exepcionais!!! Estou criando coragem para tirar o paraíso do recesso de Natal kkkk

    Beijokas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nina. Dos seus escolhidos só li dois, o romance de época e O Jogo, que também é meu livro favorito da série. Quero muito ler esse livro da Sarah Dessen, nunca mais li nenhum livro dela depois da minha primeira experiência com ela.
    Você fez ótimas leituras!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Não li nenhum da sua lista. O sol também é uma estrela e O ódio que você semeia são muito desejados meus.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  4. Dos que mencionou eu quero muito ler, O Sol Também é Uma Estrela e As Coisas que Fazemos por Amor. Os demais eu não conheço, com exceção do O Ódio que Você Semeia que já li algumas resenhas e me deixou bem curiosa.
    Te desejo um 2018 repleto de boas leituras e muitos livros de presente.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Eu adoro esse balanço geral que o Skoob faz agora ♥ tiro print para comparar depois...haha'
    "Ligeiramente perigosos" foi um dos meus livros favoritos dessa série, mas ainda não li o penúltimo... dei uma puladinha...haha'
    Li 'A rebelde do deserto" e adorei, tô doida para ler "A traidora do trono" <3 Dos livros da Elle eu só li os dois primeiros, mas ando querendo ler os outros dois. "Só escute" e "O ódio que você semeia" são maravilhosos, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/underground-airlines.html

    ResponderExcluir
  6. Mais que merecido um dos livros da série Amores improváveis estar ai, foi uma das minhas favoritas do ano também! O ódio que voce semeia se tornou o meu queridinho do ano, foi uma leitura que me transformou.

    ResponderExcluir

Oi! Muito obrigada pela visita!
Deixe aqui seu comentário, vou adorar receber!
B-jussss! ♥
;-p